Os sinais menos conhecidos da ansiedade e que podem passar despercebidos!

17/07/2021 às 19:19 Hipnose

Os sinais menos conhecidos da ansiedade e que podem passar despercebidos!

Hoje muito se fala sobre a ansiedade e as complicações que ela traz para a nossa vida pessoal e profissional. Mas você sabe identificar os sinais da ansiedade menos conhecidos? 

Vivemos cada vez mais estressados, acumulando mais tarefas que o habitual como pessoas e profissionais. Não à toa, a ansiedade é um dos transtornos mais comuns da atualidade, sobretudo, no Brasil onde encontramos o maior índice de pessoas com este transtorno em relação a todo o mundo. 

Contudo, a ansiedade ocasional não é motivo para alarde: sentir-se ansioso vez ou outra é comum e até mesmo saudável. O problema reside quando o sentimento ansioso se torna frequente e passa a interferir na capacidade deliberativa do indivíduo. 

Os sinais pouco conhecidos da ansiedade

Alguns sinais da ansiedade já são bastante conhecidos tais como as dores de cabeça, a respiração pesada e rápida, o aumento dos batimentos cardíacos e os problemas gastrointestinais. Porém, esta doença tem outras consequências físicas pouco conhecidas, mas não menos perigosas.

  1. Baixa imunidade

Aqueles que vivem dia após dia com a ansiedade tem predisposição a ficarem doentes mas constantemente. Gripes e infecções urinárias são os casos mais comuns entre pessoas com este transtorno. 

Portanto, se você fica doente frequentemente sem nenhuma causa fisiológica aparente, fique atento. Este pode ser um sinal da ansiedade!

  1. Erupções cutâneas

Logicamente, a ansiedade sobrecarrega o organismo. E entre as consequências deste sobrecarregamento, está o aumento do funcionamento das glândulas sebáceas. Não à toa, um dos sintomas mais comuns de crises de ansiedade é o suor excessivo.

  1. Comportamento nocivos

Muitas pessoas ansiosas possuem hábitos como tabagismo e o consumo de álcool, utilizando estes hábitos como um suporte emocional. Estes comportamentos nocivos podem ser um dos sinais da ansiedade. 

  1. Problemas hormonais

O stress que advém da ansiedade faz com que as glândulas funcionem de maneira alterada. O cortisol, por exemplo,conhecido como hormônio do estresse, é produzido em excesso  durante as crises. Assim, é importante ficar atento a um possível desequilíbrio hormonal sem causa aparente. 

  1. Desconexão

A desconexão é um dos sintomas da ansiedade que funciona como uma defesa natural do cérebro, a fim de poupar o indivíduo de sofrimentos. Por isso, pessoas com transtorno de ansiedade podem se sentir desconectadas da realidade, raramente expressando emoções e, em alguns casos, podendo sofrer de amnésia. 

O que pode causar a ansiedade? 

Cada indivíduo possui uma forma de enxergar e lidar com o mundo ao nosso redor. Desta forma, existem situações que podem causar maior preocupação em algumas pessoas do que em outras. E graças a esta subjetividade , as causas de ansiedade podem ser diferentes para cada pessoa. 

Além da predisposição genética, os fatores ambientais e a inteligência emocional para lidar com os desafios do ambiente externo são bastante decisivos. Compromissos, faculdade, trabalho e relações sociais podem ser cruciais para ocasionar situações de ansiedade.

Por exemplo: em um ambiente familiar onde haja muita pressão e julgamento, é mais comum vermos pessoas que apresentam claros sinais de ansiedade de forma mais frequente. 

Quando passamos por uma situação estressante, um gatilho mental é acionado, dando espaço ao estado ansioso. Portanto, para se desvencilhar das amarras da ansiedade, é importante que o indivíduo busque modificar gatilhos e desenvolver controle sobre as situações. 

Neste contexto, a hipnose pode ser grande aliada. Seja através de técnicas de regressões, ponte ao futuro, estilhaçamento, etc.

Ansiedade X Transtorno de ansiedade: qual a diferença 

A ansiedade faz parte da nossa vida e pode ser saudável até certo ponto, porém, ela também está presente em outros transtornos podendo se apresentar na forma da TAG - Transtorno de Ansiedade Generalizada. 

Quando isto ocorre, medo e preocupação se tornam amigos do indivíduo que vive em estado de alerta constante. Assim, o nível de ansiedade considerado normal é extrapolado e começa a provocar sinais de ansiedade ao corpo e a mente, através de sintomas como irritabilidade, cansaço extremo, problemas de sono, procrastinação, etc. 

Neste caso, a busca por ajuda profissional torna-se necessária. Com a realização do diagnóstico e início do tratamento é possível controlar a ansiedade para que as atividades do indivíduo não sejam prejudicadas. 

Lembrando que a hipnose pode ser usada como potencializador do tratamento contra a ansiedade. Conheça o curso de hipnose clínica do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento) para profissionais que, temos certeza, irá ajudar a potencializar os resultados com os pacientes!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK