3 técnicas para acabar com a procrastinação

16/07/2019 às 09:15 Coaching

3 técnicas para acabar com a procrastinação

Muitos profissionais criativos e com habilidades extraordinárias não são tão produtivos quanto podem ser. E um dos principais motivos para isso é a procrastinação.

Não são poucas as pessoas que sofrem com a procrastinação que pode causar grandes prejuízos profissionais e também pessoais.

Já imaginou atrasar a entrega de um relatório importante? Ou deixar de ir ao mercado para comprar alguns itens importantes que estão faltando em casa?

É comum culparmos a correria cotidiana pelas nossa falhas diárias.

Quem nunca usou uma dessas desculpas aqui: "Faltou tempo!" "É muita coisa para fazer!" "Já me passaram essa tarefa em cima da hora"? Todos nós já usamos algum argumento como esse pelo menos uma vez na vida, né?

Acesse Agora e Conheça nossa Formação em Coaching

O que é procrastinação?

Procrastinação é o ato de adiar ou prolongar a realização de uma tarefa. O resultado disso é correr para fazer algo em cima da hora ou perder o prazo para entrega, o que é ainda pior.

Dentro do processo de coaching, aprendemos que a procrastinação está presente em nossas vidas devido aos nossos hábitos.

E são estes hábitos que devem mudar para que a pessoa deixe de procrastinar ou para que, pelo menos, a procrastinação não tenha uma influência decisiva em nossas vidas.

Realmente a vida é bastante corrida e temos muitas coisas a fazer, mas quando agimos com antecipação e planejamento, percebemos que não precisamos correr para entregar nada.

Pensando em ajudar você a resolver o seu problema com a procrastinação, fizemos uma lista abaixo com técnicas que podem ser úteis para reorganizar os seus horários, te ajudar a lidar melhor com prazos e a enfrentar a vontade de “deixar para depois” sempre que você vai começar uma nova tarefa.

Leia também O que é Mindset? Descubra o Conceito e como isso pode te Ajudar 

A seguir, confira as principais técnicas para acabar com a procrastinação:

Monte um sistema de recompensas e consequências

De todas as dicas que daremos nesse texto, essa provavelmente é a dica que mais influencia nossa mente a mudar o hábito de procrastinar.

Ser recompensado por um bom serviço ou sofrer consequências por um atraso é algo que pode nos estimular a realizar tarefas dentro do prazo. Para isso, é essencial que contemos com a ajuda de amigos e parentes.

Fazer isso é bem simples, você deve separar recompensas e consequências, ou melhor, castigos, acho que fica mais apropriado neste caso.

Pense em três coisas que sejam fáceis de serem feitas no dia a dia e que lhe tragam prazer. Da mesma forma, escolha três castigos, ou seja, três tarefas que você não gosta de fazer.

Pronto! Você pode listá-las em níveis de prioridade. Assim, sempre que você cumprir uma tarefa muito importante com antecedência você pode se dar uma boa recompensa e quando você fizer uma tarefa rotineira também pode se dar uma recompensa menor.

Do mesmo jeito, sempre que você atrasar algo importante você deve se aplicar o pior castigo da lista. Recompensas e castigos (consequências) fáceis de fazer e que são bons prêmios/punições que podem te ajudar a enfrentar a procrastinação.

Você pode, por exemplo, estipular recompensas como um dia de folga, jantar fora ou acordar uma hora mais tarde sem culpa, e castigos como fazer faxina pesada na casa ou fazendo uma hora extra.

Com a ajuda de amigos e parentes, você pode controlar esse sistema de recompensas e consequências, o que pode fazer com que ele vire rotina dentro da sua vida.

Com o tempo, você irá se estimular para cumprir os prazos e aproveitar as recompensas e para não ter de enfrentar as consequências da procrastinação.

Conheça a nossa Formação em Coach

Acesse Agora e Conheça nossa Formação em Coaching

Crie senso de urgência e defina prioridades

É fato que nós temos um grande número de tarefas em nosso dia a dia. E para prevenir a procrastinação, boas dicas são criar um senso de urgência e definir o nível de prioridade de cada tarefa.

Como assim? O primeiro é definir prioridades. Existem tarefas muito importantes, tarefas importantes e tarefas rotineiras.

Para organizá-las, pegue um bloco de post-its de preferência de cores diferentes e anote suas tarefas de acordo com o seu nível de importância.

Assim, os projetos de trabalho e aquela ida ao mercado que não pode faltar ficam no canto de alta prioridade, já a checagem de e-mail fica no canto da prioridade baixa, por exemplo, e aí por diante.

Leia O que é e como fazer uma avaliação de potencial?

Depois de organizar as tarefas pelo seu nível de prioridade, você deve criar senso de urgência, principalmente para as tarefas de alta prioridade.

O senso de urgência funciona da seguinte forma: você reduz o prazo para a realização das tarefas, tornando-as urgentes no seu dia a dia.

Então se você pegou um novo job e tem 10 dias de prazo para entregá-lo, crie um senso de urgência e estipule o prazo de 5 dias para finalizá-lo. Assim, você pode se empenhar em terminá-lo dentro deste prazo menor.

E, caso aconteçam imprevistos, você terá mais tempo para finalizá-lo posteriormente. Da mesma forma, se conseguir entregá-lo no prazo, você ganha um tempo a mais para descansar ou para adiantar possíveis alterações pedidas pelo cliente.

De um jeito ou de outro, você ganha, e a procrastinação não te prejudica.

Acesse Agora e Conheça nossa Formação em Coaching

Monitore o seu progresso

Conforme você for implementado novos hábitos no seu dia a dia e comece a enfrentar a procrastinação, você pode monitorar o seu progresso como uma forma de se manter motivado.

A motivação nos estimula a ir além, então se você for anotando tudo o que você fez dentro do prazo nos últimos dias, você automaticamente se sentirá melhor consigo mesmo e mais motivado para seguir adiante e deixar de procrastinar.

Uma dica é pegar um bloco de post-its e colar atrás da porta do seu quarto, um por um conforme você for acabando as tarefas.

Escreva no post-it a tarefa realizada e cole na porta. Com o tempo, você verá a porta ficando cada vez mais cheia de post-its e isso lhe servirá de motivação.

Gostou deste artigo? Veja mais artigos em nosso blog. Conheça a nossa Formação em Coach.

Gostou de nosso post? Compartilhe:

Todos os Direitos Reservados ®