Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

O que é sincericídio? Qual a diferença da sinceridade?

13/07/2020 às 08:04 PNL

O que é sincericídio? Qual a diferença da sinceridade?

Você já ouviu falar em sincericídio? Esse é um comportamento bastante confundido com a sinceridade, mas não é a mesma coisa. Esta atitude pode afetar as relações sociais e se tornar um grande motivador de conflitos.

Diferente da sinceridade, o sincericídio não busca conscientizar, mas sim atingir a outra pessoa. E a partir disso surgem inúmeros problemas. É importante entender o que é o sincericídio para não aplicá-lo e identificá-lo nas ações de outras pessoas.

Como se caracteriza o sincericídio?

O sincericídio é um tipo de verdade relativa, onde a pessoa fala algo sem pensar nas consequências, ela não reflete sobre os sentimentos do outro, apenas fala. Assim, ela expõe fatos e opiniões sem considerar o que tais afirmações podem causar nas pessoas à sua volta.

As palavras tem muito poder e tanto podem motivar como podem destruir pessoas. Comentários sobre a vida dos outros que relembrem momentos constrangedores, por exemplo, são incômodos para quem os viveu e pode impactar negativamente na vida da pessoa.

Um sincericida busca sempre relembrar atitudes ou condutas reprováveis de outras pessoas, assim ele pode sempre se sentir por cima e desmotivar os outros. 

Dizer a “verdade” é algo relativo, o que aconteceu ontem não é o mesmo que acontece hoje. Tudo são fases, mas quem usa do sincericídio busca atingir outras pessoas trazendo à tona fatos antigos e desagradáveis.

Diferença entre a sinceridade e o sincericídio

Muitas pessoas confundem os significados de sinceridade e sincericídio, mas apesar das semelhanças, os pontos principais destas ações são as suas diferenças. A sinceridade é uma habilidade importante nos dias atuais, ser transparente e falar o que sente é importante para o convívio em sociedade.

Quando uma pessoa é sincera, ela é verdadeira e busca sempre trazer uma opinião ou um fato com intuito de ajudar ou de melhorar. Uma pessoa sincera sempre pensa antes de falar, ela sempre busca transmitir a verdade de uma maneira positiva, enfatizando  o que precisa ser dito sem que isso possa ferir outras pessoas.

Já os sincericidas são pessoas egocêntricas, que se sentem donas da razão. Um sincericida traz à tona fatos e opiniões desagradáveis para desestabilizar outras pessoas.

E ainda costumam se prejudicar com isso, pois não pensam antes de falar e atraem olhares pouco amistosos para si.

Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Como deixar o sincericídio de lado?

E aí, se reconheceu nas falas, você acha que é um sincericida ou uma vítima do sincericídio? Fique calmo! Agora, vamos lhe mostrar maneiras de deixar o sincericídio de lado em suas falas e de enfrentar esse comportamento, confira as nossas dicas abaixo:

Traga uma nova percepção dos momentos difíceis da sua vida

A vida humana é cheia de erros. Ninguém, absolutamente ninguém é perfeito. Nós erramos e acertamos todos os dias, o mais importante é entender como podemos reagir a isto.

Por isso, a nossa primeira dica é para que você tente trazer um novo sentido aos momentos difíceis da sua vida.

Assim, você conseguirá ter a noção de que o que aconteceu foi importante para o seu aprendizado e que você não deve ser julgado por isto.

Essa é uma maneira de se sentir fortalecido e não dar a mínima importância para críticas de sincericidas.

Pratique a positividade!

Enxergue a vida de uma maneira positiva. Tudo o que você já passou foi importante para o seu aprendizado e a sua evolução pessoal.

Busque sempre lidar com as pessoas de maneira gentil, sempre sendo sincero e se importando com os outros. Isso é importante para o seu crescimento contínuo como pessoa.

Pratique a empatia!

A empatia é o ato de se colocar no lugar dos outros. Se você percebeu que é um sincericida e está disposto a mudar esse comportamento, pratique a empatia! Dessa maneira, você pode compreender os pontos de vista dos outros e sempre buscar ser sincero, trazendo fatos e opiniões construtivas para o diálogo.

E se você é uma vítima de sincericídio, praticar a empatia também é importante. Dessa maneira, você não será atingido por fatos e opiniões que visam lhe desmotivar.

Pelo contrário, você pode até ajudar a pessoa a perceber que está sendo inconveniente.

Autoconhecimento e inteligência emocional

Duas habilidades importantes para deixar o sincericídio de lado são o autoconhecimento e a inteligência emocional. Através delas, você conseguirá se conhecer melhor, entender e modificar os seus comportamentos e pensamentos.

Também terá mais controle sobre as suas emoções e ações. A inteligência emocional e o autoconhecimento são competências fundamentais para o nosso desenvolvimento como pessoas.

Elas podem fazer a diferença e evitar que sejamos atingidos por pessoas más intencionadas ou que nós sejamos os autores de frases ou ações descabidas.

Faça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Quer saber mais sobre PNL e aprender recursos para mudar a sua vida? Aqui no IBND temos uma formação completa! Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®