Conheça os pilares da inteligência emocional

05/02/2021 às 11:17 PNL

Conheça os pilares da inteligência emocional

A inteligência emocional é uma das habilidades mais importantes no mundo atual. Seja na vida pessoal ou na vida pessoal, desenvolver essa competência faz toda a diferença. Já falamos sobre inteligência emocional outras vezes aqui no blog e no artigo de hoje falaremos sobre os principais pilares da inteligência emocional.

Ter equilíbrio emocional é o sonho da maioria das pessoas e isso só é possível com a inteligência emocional. Basicamente é através dessa habilidade que conseguimos aprender a lidar com as nossas próprias emoções e usar os nossos hábitos e comportamentos a nosso favor.

Para desenvolver a inteligência emocional é preciso entender os pilares dessa competência. Aplicando estes pilares diariamente, você desenvolverá a inteligência emocional e poderá construir relações saudáveis, tomar decisões mais assertivas e conscientes e segurar atos impulsivos.

Os cinco pilares da Inteligência Emocional

O jornalista americano Daniel Goleman, autor do livro “Inteligência Emocional” e um dos principais especialistas no conceito elencou os cinco pilares da inteligência emocional. Confira abaixo quais são eles:

Conhecer as próprias emoções

Não é possível desenvolver a inteligência emocional sem conhecer a si mesmo. O primeiro pilar da inteligência emocional é o conhecimento sobre as próprias emoções. Refletir sobre si mesmo, analisar as próprias emoções e o próprio comportamento é o início da inteligência emocional.

A nossa dica é que você passe pelo processo de coaching. Nesse processo, o coach pode lhe estimular a desenvolver o autoconhecimento. E através do autoconhecimento você pode fazer reflexões profundas sobre si mesmo. Dessa forma, você entenderá por que age e reage de maneiras diversas em diferentes situações.

Essa é a melhor maneira de conhecer suas próprias emoções, entender os seus principais desejos e refletir sobre o que você precisa melhorar para alcançar os seus objetivos.

Controlar as próprias emoções

O segundo pilar da inteligência emocional é o controle das próprias emoções. Essa é uma das partes mais difíceis, mas quando se aprende a controlar as próprias emoções, se desenvolve a inteligência emocional de forma assertiva.

Agora que você conhece as suas próprias emoções, você precisa aceitá-las e aprender a conviver com elas. Somente assim poderá controlá-las. Dessa maneira, você conseguirá encarar novos desafios sem dar espaço para atos impulsivos.

O controle das nossas próprias emoções é fundamental para melhorar os nossos resultados na vida. Olhar as nossas ações e os nossos desafios sempre por uma ótica positiva faz toda a diferença.

Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Automotivação

Aprender a motivar a si mesmo é muito importante para desenvolver plenamente a inteligência emocional. Entender como você responder positivamente aos seus próprios estímulos é essencial para tomar decisões assertivas e ter plena confiança em seu potencial.

Isso lhe ajudará a manter a perseverança na busca pelos seus objetivos. A automotivação é uma habilidade importante que nos permite enxergar o que nós já conseguimos e isso reforça a nossa capacidade interna de moldar nosso pensamento de forma positiva.

A automotivação nada mais é do que ter foco e acreditar a si mesmo. Esse pilar é muito importante para a inteligência. Além de consciência e controle, é preciso saber como usar as nossas emoções para nos impulsionar para conquistas.

Empatia

Se colocar no lugar do outro é outro pilar fundamental da inteligência emocional. Além de aprender a lidar com as nossas próprias emoções, precisamos aprender a reconhecer e entender as emoções dos outros.

Se tornar uma pessoa empática é essencial para desenvolver relacionamentos saudáveis. Isso nos torna mais preparados para qualquer tipo de imprevisto. Eliminar o julgamento do nosso dia a dia é importante para o nosso crescimento pessoal.

A empatia nos ajuda a não julgar pontos de vista de outras pessoas. Entender o comportamento e as opiniões dos outros é importante para que possamos rebater com os argumentos certos e possamos fazer com que os outros entendam o nosso ponto de vista. Sendo empáticos, podemos fazer isto sem parecer que somos superiores ou que estamos julgando a outra pessoa.

 Boas relações interpessoais

O último pilar da inteligência emocional é nutrir boas relações interpessoais. Esse é um ponto chave para ter relacionamentos saudáveis. Entender as emoções dos outros, nos possibilita guiá-las da forma certo.

Ter boas relações facilita tudo a nossa volta, criando um ambiente positivo e adicionando uma maior qualidade de vida para todos ao nosso redor. Um dos fatores mais importantes da inteligência emocional é que ela nos traz a capacidade de apaziguar ambientes e mediar conflitos, isso é possível através das boas relações que mantemos.  

Estes são os cinco pilares cruciais para desenvolver a inteligência emocional.

Faça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Uma das metodologias mais eficazes para o desenvolvimento da inteligência emocional é a PNL. Aqui no IBND possuímos uma formação completa, onde você aprenderá a utilizar todos os recursos da PNL para melhorar a sua vida e a de outras pessoas. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Gostou deste artigo? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK