Quem foi Friedrich Nietzsche?

06/07/2021 às 17:02 Hipnose

Quem foi Friedrich Nietzsche?

Ouvimos falar de grandes pensadores antigos e da modernidade, mas nem sempre sabemos quais foram as suas contribuições para a sociedade atual. Você sabe quem foi Nietzsche? Dá uma olhada!

Quem foi Friedrich Nietzsche?

Nascido como Friedrich Wilhelm Nietzsche em 1844, foi um filósofo, filólogo, crítico cultural, poeta e compositor da Prússia. Escreveu diversos textos criticando a religião, a moral, a cultura contemporânea, filosofia e ciência, escrevendo através de metáforas, ironias e aforismos, e é um dos pensadores modernos mais influentes até os dias atuais.

Nietzsche iniciou sua carreira como filólogo clássico, um estudo da crítica textual grega e romana, carreira na qual recebeu nomeação a uma cadeira na Universidade da Basileia, tendo sido a pessoa mais jovem a ter alcançado esta posição.

Com quarenta e quatro anos de idade, sofreu um colapso e a perda completa de suas faculdades mentais. Diagnósticos posteriores relatam que houve uma paresia geral atípica devido a sífilis terciária, mas ainda continua sendo estudado. Nietzsche passou 11 anos de sua vida em total escuridão mental. Ficou em asilos e sob os cuidados da irmã e da morte, até morrer em 1900.

Objetivos de Nietzsche

Sua principal filosofia é a ideia da “afirmação da vida”, que envolve o questionamento de qualquer doutrina que retire uma expansiva energia, ou que neguem a vida, não importando o quão socialmente predominantes essas ideias sejam.

Suas tentativas de desmascarar as intenções por trás das religiões ocidentais afetou significativamente gerações de teólogos, filósofos, psicólogos, poetas, escritores e outros.

Muitas das críticas de Nietzsche se relacionavam com diagnósticos psicológicos que expunham uma consciência falsa afetando as pessoas que receberam aquelas ideias.

Questionou radicalmente o valor e a objetividade da verdade, e contribuiu para o humanismo.

Ideias principais de Nietzsche

Veja abaixo as principais ideias do legado de Nietzsche:

  1. A vontade de potência

A vontade de potência é a ideia de que o homem é vontade de potência, de que a vida é vontade de potência, é luta incessante de forças, eterno conflito de criar e aniquilar, ou seja, a ideia de que todas as coisas nada mais são que aglomerados de forças que se atraem ou se repelem, trazem motivação ou não. Para Nietzsche, todo acontecimento, em última análise, é vontade de potência. Essas forças podem ser entendidas como ativas ou reativas, apolíneas e dionisíacas, porém em meio ao caos existe uma regência, uma hierarquia, a possibilidade de aumento ou diminuição da potência e uma harmonização do caos pela vontade.

  1. Perspectivismo

O perspectivismo é a visão filosófica de que toda percepção e pensamento tem um lugar a partir de uma perspectiva que é alterável. O perspectivismo defende que há uma única realidade, mas os indivíduos a percebem de forma distinta dos demais.

  1. O eterno retorno

Também conhecida como eterna recorrência é uma teoria de que tudo o que é recorrente tende a ocorrer novamente um número infinito de vezes ao longo do tempo. O conceito traz uma reflexão a respeito do que queremos que continue se repetindo infinitamente em nossas vidas.

  1. A morte de Deus

A citação “Deus está morto” aparece pela primeira vez na produção do filósofo Gaia Ciência. Essa constatação trazida por Nietzsche representa a queda do modelo platônico de pensamento, o fim de um período onde tudo era explicado a partir da revelação divina, tendo como base a divisão entre um mundo dividido (transcendente) e um mundo humano (material). Demonstra o fim do pensamento medieval e o início do pensamento moderno, onde o homem se coloca no lugar de Deus através da valorização da ciência da razão própria. Assim, assumindo o pressuposto de que Deus não pode mais sevir para a construção de qualquer forma de pensamento, o homem moderno substitui a fé em Deus (teologia) pela fé no homem (ciência), já que é ele mesmo quem instaura a ciência e lhe concede o estatuto da verdade. Consequentemente, os valores divinos e dogmas dão lugar à ideia de progresso, de qualidade de vida, de evolução histórica, de controle e mensuração da vida.

  1. O “super homem” ou Ubermensch

Tradução do alemão Ubermensch, o super homem ou sobre-humano se relaciona é aquele que ocupa seu lugar na terra, no lugar de ação e de liberdade, no estabelecimento de sua vontade e onde ocorre uma transvaloração de todos os valores, uma espécie de “religião dos espíritos livres” onde os humanos buscam um incessante processo de superação e criação.

  1. Afirmação da vida

Na afirmação da vida, Nietzsche propõe a aceitação da vida mesmo nos momentos de dor e sofrimento, uma superação do homem pelo próprio homem. Afirmar a vida é um caminho de autossuperação em que ocorre uma transformação dos valores do ser humano.

Livros escritos por Nietzsche

Nietzsche foi um pensador muito produtivo e deixou escritos como:

  • O nascimento da tragédia no espírito da música
  • A filosofia trágica dos gregos
  • Sobre a verdade e mentiras em um sentido não-moral
  • Considerações extemporâneas
  • Humano, demasiado humano
  • Aurora, reflexões sobre preconceitos morais
  • A gaia ciência
  • Assim falou Zaratustra
  • Além do bem e do mal
  • Genealogia da moral
  • O crepúsculo dos ídolos
  • O caso Wagner
  • O anticristo
  • Ecce Homo
  • Nietzsche contra Wagner

Niilismo

O niilismo é uma doutrina filosófica cuja principal característica é uma visão cética radical e sobretudo pessimista em relação às interpretações da realidade, que aniquila valores e convicções. É a desvalorização e a morte do sentido, a ausência de finalidade e de resposta ao “por quê”. Muitas pessoas confundem as teorias de Nietzsche como sendo niilistas quando, na realidade, são o contrário: não se direciona a ver a vida com maus olhos, a desconstrução dos valores e do pensamento pré-estabelecido se direciona para valorizar a vida, para reafirmá-la, sobretudo no que diz respeito a manter o foco na vida, no autoconhecimento e na autorregulação, e não em questões sobrenaturais.

E você, ficou curioso para conhecer mais personalidades que mudaram a nossa realidade atual? Quer aprender uma abordagem de saúde e melhorar a sua vida hoje mesmo?

Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

ALMEIDA, M. Para além da morte de Deus. Kinesis. 2009;1(2).


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK