Psicoterapia: uma panaceia mundial?

25/05/2021 às 16:30 Hipnose

Psicoterapia: uma panaceia mundial?

Com a crescente onda de transtornos de saúde mental, altos índices de ansiedade e depressão, taxas de suicídio crescentes, cada vez mais pessoas têm se atentado para importância da psicoterapia. Mas será que a psicoterapia resolve tudo?

A palavra “panaceia” vem da junção grega entre “pan”, que significa todos, e “akos” que denominaria remédio. Dessa forma, a panaceia seria um medicamento capaz de curar todas as doenças.

Por muito tempo se procurou uma forma mágica de resolver todos os problemas da humanidade. Após entender que isso não existe, o ser humano buscou formas alternativas para lidar com cada problema encontrado, de forma separada.

Com a chegada da importância da inteligência emocional, muitas vezes vemos recomendações e direcionamentos para “ir fazer psicoterapia”, como se tal atividade fosse a saída para muitos dos problemas sociais que vivenciamos. Mas será mesmo?

Psicoterapia

A psicoterapia é o uso de métodos psicológicos para ajudar uma pessoa a mudar um comportamento e superar problemas de forma desejada. Seus objetivos são melhorar a saúde mental, o bem estar e a qualidade de vida das pessoas, através da transformação de comportamentos, crenças, pensamentos, emoções e o desenvolvimento de relacionamentos, habilidades sociais e da inteligência emocional.

É sempre bom lembrar que o termo “psicoterapia” e “psicoterapeuta” não se restringe apenas à categoria de psicólogos. É um termo utilizado por todos os tipos de terapia que utilizam primariamente recursos psicológicos como modo de intervenção.

Pandemia

A crise humanitária, social, econômica e sanitária na qual todos estamos inseridos trouxe à tona a importância de cuidar da saúde mental. Cada vez mais pessoas buscam se entender e compreender o que estão vivenciando, seja consigo mesmo ou nas relações interpessoais. A escuta ativa do psicoterapeuta é um recurso fundamental para acolher as diversas aflições e angústias do nosso tempo.

Fetichização da psicoterapia

O tratamento psicoterápico é de extrema importância, principalmente em casos mais graves, como ideações suicidas, problemas na aprendizagem, conflitos interpessoais, entre outros. Em conjunto com a psiquiatria, a psicoterapia vai ajudando o ser humano a se entender além do aspecto físico da saúde, com uma visão mais biopsicossocial do mesmo.

No entanto, muitas pessoas acham que fazer psicoterapia resolve todos os seus problemas, quando não é bem assim. Nenhum psicoterapeuta pode afirmar que o tratamento facilitado por ele trará uma “cura”, pois isso depende, e muito, do próprio paciente/cliente.

Psicoterapeutas e divulgação

Mesmo havendo cláusulas específicas sobre divulgação orientadas pelo Conselho de Ética dos psicólogos, alguns profissionais desconhecem a linha entre vender ou ofertar seus atendimentos com autopromoção, principalmente nas redes sociais. Divulgar suas competências, sua linha de trabalho e qualificações são perfeitamente recomendados, mas afirmar aquilo que não pode entregar ao cliente é um grande erro. Dessa forma, o profissional psicoterapeuta é responsável por deixar claro o trabalho que será realizado e diante dessas informações, o cliente pode fazer sua escolha.

O papel do psicoterapeuta

Deve-se sempre lembrar que o papel do psicoterapeuta é de auxílio, de caminhar em conjunto com o paciente, e é preciso que este demonstre uma vontade de mudança. O ambiente psicoterápico tem por objetivo ampliar as ideias e possíveis soluções que o próprio paciente vai ajustando ao longo da jornada. Por outro lado, o psicoterapeuta aplica a habilidade de se engajar e desenvolver o vínculo terapêutico, os quais trazem à tona os pensamentos e sentimentos pessoais.

Nesse sentido, o psicoterapeuta também precisa desenvolver a capacidade de suportar o sofrimento humano com dignidade e ajudar seu cliente a também enfrentar essa parte da vida. Avaliar as necessidades e buscar trabalhar nelas, direcionando o paciente para onde ele quer ir, de acordo com os recursos disponíveis. É um tipo de profissão que necessariamente tem uma consideração positiva no ser humano e dá um voto de confiança na possível melhora de seus sintomas ou transtornos.

Rumos

Mas mesmo com toda técnica e prática do terapeuta, é possível que alguns resultados não sejam alcançados. Esse fator pode ser resultado de diversos fatores, como a falta de um estabelecimento sólido do vínculo terapêutico, a falta de colaboração e engajamento por parte do paciente e mesmo a falta de tratamentos complementares com abrangência de outras terapias, como a hipnose, o coaching, as terapias holísticas, a psiquiatria e outras metodologias que trabalhem com recursos psíquicos em seus atendimentos.

Lembrando que não são com todos os profissionais que criamos rapport, ou seja, um vínculo terapêutico e é perfeitamente possível buscar um profissional que achamos que pode nos ajudar, pois a “afeição” para com o psicoterapeuta já demonstra uma facilidade para abertura e tratamento com este profissional.

Soluções

Dessa forma, não é possível afirmar que a psicoterapia é capaz de solucionar todos os problemas de saúde. É preciso que o profissional esteja ciente disso, assim como seu cliente, para que não haja frustrações.

Mesmo tendo um domínio de pelo menos 100 anos de experiência e pesquisa, a Psicologia vem desenvolvendo novas formas de entender o ser humano e a saúde mental. Dessa forma, muito há de se descobrir e aperfeiçoar as técnicas utilizadas.

Contexto social

É preciso lembrar que a saúde mental não está descolada do cotidiano e do contexto das pessoas, mas, sim, diretamente relacionados com o modo de vida que o indivíduo escolhe para si ou de acordo com o qual é pressionado a viver.

São contingências sociais que muitas vezes delimitam as condições de vida em que esse indivíduo vai viver e experienciar, e quando inserido num contexto precário, sem recursos e sem infra-estrutura, ficará mais difícil buscar mudanças apenas trabalhando o seu emocional. É preciso ser feito um esforço conjunto, entre diversas áreas interdisciplinares, para poder abarcar a saúde mental coletiva e ver resultados.

Gostaria de saber mais sobre como a hipnose interage com a psicoterapia?

Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK