Procrastinação e preguiça não são sinônimos. Entenda!

18/03/2022 às 20:37 Dicas

Procrastinação e preguiça não são sinônimos. Entenda!

Frequentemente, a preguiça é usada como sinônimo de procrastinação. Mas você sabia que procrastinação e preguiça não são palavras distintas para descrever a mesma coisa? 

Para que você comece a compreender a diferença, vamos nos usar de um exemplo:

Se você já adiou uma tarefa importante da faculdade ou do trabalho, digamos, para organizar a sua geladeira, você sabe que não seria nada justo se descrever como uma pessoa preguiçosa. 

Afinal, organizar a geladeira requer esforço — talvez você ainda tenha ido um pouco além, limpando os potes antes de devolvê-los ao seu correto lugar. E não é como se você estivesse deitada no sofá assistindo ao Netflix. Isso não é preguiça, mas sim procrastinação

Mas, se procrastinar não é preguiça, então o que é? 

Vamos entender mais sobre este assunto que costuma gerar bastante dúvida neste conteúdo desenvolvido pelos profissionais especialistas em hipnoterapia do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento). 

O que é procrastinação?

Procrastinar é adiar uma tarefa, responsabilidade ou compromisso de forma constante. Para aqueles que procrastinam, vale a ideia de que tudo o que pode ser feito amanhã, não será feito hoje. 

É importante esclarecer que, em grande parte dos casos, o ato de procrastinar está relacionado a questões emocionais, tal como a insegurança e o medo de realizar determinar atividade.

Sendo assim, a procrastinação não é necessariamente uma questão de má vontade, mas pode ter motivos muito mais profundos e estar associada a baixa autoestima e comportamentos autodestrutivos.

No dia a dia, a procrastinação pode se manifestar de formas diferentes. Há quem procrastine para começar uma tarefa por achá-la muito fácil ou, ao contrário, muito difícil, por exemplo. 

O que é preguiça?

Enquanto procrastinadores trocam tarefas por outras de menor importância para não fazer a atividade principal, o preguiçoso não faz nada. 

A preguiça é atualmente uma das grandes barreiras para o crescimento pessoal e profissional. 

No dia a dia, a pessoa preguiçosa sempre vai se recusar a fazer qualquer atividade que dê o mínimo de trabalho. Não será um adiantamento como o procrastinador e sim uma recusa. 

Para este tipo de pessoa, tudo é extremamente difícil e sempre há uma boa desculpa para não fazer o que é necessário. 

Se você se identificou como uma pessoa preguiçosa, convidamos você a ler o artigo em nosso blog: como acabar com a preguiça.

Afinal, eu sou uma pessoa preguiçosa ou procrastinadora?

É normal que você tenha essa dúvida. Contudo, existem diferenças bastantes nítidas entre esses dois perfis. Confira.

  • Adiar x não fazer: o procrastinador adia o que precisa fazer, mas não se recusa a assumir um compromisso. Por sua vez, o preguiçoso não quer fazer a tarefa e normalmente recusa a responsabilidade.

  • Substituir x não fazer: o procrastinador troca a tarefa que deveria fazer por outra. Já o preguiçoso, simplesmente não fará aquilo que precisa e, provavelmente, passará o dia em frente a televisão, por exemplo.

  • Ansiedade por não fazer x não fazer: pessoas que procrastinam tendem a se sentir ansiosas e culpadas por não cumprir suas obrigações. O preguiçoso, por sua vez, não sentirá culpa e ansiedade por isso. 

Quer parar de procrastinar? A auto hipnose pode te ajudar!

Quando tentamos parar de procrastinar e não conseguimos, isso aumenta nossos conflitos internos, causando mais perda de foco e aumentando a ansiedade. 

Neste sentido, a Hipnose possibilita um estado de atenção focada, que pode ser potencializada quando nos concentramos em nossa respiração, fechamos nossos olhos e relaxamos a nossa mente. 

Afinal de contas, uma mente tranquila e focada em si mesmo é a chave para a mudança de comportamento.

Além disso, como já dito, por trás da procrastinação sempre existirá um porquê. E na hipnoterapia, você será levado a encontrar e tratar a raiz desse problema — o chamado E.C.I (Evento Causador Inicial).

Gostou deste conteúdo? Então não deixe de conhecer o curso de hipnose online.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK