O que é o Complexo de Inferioridade?

29/01/2021 às 22:04 PNL

O que é o Complexo de Inferioridade?

O complexo de inferioridade é uma das fobias sociais que mais crescem no Brasil. Esse problema junto com a ansiedade e a depressão são os que mais afetam a mente da maioria dos brasileiros. Em tempos de quarentena, com as pessoas passando mais tempo em casa, ele pode se agravar.

É preciso que todos entendam o que é o complexo de inferioridade e como ele atua. Afinal, essa fobia pode surgir em qualquer momento da vida. Mesmo pessoas que sejam equilibradas emocionalmente, podem virar a sofrer com este problema, então é preciso ficar de olho!

Aqui neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre essa fobia, abordando suas origens mais comuns e as formas de tratamento para superar este problema.

O que é o Complexo de Inferioridade?

O complexo de inferioridade é um tipo fobia social que faz com que em diversas situações, uma pessoa se sinta inferior a outra pessoa, isso geralmente acontece por conta de comparações.

Quando uma pessoa acredita que não é tão relevante quanto as outras, ela acaba se achando inferior a todos. Essa é a principal característica das pessoas com complexo de inferioridade, as pessoas com esse distúrbio acreditam apenas na sua própria opinião. Independente do que os outros falem, ela se coloca abaixo dos demais.

O termo “Complexo de Inferioridade” foi criado pelo psiquiatra austríaco Alfred Adler, e segundo o próprio criador desse distúrbio, o complexo de inferioridade incapacita pessoas de resolverem os seus próprios problemas.

O surgimento do Complexo de Inferioridade pode ser percebido pela presença de fatores como o isolamento social, ter o hábito de se comparar a outras pessoas, se preocupar excessivamente com a opinião dos outros e não lidar bem com críticas, por exemplo.

Quais são as origens mais comuns do Complexo de Inferioridade?

Existem alguns motivos bem comuns que acabam por gerar o Complexo de Inferioridade. Um deles é a baixa autoestima. Pessoas com baixa autoestima não possuem confiança em suas capacidades e costumam se inferiorizar em relação aos outros.

Segundo Adler, existem algumas situações que podem dar origem a esta fobia social. O complexo de inferioridade pode surgir após uma rejeição, um trauma de infância, superproteção dos pais ou atos de preconceitos.

No convívio social acabamos por nos envolver com pessoas que nos levam a experenciar esse tipo de situação. Por isso, é muito importante desenvolver outras habilidades como o autoconhecimento, a inteligência emocional, a autoconfiança e a automotivação.

Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Como tratar o Complexo de Inferioridade?

Depois de ler os tópicos acima, você acredita estar com Complexo de Inferioridade? Se sim, se liga nas nossas dicas abaixo para que você possa tratar esse distúrbio e evitar seus malefícios:

Não se compare com outras pessoas!

Cada pessoa tem suas próprias peculiaridades. Todos somos diferentes, logo alguns desenvolvem mais aptidão para uma ou outra atividade. E isso é normal. Um dos principais problemas de pessoas com complexo de inferioridade é que costumam se comparar bastante com outras pessoas, mas se todos são diferentes, por que fazer comparações?

Por isso, a nossa primeira dica é que você pare de se comparar com outras pessoas. Para começar a fazer isto, deixe de olhar as redes sociais, por exemplo, os posts nessas redes contribuem para que as pessoas comparem suas vidas com as vidas de famosos, parentes e amigos.

Conheça os seus pontos fortes

Uma das formas de nos fortalecemos como pessoas é desenvolver a autoconfiança. Confiar em si mesmo é fundamental para acabar com o complexo de inferioridade. As comparações começam porque as pessoas não acreditam no seu potencial e daí passam a ver todos os outros como melhores e mais aptos.

Dessa forma, a nossa segunda dica é que você busque conhecer os seus pontos fortes. Você pode, por exemplo, passar por sessões de coaching ou PNL para conseguir desenvolver o autoconhecimento.

Se conhecendo melhor, você poderá perceber quais são as suas principais habilidades e será muito mais fácil acreditar no que você pode fazer. Esse é um ponto muito importante no tratamento do complexo de inferioridade.  

Tente ser mais positivo

As pessoas com complexo de inferioridade se caracterizam por serem bastante negativas. Elas não conseguem ver nenhuma ação de forma positiva. Por isso, a nossa última dica é que você tente ser mais positivo.

Abandone a negatividade! Esse é o momento! Tentar enxergar o lado positivo das situações cotidianas é essencial para que possamos tratar o complexo de inferioridade. Tente implementar novos hábitos que lhe ajudem a se tornar uma pessoa mais positiva e tudo ficará mais fácil.

Faça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Aqui no IBND possuímos uma formação Practitioner em PNL completa. Aprenda a utilizar todos os recursos da programação neurolinguística e mude a sua vida para melhor. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Gostou deste artigo? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK