O que é a ressignificação na PNL? Aprenda a se libertar da negatividade!

27/05/2021 às 01:12 PNL

O que é a ressignificação na PNL? Aprenda a se libertar da negatividade!

Você já ouviu falar ou leu sobre o conceito conhecido como ressignificação? Apesar de não ser uma palavra muito usada em nosso cotidiano, esse termo tem uma força surpreendente dentro das áreas de estudos da Programação neurolinguistica (PNL) e coaching.

 A palavra “ressignificar” é definida no dicionário como “dar um sentido diferente a alguma coisa; redefinir”. Já, no contexto da PNL, a ressignificação é entendida como dar outro sentido para uma situação ou momento da sua vida, quando desejamos fazer grandes mudanças positivas em nossa história.

Se ainda não ficou muito claro o que é a ressignificação e qual o papel desta ferramenta do Coaching e PNL em nossas vidas, convido você a continuar fazendo a leitura deste artigo do Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento (IBND) para entender de que forma podemos aplicar este conceito em nosso dia a dia. Acompanhe!

O que quer dizer a palavra ressignificação?

Forte e poderosa, a palavra ressignificação quando bem aplicada tem o poder de ajudar uma pessoa e levar a sua vida por uma direção nova e muito mais positiva. Ressignificar, como já dissemos, é dar um novo sentido a algum acontecimento, sobretudo, aqueles negativos como traumas de infância.

Ou seja, quando escolhemos ressignificar algo, estamos optando por transformar uma experiência negativa em algo positivo. E por mais dolorosa que tenha sido uma situação, sempre é possível buscar um lado positivo em tudo que passamos para que possamos seguir em frente.

Na PNL a ressignificação é perceber que uma situação traumática não é tão traumática assim, pois é por meio destas experiências que saímos mais fortes para lidar com a vida, tendo a oportunidade de aprender e modificar comportamentos que nos afastam dos nossos objetivos.

E lembre-se: situações difíceis constroem pessoas mais fortes!

Conheça os benefícios da ressignificação na sua vida

Adotar a prática da ressignificação é importante uma vez que iremos encontrar muitas pedras durante a nossa jornada que devem ser superadas.

Neste contexto, o que diferencia os vencedores das outras pessoas é justamente o modo como eles se posicionam diante dos problemas. Afinal de contas, quando algo desagradável acontece em sua vida você irá ficar chorando pelos cantos ou irá levantar a cabeça e tentar enxergar a situação por uma perspectiva diferente?

Espero que você tenha escolhido a segunda situação!

A seguir, listamos os principais benefícios que a ressignificação pode trazer para a sua vida:

  • A ressignificação, junto com a PNL, tem o incrível poder de transformar experiências negativas em aprendizados;
  • Te ajudará a encontrar forças e motivação para continuar mesmo em meio as adversidades;
  • Te motiva a enxergar a vida sob uma perspectiva mais leve e positiva;
  • Instiga a gratidão mesmo e, sobretudo, nos momentos de dificuldade;
  • Ajuda a eliminar o comportamento tóxico do vitimismo para que você assuma o controle da sua vida;
  • Desenvolve o autoconhecimento necessário para seguir em frente!

Comece o processo de Ressignificação em quatro passos práticos

Agora que você já conhece alguns dos benefícios que a ressignificação pode proporcionar a sua vida e desenvolvimento pessoal, é hora de arregaçar as mangas e dar “start” no processo de ressignificação através de dicas que você pode por em prática assim que finalizar a leitura deste artigo do IBND.

Passo #1 – Entenda-se com o seu passado!

Esquecer o que aconteceu no passado não é solução para seguir em frente. Somente os corajosos e vencedores tem coragem de olhar para as situações do seu passado e encará-los de frente, perdoando o que deve ser perdoado e extraindo coisas boas de cada situação.

Fazendo isso, você começa a dar o primeiro passo em direção ao seu processo de ressignificação.

Passo #2 – Respeite a sua jornada!

Para que nos tornemos pessoas melhores para nós mesmos e para aqueles ao nosso redor, é preciso que honremos e respeitemos nossa história e jornada de vida.

Orgulhar-se de tudo pelo que você passou e como superou cada adversidade é essencial para desenvolver a autoconfiança e se conhecer internamente.

Passo #3 – Pare de reclamar!

A reclamação é um hábito nocivo que impede a nossa evolução, pois nos coloca em uma posição vulnerável que só servirá para nos paralisar em situações que precisamos agir.

Sendo assim, é fundamental que você entenda que reclamar nunca levou ninguém a lugar nenhum, muito menos ao processo de ressignificação. Por isso, a partir de hoje pense três vezes antes de reclamar.

Passo #4 – Siga em frente!

Quais são os seus objetivos? Quais as suas metas para o futuro? Refletir sobre o que você realmente almeja e manter o seu foco voltado para o presente e o futuro é muito mais útil do que ficar relembrando erros do passado que não somos capazes de mudar.

Portanto, dedique um tempo da sua rotina para definir objetivos, pois eles com certeza te darão forçar para seguir em frente.

A PNL e o processo de ressignificar

Como já dito, a ressignificação é um recurso muito importante da Programação Neurolinguistica que nos permite alcançar melhores resultado em nossa vida pessoal, social e profissional.

Pense em uma situação especifica que aconteceu na sua vida; Como você a interpreta, ou seja, qual a sua leitura deste momento que te marcou?

Suponhamos que você tenha sido demitido do emprego. O seu primeiro impulso pode ser se desesperar e ficar triste ou bravo, afinal, não tem como negar que esta é uma situação desagradável. Mas e se você olhasse essa situação como uma oportunidade para recomeçar sua vida profissional?

É disso que se trata a ressignificação: mudar o significado de algo que nos acontece, para mudar nossa maneira de agir e pensar.

Todavia, a ressignificação na PNL não é sinônimo de negar tudo de ruim que acontece. Trata-se de saber como agir em situações desagradáveis.

Gostou deste artigo e quer saber mais sobre Programação Neurolinguistica? Conheça o curso de pnl do IBND!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK