Já ouviu falar em Alfabetização emocional? Saiba o que é e a sua importância!

12/10/2021 às 22:17 PNL

Já ouviu falar em Alfabetização emocional? Saiba o que é e a sua importância!

A importância e a influência das emoções na vida do ser humano é inegável. Saber se relacionar bem, dominar e reconhecer as emoções e respeitar os sentimentos dos outros é imprescindível para o nosso bem estar e para nossa boa convivência. E neste contexto, o conceito de Alfabetização Emocional é um fator de grande contribuição. 

Durante a infância passamos por diversas situações em que precisamos aprender a lidar com frustrações, com a tristeza, a alegria e outros sentimentos, sejam eles positivos ou não. E quando este aprendizado não faz parte da educação, é normal que o indivíduo desenvolva uma dificuldade ao se deparar com suas emoções. 

Mas vamos com calma. Antes de tudo, você sabe o que é a Alfabetização emocional e como ela funciona? Qual a sua importância para o desenvolvimento infantil e, consequentemente, para a vida adulta? Neste conteúdo do Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento (IBND) vamos responder a estas perguntas e muitas outras. Confira!

Alfabetização emocional: um desafio que compete às escolas e famílias

Alfabetizar é um termo bastante comum na etapa escolar direcionada ao aprendizado da leitura e da escrita. Mas, o significado deste verbo no contexto deste artigo vai muito além de um processo de aprendizado da língua.

Como o próprio nome já nos leva a entender, a Alfabetização emocional tem o objetivo central de ensinar o que são as emoções, para que elas servem e de que forma podem ser externadas. Deste modo, ela nos ensina a compreender e entender nossos sentimentos, bem como nos ajuda a melhorar a compreensão sobre o que o outro está sentindo. 

Este processo, muito além de uma jornada de autoconhecimento, é uma grande oportunidade para enfrentarmos comportamentos negativos, tomar as rédeas de emoções negativas e cessar conflitos em relacionamentos interpessoais

E este é um desafio que compete às escolas e famílias, afinal, estas são as instituições responsáveis por ajudar a criança a desenvolver suas competências socioemocionais. Pois, trabalhar aspectos emocionais desde cedo aumenta as chances de conseguirmos os resultados esperados para um crescimento saudável. 

Os benefícios da Alfabetização emocional na formação da criança

Ajuda a entender e gerenciar as emoções

Através da Alfabetização emocional, a criança aprende a reconhecer e identificar suas emoções, algo extremamente importante para o processo de autoconhecimento. Afinal, uma vez que ela passa a entender o que cada sentimento significa, ela adquire uma compreensão melhor sobre si mesma. 

Ademais, o processo de alfabetização contribui para o controle das emoções, evitando que a criança se descontrole em momentos de tensão e saiba reconhecer seus pontos fortes e fracos. 

Promove o desenvolvimento natural

Aprendendo a controlar e identificar suas emoções, o desenvolvimento geral também é beneficiado. 

Muitas vezes, as crianças podem ter dificuldades com a timidez, desmotivação, problemas de relacionamento, etc., que prejudicam seu desenvolvimento. E ao lidar com questões emocionais, o crescimento tende a fluir de forma mais natural.

Favorece a tomada de decisões pessoais

Saber controlar as emoções também ajuda na tomada de decisões. Afinal, esta é uma forma de evitar a indecisão, uma vez que já passamos pelo processo de autoconhecimento e sabemos do que gostamos, do que não gostamos, quais as atividades mais prazerosas e as consequências que as decisões nos trazem.

Colabora para a maturidade emocional

A maturidade emocional é importante para que possamos evitar e controlar sentimentos que são prejudiciais para o nosso desenvolvimento. A imaturidade leva crianças (e adultos) a se irritarem mais facilmente e ter dificuldades em manter relacionamentos saudáveis, pois não são capazes de controlar o que sentem e de respeitar os outros.

Previne conflitos internos 

Todos nós enfrentamos (ou iremos enfrentar) momentos de instabilidade interna, afinal, com certeza iremos passar por situações que nos deixaram tristes, ansiosos, nervosos ou com medo. Neste sentido, é importante saber como agir nesses momentos.

Através da Alfabetização emocional, é mais fácil manter a calma, manter o equilíbrio interno e se proteger contra fatores que possam afetá-lo de maneira negativa.

Traz facilidade para lidar com frustrações

Frustrações fazem parte da vida e da infância de qualquer pessoa, porém, é preciso saber lidar com essas situações de forma saudável. Quando a criança não aprende a lidar com frustrações, isso pode prejudicar seu desenvolvimento e provocar problemas maiores, como a depressão, por exemplo. 

Gostou de aprender mais sobre este tema? Você já tinha ouvido falar em Alfabetização emocional alguma vez? Então aproveite para conhecer o curso de pnl do IBND e saiba como esta ferramenta auxilia na potencialização da inteligência emocional.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK