Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Como evitar crises de ansiedade?

08/09/2020 às 16:12 Dicas

Como evitar crises de ansiedade?

Com toda certeza, você já ouviu falar sobre a ansiedade. Esse transtorno afeta a nossa mente negativamente e reflete em nosso corpo físico de maneira voraz. Em uma crise de ansiedade podemos nos sentir paralisados e com a sensação de estarmos sofrendo de outros problemas como um infarto, por exemplo.

Você já teve uma taquicardia muito forte, onde seu coração e a sua respiração aceleraram, você suava bastante e a parecia que você estava prestes a explodir? Muitas vezes isso não está ligado a nenhum problema físico, o que você teve foi uma crise de ansiedade.

Neste artigo, você vai entender melhor como controlar a sua ansiedade.

O que é o transtorno de ansiedade?

O transtorno de ansiedade se caracteriza como um estado de preocupação excessiva e constante, onde perdemos o controle da mente e do corpo. Uma pessoa ansiosa acaba sempre esperando por más notícias, sempre alimentando sentimentos ruins e por isso está sempre preocupada, sempre vigilante e cansada.

Em certo momento, a preocupação se torna tão grande, mesmo que sem motivo aparente, que a alta carga emocional reflete em nosso corpo físico, causando uma crise de ansiedade.

Cada pessoa manifesta a ansiedade de um jeito, podendo apresentar sintomas diferentes e isso tona difícil fazer um diagnóstico prematuro.

A crise de ansiedade é uma junção de vários sintomas intensificados por pensamentos de desespero e horror. A carga emocional e física é tão forte que raramente uma pessoa consegue se controlar durante uma crise.

Principais sintomas da ansiedade

Dentre os principais sintomas da ansiedade, podemos citar alguns mais comuns. Geralmente, estes sintomas revelam uma ansiedade generalizada que é potencializada por uma carga emocional muito forte e reflete no corpo físico de forma fulminante, confira os principais sintomas abaixo:

  • Taquicardia – o coração começa a acelerar sem motivo aparente
  • Dificuldade para respirar ou respiração alterada – dependendo da pessoa, a respiração pode ficar extremamente acelerada ou bem lenta, o que pode causar uma falta de ar.
  • Sudorese, calafrios e dores no peito – começar a suar excessivamente, sentir calafrios e fortes dores no peito também é sinal de uma crise de ansiedade.
  • Tremores no corpo e formigamentos – Sentir formigamento ou tremores incomuns em diversas partes do corpo refletem um sistema nervoso bastante alterado e podem ser indícios de uma crise.
  • Medo excessivo de algo ou de alguma situação – Pessoas ansiosas costumam sentir um medo excessivo de situações ou objetos específicos.

Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Todos podemos ter ansiedade ao longo da vida?

Sim, qualquer um de nós em qualquer momento da vida pode desenvolver a ansiedade. Geralmente, há fatores externos e internos que favorecem o desenvolvimento desse transtorno como veremos abaixo:

  • Traumas – pessoas que sofreram com experiências traumáticas como abusos de qualquer gênero e a perda de pessoas próximas podem desenvolver ansiedade.
  • Demissões ou humilhações no trabalho – quando uma pessoa passa por uma situação constrangedora no âmbito profissional, ela tem o sistema nervoso abalado e fica mais propenso a ter ansiedade.
  • Crise financeira ou no relacionamento – quando fatores importantes como um relacionamento ou as finanças não vão bem e não conseguem ser resolvidos rapidamente, eles podem ajudar uma pessoa a se tornar mais ansiosa.
  • Sofrer de outros transtornos – pessoas que já possuem outros transtornos como depressão, síndrome do pânico ou qualquer tipo de fobia também podem ser predispostas a serem ansiosas.

Como se prevenir para evitar uma crise de ansiedade

Como dissemos ao longo do texto, dificilmente uma pessoa conseguirá se controlar durante uma crise de ansiedade. Por isso é muito importante que todos nós consigamos nos prevenir deste transtorno. Ficar com um alerto preventivo ligado pode ajudar a identificar sintomas de ansiedade em estágio inicial.

Existem alguns hábitos que são perigosos e podem afetar negativamente o nosso bem-estar e a nossa saúde mental.

Estes devem ser evitados como base da prevenção contra a ansiedade. Podemos citar alguns desses hábitos como o consumo em excesso de álcool e alimentos gordurosos, o vício em redes sociais e a preocupação em excesso.

O nosso estilo de vida pode influenciar bastante para o desenvolvimento da ansiedade. Por isso, em muitos casos as pessoas procuram o coaching e a PNL para conseguir implementar melhores hábitos no dia a dia e reduzir a pressão e o estresse diário.

Ter uma vida social ativa e lidar bem com as redes sociais, praticar atividades físicas e se alimentar bem, buscar ter uma rotina para manter a mente ativa e ficar longe de notícias ruins são algumas das ações que podem ajudar na prevenção das crises de ansiedade.

É importante ter em mente que o combate a ansiedade deve existir sempre, é preciso estar bastante alerta. Quanto antes identifiquemos os sintomas da ansiedade, mais fácil se torna controlar este transtorno.

Faça a nossa Formação Practitioner em PNL

A Formação Practitioner em PNL do IBND é completa. Aqui, você aprender a utilizar com excelência todos os recursos da PNL para transformar a sua vida. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®