Como desenvolver responsabilidade?

01/01/2022 às 22:43 Hipnose

Como desenvolver responsabilidade?

Um dos traços mais importantes para a convivência em sociedade, nem sempre é desenvolvida de forma homogênea pelas comunidades. Você sabe o que é responsabilidade? Vem dar uma olhada!

O que é responsabilidade?

A responsabilidade é o dever de arcar com as consequências do próprio comportamento ou do comportamento de outras pessoas, sendo uma obrigação jurídica, mas também se trata da capacidade de responder aos atos de forma individual e coletiva/social.

O ser humano adquire responsabilidade ao longo do tempo, simultaneamente ao desenvolvimento da inteligência emocional, a partir das tarefas que vão assumindo de acordo com suas idades. A responsabilidade, no entanto, se interioriza na prática.

Responsabilidade para a psicologia

Do ponto de vista psicológico, a responsabilidade é um sentimento aprendido e desenvolvido durante a vida, sendo produzido a partir de reforços coercitivos ou gratificantes (motivação quando o comportamento acontece, por exemplo). A responsabilidade deve ser um sentimento desenvolvido através de comportamentos que beneficiam a criança quando agem de forma relevante que beneficie tanto o indivíduo, quanto o contexto social que o cerca.

O desenvolvimento da responsabilidade na adolescência

Quando o indivíduo está na adolescência e sua identidade alcança estabilidade, ele encontra-se preparado para se impor sobre determinadas situações que são identificadas na sociedade. Situações essas que podem ser: intolerância religiosa, racismo, homofobia, preconceito com qualquer pessoa residente em periferia entre outros. Assim, a responsabilidade social tem relação com o modo como o jovem irá combater, por exemplo, o preconceito e a intolerância em uma sociedade que por si própria os causa e impacta a qualidade de vida desses jovens.

No contexto da adolescência, por exemplo, a responsabilidade social se mostra quando o adolescente toma uma posição civil diante da sociedade, buscando auxiliar no processo de igualdade e qualquer outra postura que ele tome com o objetivo de desenvolver ações de forma positiva sobre o meio em que vive.

Quais os tipos de responsabilidade?

Existem diversos tipos de responsabilidade, ou áreas que são afetadas quando se assume uma postura responsável. Veja abaixo algumas.

Responsabilidade afetiva

A responsabilidade afetiva diz respeito à honestidade e transparência em uma relação. Significa se responsabilizar pelo que se provoca no outro, ir além da idealização que a pessoa cria, e verificar a forma como você está passando aquilo que deseja.

Envolve ser ético, agir de acordo com a intenção real, sem manobras deliberadas, ou seja, ter consideração tanto com os próprios sentimentos e intenções, quanto com os da outra pessoa, além de ter a capacidade de agir com clareza conforme esses sentimentos e intenções emergem.

Uma forma de desenvolver responsabilidade afetiva é colocar-se no lugar da outra pessoa e não alimentar sentimentos na outra pessoa somente para sentir-se bem quando você sabe que suas intenções não são as mesmas que as do outro.

Como ter mais responsabilidade afetiva?

Existem diversas formas para ser responsável afetivamente, por exemplo, buscando comunicar-se bem, ser claro no que deseja do outro, para que este possa entender onde os sentimentos de cada se encontram e refletir se a forma como estão agindo deve ser modificada.

Além disso, é importante verbalizar as insatisfações, pois os incômodos podem afetar o status da relação, causando um distanciamento. O autoconhecimento é fundamental para você saber o que quer, em primeiro lugar, para não acabar responsabilizando os outros desnecessariamente. Por fim, cuide com o individualismo excessivo, ou seja, pense exclusivamente em si o tempo todo, e veja os benefícios nas suas relações.

Responsabilidade social

A responsabilidade social são posturas adotadas por empresas comprometidas com uma sociedade mais justa e um ambiente com igualdade social. É uma forma de conduzir os negócios da empresa de maneira que a torne parceira e corresponsável pelo desenvolvimento social.

Esse conjunto de posturas e ações levam em consideração a economia, educação, meio ambiente, saúde, transporte, moradia, atividade locais e governo, visando otimizar ou criar programas sociais que tragam benefício mútuo à empresa e à comunidade, melhorando a qualidade de vida dos funcionários, quanto da sua atuação da empresa e da própria população.

É a forma de gestão ética e transparente que tem a organização com suas partes interessadas, de modo a minimizar seus impactos negativos no meio ambiente e na comunidade. Como ter mais responsabilidade social? Veja abaixo:

  1. Apoie causas sociais e projetos relacionados com seus valores e posicionamentos;
  2. Pratique ações de voluntariado, onde outros recursos possam ser a troca;
  3. Cuide com o marketing que é realizado, buscando ser transparente.

A angústia da responsabilidade

Sentir-se responsável pela própria existência, por cada escolha, pode gerar uma grande angústia, porém para os pensadores existencialistas, este não é um sentimento negativo e sim uma experiência valiosa que emerge quando tomamos consciência da nossa condição humana. Segundo Sartre, sofremos com a angústia de sermos livres, pois somos responsáveis por tudo que fazemos e por cada escolha. A angústia se dá por sermos responsáveis não só pelo sucesso, mas também pelo próprio fracasso. Cada escolha que fazemos é um risco, não temos certeza do resultado.

A solução para a angústia

A liberdade pode deixar de ser angustiante quando conseguimos um equilíbrio entre o desejo e o agir, consciente da interdependência que temos em relação aos outros e à sociedade como um todo, uma liberdade dentro das possibilidades, levando em consideração nossas escolhas e as limitações do contexto, sem entrar em contradições.

E você, quer se qualificar para promover saúde e bem estar? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

CARVALHAL, I.C. Liberdade, angústia e responsabilidade na pós-modernidade. Faculdade Sant'Anna. 2020;4(225).

GADÊLHA, L.N. & GONÇALVES, F.M.S. A adolescência e a responsabilidade social. Portal dos Psicólogos. 2020.

GUILHARDI, H.J. Auto-estima, autoconfiança e responsabilidade. Instituto TCR. sem data.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK