Veja como definir metas SMART no seu dia a dia

18/10/2021 às 17:36 Coaching

Veja como definir metas SMART no seu dia a dia

Definir metas e objetivos claros acrescentam mais chances de efetividade e obtenção dos resultados esperados. Você conhece as metas SMART? Veja como aplicá-las em seu dia a dia!

Gestão empresarial

A avaliação do desempenho é uma atividade fundamental na gestão empresarial. Avaliar o desempenho consiste em atribuir valor àquilo que uma organização considera importante diante de seus objetivos estratégicos. Várias pesquisas têm voltado sua atenção ao estudo de aspectos relacionados à avaliação de desempenho, sobretudo aos indicadores de desempenho organizacionais. Vale lembrar que são os objetivos e metas da empresa que refletem na avaliação.

Todas as empresas necessitam desenvolver processos gerenciais para avaliar o desempenho dos profissionais. Assim, os gestores devem:

  1. Buscar formas de medir e avaliar a eficiência, a eficácia, a efetividade, a qualidade, a produtividade, a inovação, a lucratividade, entre outras.
  2. Agregar e quantificar informações de uma maneira que sua significância fique mais aparente. Os indicadores simplificam as informações sobre fenômenos complexos tentando melhorar com isso o processo de comunicação.
  3. Comunicar a seus colaboradores as expectativas de desempenho esperadas pela organização.
  4. Saber o que está acontecendo em cada área de atuação da organização.
  5. Identificar os aspectos deficientes e/ou eficientes no desempenho da organização, gerando oportunidade de eliminação ou revisão deles.
  6. Fornecer feedback aos colaboradores que demonstraram um desempenho aquém do planejado pela organização.
  7. Identificar os aspectos que apresentam melhor desempenho;
  8. Tomar decisões baseadas em informações sólidas, transparentes que possam ser justificadas.

O que são metas SMART?

Considerado por diversos autores como o “pai” da administração moderna, Peter Drucker (1909-2005) desenvolveu e aplicou diversos métodos onde se difundiram no mundo dos negócios. O método SMART foi proposto por Drucker como parte da gestão por objetivos em seu livro “The Practice of Management” em 1954. SMART é um anagrama das palavras, em inglês, que define os cinco conceitos que o formam. É uma forma de definir objetivos específicos, mensuráveis, atingíveis, realistas e com um prazo determinado para atingi-los. Veja o que cada conceito representa:

  1. Specific (específico): um objetivo específico é limitado a um aspecto específico, tarefa ou ação de uma empresa. Para que se consiga alcançar o que foi proposto em uma meta, é necessário que todos os envolvidos tenham claro entendimento do que se trata.
  2. Measurable (mensurável): para ser mensurável, uma meta deve ser específica. Caso contrário, não é possível interpretar se os resultados estão dentro do esperado. Além disso, é necessário dispor de meios para medi-lo, sejam ferramentas de software ou uma metodologia de análise que permita saber em que medida o resultado esperado foi alcançado.
  3. Attainable (alcançável): por alcançável, se entende que um objetivo é perfeitamente alcançável nas condições disponíveis. É muito importante definir metas realistas, tendo em mente que, a partir de sua realização, você pode almejar mais alto. Por outro lado, neste ponto é importante especificar por meio de que ação ou ações se pretende atingir esse objetivo.
  4. Relevants (relevantes): uma meta relevante é aquela que está alinhada com os objetivos gerais de negócios. Não faz sentido considerar ações cujos resultados não sejam subsidiários a nenhum dos objetivos gerais que a empresa tem em seu plano de desenvolvimento.
  5. Time bound (tempo): o tempo alocado para uma meta pode torná-la inatingível ou pode dificultar sua medição. Por isso, quando definimos uma meta desse tipo, devemos sempre levar o tempo em consideração.

Por que definir metas?

Uma meta pode ser atingível, mas não ser passível de realização no ambiente particular de determinado contexto organizacional. A escolha de objetivos realista contribui para a análise da disponibilidade de recursos humanos e materiais e para a seleção de indicadores-chave de desempenho. As metas devem ter prazo para conclusão e sua realização pode ser sinônimo de autoconhecimento e técnica. A fixação de um período de tempo fornecerá informações que permitem ao gestor o progresso de alcance da meta. Assim, uma data ou cronograma de conclusão deve fazer parte da definição dos objetivos.

Definindo metas SMART no dia a dia

As metas SMART são muito utilizadas por empresas para avaliar o desempenho de seus colaboradores e funcionários. No entanto, o mesmo princípio pode ser aplicado para metas de vida pessoais, como forma de ampliar a visão e a motivação frente ao projeto desejado.

Sendo assim, a primeira coisa é definir a meta e o que se deseja alcançar com ela, quem são os responsáveis por ela, onde será realizada, como será conquistada e o porquê ela deve ser seguida.

O resultado esperado deve estar claro, assim como o tempo que será necessário para alcançá-la. Em seguida, não adianta definir metas impossíveis, que jamais podem ser alcançadas, um erro muito prejudicial que pode desmotivar a pessoa e gerar enorme frustração. As estratégias e ações devem ser desenvolvidas com vistas nos resultados esperados ainda não alcançados, e é preciso avaliar o histórico de realizações desta tarefa para verificar se é possível atingir o objetivo definido. É importante também ter em mente opiniões de colaboradores, colegas próximos, pessoas de confiança e, quando necessário, profissionais como os da saúde para auxiliar na definição clara das metas.

Por fim, é preciso verificar se a meta gera, de fato, um efeito positivo sobre o resultado que se visa alcançar, dentro do tempo delimitado para cada etapa.

Por isso, não perca tempo! Priorize as atividades essenciais, bem como aquelas que aumentam sua resiliência e satisfação hoje mesmo, e se permita alcançar os objetivos que traçou para você.

Ficou interessado em uma ferramenta eficaz, que pode te levar mais longe em seus objetivos? Venha para o IBND! Oferecemos soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Faça nosso curso de coaching online e veja a diferença em você!

Referências:

CARDOSO, A.L.L. et al. Planejamento de metas para redução de falhas no processo de distribuição de uma empresa transportadora. Revista Gestão Industrial. 2018;14(2).

NASCIMENTO, S. et al. Mapeamento dos indicadores de desempenho organizacional em pesquisas da área de Administração, Ciências Contáveis e Turismo no período de 2000 a 2008. R. Adm. 2011;46(4).


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK