Sintomas de ansiedade: como ela pode te afetar negativamente no trabalho

23/05/2021 às 17:35 PNL

Sintomas de ansiedade: como ela pode te afetar negativamente no trabalho

De acordo com os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país com mais pessoas com ansiedade no mundo, com cerca de 19 milhões de pessoas e esse problema tem se agravado com a pandemia de coronavírus.

E a rotina estressante de trabalho contribui bastante para o aparecimento de sintomas de ansiedade. Ter ansiedade no trabalho é algo que pode ser altamente prejudicial para o desempenho profissional e para o bem bem-estar.

Quais são as principais causas da ansiedade no trabalho?

Existem diversos fatores que podem aumentar a ansiedade no trabalho, a ponto que o transtorno se torne insustentável no dia a dia.  Todos eles causam impacto direto na produtividade e destroem habilidades como a autoconfiança e a automotivação.

Um dos principais fatores que causam a ansiedade no trabalho é a pressão no dia a dia. Todos sabemos o quanto a rotina de trabalho é estressante e aliado a isso estão as cobranças de gestores para sempre fazermos o nosso melhor. Isso acaba gerando a ansiedade com o tempo.

Profissionais com cargos de trabalho bem pesadas tendem a ter mais facilidade em desenvolver o transtorno de ansiedade. É muito comum que eles tenham crises de ansiedade, inclusive durante o trabalho.

Além do excesso de trabalho, outros fatores contribuem para o surgimento da ansiedade como o excesso de responsabilidade, prazos curtos demais para a entrega de tarefas e as metas inalcançáveis.

Todos estes fatores causam a ansiedade no trabalho e pode ter um reflexo devastador no bem-estar e na qualidade não só no ambiente corporativo, mas em todos os âmbitos da vida.

Quais são os principais sintomas da ansiedade no trabalho?

Combater a ansiedade é impossível sem conseguir identificá-la. Então, é importante que você saiba identificar os sintomas da ansiedade no dia a dia de trabalho. Os principais sintomas desse transtorno no trabalho estão ligados a fatores físicos e mentais.

As consequências mais graves da ansiedade no trabalho são o surgimento de problemas como a hipertensão, a gastrite, o estresse e alergias de diversos tipos. Entre as consequências mentais, a ansiedade pode desencadear quadros de depressão e esgotamento mental.

Conheça a nossa Formação em Coaching.  

Como controlar a ansiedade no trabalho?

Infelizmente, a ansiedade é um problema comum para muitos brasileiros. E a rotina de trabalho é dos fatores que mais ajudam no desenvolvimento desse problema. Para te ajudar a identificar e controlar a ansiedade no trabalho, separamos algumas dicas, confira abaixo:

Identifique a origem

O primeiro passo para controlar a ansiedade é saber o que te deixa ansioso. Então, faça uma pausa para reflexão e busque mergulhar no autoconhecimento para descobrir as causas do problema.

Reveja as suas atitudes, hábitos e as atividades que você realiza ao longo do período de trabalho. E esteja sempre atento no dia a dia para notar quando e como os sintomas da ansiedade se manifestam.

Depois de descobrir a origem do problema, ficará muito mais fácil encontrar gatilhos para controlar a ansiedade e evitar que ela prejudique o seu desempenho profissional.

Seja (ou se torne) uma pessoa organizada

A organização é um fator importantíssimo para combater a ansiedade. Uma pessoa ansiosa se sente mais aliviada quando encontra o seu local de trabalho organizado e limpo. Isso permite que você tenha tudo o que precisa sempre a mão com facilidade, evitando o estresse de ter de procurar ou de ter perdido algo.

Então, organize sua mesa e tente criar o hábito de fazer isto com frequência. Dessa forma, você irá tornar o trabalho mais simples e evitará um dos fatores que mais podem lhe gerar o seu estresse.

Faça pausas durante o trabalho

A correria do trabalho é altamente estressante e se não pararmos um pouco elevamos muito o nosso nível de ansiedade no dia a dia. Por isso, mesmo com as cobranças por resultados, prazo e metas para cumprir, busque sempre ter momentos de pausa no dia a dia.

Use técnicas como a Pomodoro, por exemplo, para dar pequenas pausas de 5 ou 10 minutos por hora. Com o tempo, você irá perceber que as pausas ajudam a diminuir o estresse, aliviando a tensão do trabalho e isso contribui para manter o seu nível de produtividade.

Evite procrastinar!

Deixar tudo para depois não é uma boa ideia, principalmente no dia a dia de trabalho! Se você é uma pessoa que acaba postergando a realização das suas tarefas na maioria das vezes, busque mudar esse hábito.

Manter todo o trabalho em dia é importante para o seu bem-estar. Por isso, mesmo em dias mais tranquilos, busque usar o tempo livre para antecipar suas demandas. Siga o seu próprio ritmo e vá desenvolvendo trabalho por trabalho focando na qualidade e evitando deixar para depois.

Assim, você renderá bem mais, terá mais tranquilidade no dia a dia e manterá a ansiedade sob controle.

Faça a nossa Formação de Coach!

O curso de coaching do IBND é completo e com certificação internacional. Aposte em uma das profissões mais promissoras do mercado.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK