Qual é a importância da empatia no ambiente de trabalho?

19/08/2019 às 10:21 Dicas

Qual é a importância da empatia no ambiente de trabalho?

Você sabe o que é empatia? Muito se fala sobre essa habilidade comportamental, mas muitas pessoas não sabem o que, de fato, ela representa e como ela é importante no ambiente de trabalho.

Neste artigo, vamos mostrar o que é empatia, qual é a sua importância no ambiente corporativo e listar algumas dicas para que você consiga se tornar uma pessoa empática e colha os frutos que esta habilidade pode lhe trazer.

Formação Practitioner em PNL - Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

O que é empatia?

É bem simples. Podemos definir empatia como a habilidade de compreender outras pessoas.

Uma pessoa empática consegue lidar melhor em qualquer situação, porque tem a capacidade de se colocar no lugar do outro e entender o seu ponto de vista, mesmo que não concorde com ele.

Empatia é muito mais do que solidariedade, é uma habilidade que quando aplicada se propaga e é uma característica presente nos principais líderes do mercado.

No meio corporativo, exercer a empatia é uma forma de lidar com colaboradores e superiores tendo uma conexão verdadeira e eliminando conflitos.

Por que praticar a empatia?

Imagine um mundo onde todos são egoístas, já pensou como seria? A partir do momento em que vivemos em sociedade, temos o dever de lidar com outras pessoas, não há saída!

E a melhor forma de lidar com os outros é através da empatia, da capacidade se colocar no lugar de outras pessoas e entendê-las.

Ao contrário do que muitos pensam, a empatia não tem nada a ver com a servidão, com a falta de opinião ou controle sobre situações.

Ser empático não significa concordar com tudo, aceitar tudo e ser refém de outras pessoas. Uma pessoa empática consegue entender e respeitar os pontos de vista dos outros para expor as suas opiniões.

No ambiente de trabalho, estamos lidando com pessoas com as quais não convivemos o tempo todo e que, na maioria das vezes, não temos e nem criaremos nenhum laço afetivo, porém isso não diminui a importância destas pessoas em nossas vidas.

A empatia no meio corporativo é essencial para relações de trabalho saudáveis e a possibilidade de melhores resultados para uma empresa.

Uma equipe formada por pessoas empáticas tende a se entender melhor e a compartilhar opiniões com mais facilidade, chegando a um denominador comum para novas ações.

Além disso, ao sermos empáticos com os outros, também somos tratados com empatia, gerando um sentimento de bem-estar e gratidão, e isso é importantíssimo para nossa qualidade de vida.

Como ser uma pessoa empática?

Uma pessoa empática geralmente possui algumas características que permitem o desenvolvimento dessa habilidade, como por exemplo:

  • Tem vontade de ajudar os outros
  • É bastante carinhosa e sensível com outras pessoas
  • Buscar respeitar outros pontos de vista
  • Não costuma julgar outras pessoas

Se reconheceu em alguma dessas características? Bom, de qualquer jeito, como dissemos lá em cima, a empatia é uma habilidade comportamental que pode ser desenvolvida.

Formação Practitioner em PNL - Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Pensando nisso, listamos abaixo algumas dicas para te ajudar a colocar em prática o plano de se tornar uma pessoa empática:

Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.  

Abandone julgamentos e tenha a mente aberta

O princípio da empatia é se colocar no lugar e entender outras pessoas. Logo, se você é uma pessoa que faz pré-julgamentos de outras pessoas ou situações, você terá dificuldade em se tornar uma pessoa empática.

O primeiro passo para exercer a empatia é ter a mente aberta e abandonar qualquer julgamento. E essa é uma tarefa que não é fácil, já que quando nossa mente está condicionada a emitir julgamentos, é difícil parar.

Essa prática deve ser diária. É preciso treinar a sua mente para largar qualquer tipo de julgamento ou comentário preconceituoso.

Principalmente, quando vamos lidar com pessoas que têm opiniões diferentes das nossas, temos que abrir nossa mente para buscar nos colocarmos no lugar delas, afinal, só assim vamos entendê-las.

Respeite a opinião dos outros

Para facilitar esse caminho, registre em sua mente que você não precisa concordar com a opinião do outro, mas precisa saber ouvi-lo sem fazer pré-julgamentos.

Uma pessoa empática respeita a opinião dos outros, mesmo não concordando com elas.

Respeitar não quer dizer que você irá reproduzir ou aceitar uma opinião, mas que você gentilmente colocará o seu ponto de vista, sem desrespeitar a outra pessoa e sem ser agressivo.

Existem mais de sete bilhões de pessoas no mundo, já pensou se todas fossem iguais? Seria muito chato, não é? A graça de existir está na diferença.

Assim, é preciso aprender a respeitar as diferenças.

Controle suas emoções

A empatia também requer uma dose de controle emocional. Para ter uma conexão verdadeira com outra pessoa durante um diálogo, é preciso controlar as emoções e focar na conversa.

A outra pessoa precisa sentir que você está interessado no que ela tem a dizer. Para gestores, essa característica é essencial para promover um sentimento de gratidão e bem-estar em sua equipe.

Assim, todos percebem que possuem valor e ficam mais confiantes para expor suas opiniões e ideias.

Quando falamos em controlar as emoções, não estamos dizendo que você não deve reagir as falas do outro, pelo contrário, estamos falando que você deve saber como reagir.

A inteligência emocional é a habilidade de controlar as emoções em qualquer situação e, junto com a empatia, ela precisa ser praticada no meio corporativo para a promoção de relações de trabalho mais dinâmicas e saudáveis.

Formação Practitioner em PNL - Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Coaching para a empatia

O processo de coaching é excelente para o desenvolvimento da empatia.

Através de técnicas e ferramentas, o coach consegue auxiliar os coachees a mudarem seus hábitos comportamentais, deixando de lado julgamentos e preconceitos, possibilitando uma conexão mais efetiva com as outras pessoas na vida profissional e pessoal.

Gostou deste artigo? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.  

Gostou de nosso post? Compartilhe:

Todos os Direitos Reservados ®