Premissa da PNL: As pessoas sempre fazem a melhor escolha disponível para elas

07/01/2021 às 11:26 PNL

Premissa da PNL: As pessoas sempre fazem a melhor escolha disponível para elas

Como você lida com suas escolhas do passado? Se não todos, a maioria de nós já se sentiu arrependido por alguma escolha que fez no passado. Isso é algo extremamente comum e natural do ser humano. 

Arrepender-se de alguma coisa faz parte do nosso processo de amadurecimento e evolução pessoal. Afinal, somente quando nos deparamos com os resultados de nossas ações é que entendemos se de fato fizemos uma boa escolha ou não e, dependendo desse resultado e daquilo que queremos experimentar, buscamos melhorar e nos aperfeiçoar para não repetir o erro.

Sabemos que algumas escolhas podem influenciar de maneira muito séria todo o decorrer da nossa vida, gerando consequências que nem sempre podem ser minimizadas ou que se tornam grandes desafios. 

Muitas pessoas quando se deparam com o que consideram como erros do passado se sentem culpadas e acabam entrando num processo de vitimização ou se martirizando, se autopunindo para tentar compensar de alguma forma o que fizeram. Essa não é a forma mais saudável de lidar com essa situação, pois muitas doenças psicossomáticas podem surgir quando o indivíduo cultiva sentimentos tão negativos como a culpa, a vergonha, remorso e outros semelhantes.

Outra premissa da PNL é: Indivíduo não é o seu comportamento, já ouviu falar nessa premissa? Leia o nosso artido e descubra mais!

A depressão é um mal que assola cada vez mais pessoas de diversas idades. Especialistas dizem que a depressão é desencadeada, dentre outros fatores, por situações não resolvidas do passado. Seguindo esse raciocínio podemos concluir que cultivar o remorso ou uma cobrança excessiva sobre o que você poderia ter feito e não fez, pode ser a porta para gerar um misto de sentimentos tão negativos que em algum momento possam desencadear problemas como a depressão.

Como lidar melhor com suas escolhas?

”As pessoas sempre fazem a melhor escolha disponível para elas.”

Você já parou para pensar que independente das escolhas que você tenha feito no passado e das consequências que elas geraram, você fez o melhor que podia naquele momento?

Mesmo que a princípio em alguns contextos essa premissa possa parecer não se encaixar, ela retrata algo bem simples e ao mesmo tempo profundo: O ser humano tem estágios de desenvolvimento. Nós não nascemos prontos para a vida e para os desafios que ela nos propõe. A cada etapa que vivenciamos, nós vamos aprendendo novas formas de agir. 

A frustração, a dor, a perda, a alegria, o sucesso, as conquistas e as diversas emoções e circunstâncias que experimentamos nos ajudam a evoluir. 

Reflita: Muitas coisas que você sabe hoje são resultado de aprendizados que você colheu na sua jornada, portanto perceba que há 10 anos atrás você não tinha a mesma consciência, por isso, com os recursos que você tinha nas mãos, ou seja, com seu critério, seu senso de certo e errado, você fez o melhor que podia. 

A PNL se vale desse entendimento para dizer que cada pessoa faz sempre a melhor escolha disponível para si dentro do seu contexto momentâneo.

As premissas da PNL sempre sugerem mudanças que comecem na mentalidade. Ajustando a forma como você pensa sobre as coisas, você se torna capaz de gerar comportamentos mais positivos que te ajudarão a se desenvolver, vencer bloqueios e crenças limitantes.

Já ouviu falar em:  o mapa não é o território? essa é uma outra premissa importante da PNL, leia o nosso artigo e saiba mais.

Podemos extrair dessa premissa algumas lições importantes ou atitudes que podemos aplicar em nossa vida cotidiana para manter uma relação muito mais saudável com nossas escolhas.

Seja grato por cada escolha

Como já dissemos antes, tudo que vivenciamos nos ajuda a evoluir, portanto seja grato pelos erros que fizeram você se tornar a pessoa que é hoje. A gratidão é um sentimento positivo que nos ajuda a ter mais satisfação e bem-estar na vida. Vale muito a pena olhar para trás e sentir-se grato.

Se perdoe pelos erros que cometeu

Às vezes nos preocupamos em como vamos perdoar alguém por ter feito algo ruim conosco, mas não pensamos que também precisamos nos perdoar sobre atitudes que tivemos e das quais nos envergonhamos.

É fundamental que você aprenda a olhar para si mesmo com perdão e aceitação, afinal você fez o melhor que podia dentro daquilo que você sabia. Se martirizar ou se punir não vai resolver nada, mas se você se libertar e se perdoar poderá estar mais forte para tentar consertar as coisas, na medida do possível.

Procure reparar os danos que causou, mas não se sinta diminuído por isso

É fundamental procurar reparar os erros que cometemos, principalmente quando envolvem danos a outras pessoas. O mais íntegro é se dispor a ajudar e compensar o que fez, porém não devemos nos sentir inferiores por causa disso nem permitir que a culpa nos aprisione.

A partir desse entendimento, tenha mais empatia para entender as atitudes dos outros

Se você aprender a aplicar cada uma dessas lições no seu contexto pessoal, poderá também ser ma pessoa mais empática e compreensiva para entender o porquê das atitudes dos outros, ou mesmo que não entenda, você será capaz de respeitar e não julgar as escolhas do outro.

Conheça outras premissas da PNL:

Agora que você aprendeu mais uma premissa da PNL, comece hoje mesmo a aplicar em sua vida para experimentar os efeitos que essa ferramenta maravilhosa pode trazer para você.

À medida que aplicar esses ensinamentos em sua vida, é possível que você comece a ficar mais interessado em conhecer as demais premissas e ferramentas da PNL. O caminho para o aprofundamento na PNL é fazer uma formação na área. Fale com um de nossos consultores para entender como funciona o Curso de PNL Online.

 

 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK