O que é o Ego e como ele influencia nossas vidas?

29/12/2020 às 10:43 PNL

O que é o Ego e como ele influencia nossas vidas?

Você provavelmente já ouviu falar sobre ego, mas você sabe o que ele significa? O que ele representa? É bastante comum ouvimos falar que “uma pessoa é egocêntrica”. Aqui neste artigo, vamos mostrar o que é o ego e como ele pode afetar a nossa vida.

Muito também se fala sobre controle do ego, será que isso existe e é possível? Também vamos abordar esse subtema ao longo do texto. O ego é uma peça importante da nossa construção como pessoa, é importante entendê-lo e aprender a lidar com ele.

O que é o Ego?

De acordo com o criador da psicanálise, o psiquiatra tcheco Sigmund Freud, existem diversos níveis de consciência nos componentes que formam a mente humana, um deles é o ego.

O ego é uma instância da mente humano e corresponde ao princípio da realidade. Ele se coloca como um centro de consciência e nos ajuda a manter o nosso equilíbrio mental. Podemos entender o ego como um elemento da nossa mente que ajuda a construir a nossa realidade.

A construção do nosso “eu” passa pelo ego, daí surge a palavra “egocêntrico”, utilizada para identificar pessoas que supervalorizam o seu ego, criando uma imagem deturpada ou exagerada de si mesma. O ego, de fato, contribui para a nossa personalidade e é o que nos faz equilibrar o que queremos ser e ter com a nossa realidade.

Quais são os principais pontos positivos e negativos do Ego?

Geralmente, as pessoas sobre lembram ou citam o ego de forma pejorativa. Ele sempre é visto pelo lado negativo. Chamar alguém de “egocêntrico” é citar uma característica ruim da pessoa. Porém, o ego tem seus pontos positivos que são importantíssimos para o nosso desempenho.

O ego cumpre uma função vital em nossas vidas: ele nos mantém vivos, sempre cirando formas e situações para seguirmos em frente. Com referência do que já passamos antes, o ego desperta o nosso instinto de sobrevivência e pode nos ajudar a não cometer os mesmos erros, por exemplo.

No mundo do empreendedorismo, por exemplo, o ego pode ser algo benéfico. Um bom líder é confiante e está sempre motivado, muito por conta do ego, que o faz exercer plenamente a sua liderança, sem nenhum medo de errar.

 Também o lado ruim do ego, como por exemplo, o de uma pessoa achar que está sempre certa ou que é superior a outra. Daí surge o termo “egocentrismo”, que é uma espécie de percepção limitada da própria realidade.

O ego pode nos induzir a buscar sempre ter razão, mesmo que estejamos errados. Isso pode ajudar a aflorar sentimentos negativos, o que afeta diretamente as nossas emoções, e principalmente, faz nossas atitudes prejudicarem outras pessoas.

Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Como reconhecer o Ego no dia a dia?

Se você não sabe como reconhecer o seu ego, basta prestar atenção no seu cotidiano. Num momento de tranquilidade, por exemplo, preste atenção quais são os pensamentos que surgem primeiro. A maioria destes pensamentos estarão ligados ao presente ou ao futuro.

Entender como a sua mente funciona, como são seus pensamentos, seus hábitos e ações em diferentes situações é uma maneira de reconhecer o seu ego. Assim, você pode perceber como seu ego funciona.

É possível controlar o ego?

Bom, podemos dizer sim, o ego pode ser controlado, inclusive, é importante aprender a lidar com o ego. O caminho para isso é desenvolver o autocontrole. E isso se dá através do que falamos acima, observar o que pensamos, fazemos e como nos comportamos.

Apenas depois de entender os próprios pensamentos, ações e comportamentos será possível compreender o próprio ego e controlá-lo. É uma tarefa difícil, mas que é possível.

Quando falamos em controlar o ego, estamos dizendo especificamente de controlar os efeitos negativos que ele pode nos causar. Por meio do autocontrole é possível trabalhar para desenvolver novos hábitos e trabalhar uma mudança de comportamento, isso obviamente mantém o nosso ego sob controle.

O controle do ego está mais próximo do que imaginamos, quem passar por uma sessão de coaching, por exemplo, pode trabalhar para desenvolver o autocontrole e o autoconhecimento. O caminho para entender a si mesmo é o autoconhecimento, base de qualquer processo de coaching.

Se você quer ter uma alternativa simples e eficaz de aprender a lidar melhor com seus sentimentos e com o seu comportamento, faça um curso de coaching ou busque a ajude de um profissional da área. Você poderá aprender a utilizar ferramentas e recursos cruciais para melhorar o seu bem-estar.

Faça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Aqui no IBND possuímos uma Formação em PNL completa. Nosso método de ensino foca em maximizar o aprendizado teórico e prático sobre esta metodologia e irá lhe preparar para ser um excelente praticante de PNL. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK