Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Ingratidão: como se distanciar desse sentimento?

01/04/2021 às 09:20 PNL

Ingratidão: como se distanciar desse sentimento?

Você já se deparou com a ingratidão? Esse sentimento pode ser muito doloroso, machucando bastante nossos sentimentos e abalando as nossas relações com outras pessoas. E a ingratidão tanto pode partir da gente como vir de outras pessoas, então é preciso aprender a lidar e se distanciar deste sentimento.

O que é ingratidão?

A ingratidão é uma atitude caracterizada pela falta de reconhecimento do trabalho ou do esforço de alguma pessoa. Quando deixamos de agradecer a alguém que fez algo por nós ou acreditamos que não devemos agradecer a uma pessoa, estamos sendo ingratos.

Da mesma forma, quando sofremos com isso, nós somos vítimas da ingratidão de outras pessoas. Pode parecer algo banal, mas a ingratidão pode ser muito prejudicial as pessoas, tanto para quem comete como para quem sofre.

Quais são os principais indícios de ingratidão?

Para o nosso desenvolvimento pessoal, aprender a identificar a ingratidão é essencial. Separamos aqui algumas atitudes claras de pessoas que reproduzem esse comportamento, confira abaixo quais são os principais indícios da ingratidão:

Dificuldade em agradecer

Se você perceber que uma pessoa está com muita dificuldade de agradecer a alguém ou se você mesmo faz isso, este é um indício claro de ingratidão. Isso indica que a pessoa reconhece a boa ação que recebeu, mas mesmo assim não possui forças para agradecer o outro em público.

Quem já sofreu com isto ou já fez isso sabe o quanto é doloroso, deixar de agradecer alguém porque teve vergonha, medo ou por acredita que isso não era importante. É difícil de início perceber que ser grato é uma dádiva, não é mesmo?

Não reconhecer o esforço de outras pessoas

Outro sinal claro de ingratidão é quando uma pessoa não reconhece o esforço de outra pessoa. Seja porque acredita que o ato não foi tão importante ou porque acha que a outra pessoa não fez mais do que a sua obrigação.

Isso pode machucar muito as outras pessoas, porque neste caso, não há medo ou vergonha, mas a pessoa realmente acredita que os outros não merecem ser reconhecidos por suas boas ações.

Conheça o nosso curso de PNL.

Reclamar de uma pessoa que tenha feito um ato bom

Quando uma pessoa reclama de outra pessoa que fez algo bom para ela, ela também está sendo ingrata. Muitos quando recebem algo de outras pessoas, acabam criticando o ato. As reclamações podem ser relacionadas a algo que elas acreditam que esteja malfeito, apontando defeitos no que foi feito de bom grado.

Se você está ajudando uma pessoa do jeito que você pode, o ideal é que a outra pessoa reconheça isso e não aponte nenhum erro. Porém, quando isso acontece, há um sinal claro de ingratidão.

Como lidar com a ingratidão?

No mundo, podemos controlar os nossos atos, mas não podemos prever os atos dos outros. Logo, precisamos aprender a lidar com a nossa ingratidão e com este sentimento que vem de outras pessoas.

Separamos abaixo algumas formas de lidar com a ingratidão no dia a dia e aprender a se afastar desse sentimento, confira:

Não desista de ser grato por causa dos outros

Se você é uma pessoa grata e realiza boas ações para outras pessoas sempre que pode, a primeira dica para lidar com a ingratidão é não desistir de ser grato por causa dos outros. É assim que se torna um ingrato.

Então, mesmo que você sofra com a ingratidão por parte de outras pessoas, não desista de ser grato. Por isso é tão importante desenvolver o autoconhecimento para reconhecer a gratidão como um ato bom e como uma de suas principais capacidades.

Converse com os amigos que praticam a ingratidão

Se a pessoa que comete um ato de ingratidão for sua amiga, tente conversar com ela sobre este comportamento. Sente com a pessoa e tente mostrar para ela como esse tipo de atitude pode ser maléfico para os outros e a própria pessoa.

Com os argumentos certos, você irá perceber que poderá mudar a opinião do seu amigo (a) e que isso fará muito bem para a pessoa e para o relacionamento de vocês.

Acredite no seu potencial e fortaleça a sua confiança

Outra dica é desenvolver a autoconfiança. Isso é de suma importância para não se abalar com atitudes ingratas. A ingratidão é algo que pode prejudicar muito a nossa autoestima, por isso é importante fortalecer a confiança em si mesmo para não ser atingido por esta atitude maldosa.

Esse comportamento tem de ser tido como primordial em sua vida. Ser autoconfiante é importante para não considerar atos de ingratidão importantes e nem ser ingratos com outras pessoas.

A dica é manter o foco, confiar no seu potencial e ver a ingratidão apenas como um ato infeliz de outra pessoa.

Faça a nossa Formação em PNL!

No IBND, possuímos uma formação em PNL com dupla certificação internacional. Não perca mais tempo e venha aprender tudo sobre programação neurolinguística com a gente!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®