Hipnose para TDAH: como superar e tratar o déficit de atenção e hiperatividade

16/06/2021 às 13:45 Hipnose

Hipnose para TDAH: como superar e tratar o déficit de atenção e hiperatividade

Você sabe como a Hipnose para TDAH pode uma ferramenta útil e extremamente eficiente? 

O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade, mais conhecido pela sigla TDAH, é uma condição que costuma surgir ainda na infância e se estende por toda a vida, causando, dentre outras coisas, inquietude, desatenção e impulsividade. 

Este transtorno de caráter neurobiológico pode atrapalhar o desempenho e desenvolvimento escolar. E se não tratado precocemente após diagnosticada a condição, as consequências do TDAH podem impactar a vida profissional e até mesmo social na fase adulta. 

Quer saber mais sobre este transtorno e, sobretudo, entender como a Hipnose para TDAH funciona? Continue acompanhando este artigo do Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento (IBND)!

Entenda o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

O TDAH é uma condição que acomete entre 3% e 5% das crianças em todo o mundo. E dessas crianças, pelo menos metade delas levam as características deste transtorno para a vida adulta. 

Em geral, crianças diagnosticadas com TDAH têm dificuldade em relacionar-se com colegas de sala, professores e até mesmo com os pais. Sendo vistas com frequência como crianças desligadas e avoadas. Porém, ao mesmo tempo, são ativas e inquietas. 

Este transtorno neurobiológico, sobretudo, a hiperatividade costuma ser mais frequente em meninos do que em meninas. 

Já na fase da adolescência, pessoas com TDAH costumam ter mais dificuldade para aceitar regras e limites. Enquanto na fase adulta, a falta de atenção no dia a dia e no trabalho é uma característica em bastante evidência. 

Os sintomas do TDAH

Você suspeita que alguém próximo a você, seja uma criança ou mesmo um adulto, pode carregar este transtorno? Confira alguns sintomas bastante comuns do TDAH que vão além da hiperatividade, impulsividade e desatenção:

  • Dificuldade em organizar tarefas;

  • Rejeitar tudo aquilo que exija certo esforço mental, tal como lições de casa;

  • Não manter a atenção mesmo em atividades lúdicas;

  • Errar, com constância, trabalhos escolares por falta de atenção;

  • Distração.

Quanto à hiperatividade, os sinais mais comuns costumam ser:

  • Falar o tempo todo;

  • Correr sem parar;

  • Não conseguir brincar sentado;

  • Não ficar sentado em sala de aula;

  • Não conseguir parar para ouvir e interromper a todo o tempo a conversa.

Os três tipos de TDAH

Tipo desatento, tipo hiperativo - impulsivo e tipo combinado. Estes são os tipos de TDAH, e algumas características foram cada conjunto.

Porém, é importante lembrar que esta divisão não diz respeito às tarefas que os TDAHs são incapazes de realizar, mas sim as situações que possuem dificuldades, devido ao inquietamento de seus cérebros. 

Tipo desatento

Quando são identificados critérios de desatenção, mas não de hiperatividade, a pessoa pode ser enquadrada nesta variação do TDAH. Alguns sintomas mais comuns são: distração, desorganização, dificuldade de concentração, deixar tarefas inacabadas, ter brancos durante uma conversa e o excesso de concentração em assuntos que geram interesse. 

Tipo hiperativo-impulsivo

É identificado quando a hiperatividade está presente, mas a desatenção não. Os sintomas mais comuns são: dificuldade em lidar com frustrações, impaciência para esperar, hipersensibilidade, mudanças bruscas de humor, criatividade, hiperreatividade e a tendência ao desespero frente situações difíceis. 

Tipo combinado 

O TDAH tipo combinado é a junção dos TDAHs falados acima. A combinação de sintomas pode ser manifestada da seguinte forma: inquietação e ansiedade, mexer muito os pés e as mãos, dificuldade em manter-se sentado, ter muitas ideias e acabar não finalizando nenhuma. 

TDAH tem cura? Conheça as possibilidades de tratamento!

Quanto antes o TDAH é diagnosticado e tratado, melhor qualidade de vida a pessoa acometida poderá ter. O tratamento para esta condição irá depender dos principais sintomas encontrados. 

Em geral, diversos profissionais devem participar do processo de tratamento. Além disso, alguns medicamentos psicoestimulantes podem ser receitados para ajudar, por exemplo, a aumentar a concentração. 

Existem também algumas psicoterapias que podem ser auxiliares para estimular o cérebro sem a utilização de remédios, tal como o método de Neurofeedback, no qual as ondas cerebrais são treinadas e a pessoa aprende a estimular ondas positivas. Contudo, esta técnica ainda não é completamente aceita pelos profissionais  da saúde. 

E a hipnose para TDAH, como funciona?

A hipnose para TDAH atua como um apoio no tratamento. Como já vimos, os sinais do transtorno prejudicam a interação da criança com o meio externo e, muitas vezes, é preciso trabalhar a autoconfiança. E, neste sentido, a hipnose pode ser de grande auxílio. 

O mesmo irá valer para adultos que convivem com o TDAH que muitas vezes não conseguem se destacar no trabalho pela dificuldade de concentração e gerenciamento emocional. 

A hipnose para TDAH pode ajudar no controle das emoções e auxiliar a pessoa a direcionar a mente. Assim, a pessoa terá condições de guiar seus pensamentos e ações para aquilo que é, verdadeiramente, importante em cada momento de sua vida.

Você é um profissional da saúde e deseja aprender a utilizar as técnicas e ferramentas da hipnose para tratar clientes que chegam ao seu consultório diagnosticados com TDAH? Conheça a formação em hipnose clínica e regressiva com PNL do IBND e dê um upgrade na sua carreira!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK