Estafa mental: o nosso cérebro também se cansa e isso pode lhe fazer mal!

18/03/2022 às 11:44 PNL Hipnose

Estafa mental: o nosso cérebro também se cansa e isso pode lhe fazer mal!

As tarefas que você faz diariamente têm lhe causado desânimo? Quando nossas demandas diárias são pautadas pelo excesso de obrigações, nosso corpo e, principalmente, nossa mente dão sinais de sobrecarregamento, o que chamamos estafa mental. 

Mas o que é esta tal de estafa mental? Afinal, será que o que você tem não é apenas um cansaço? 

Neste conteúdo do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento) vamos explicar este tema em detalhes para que você, leitor, possa identificar a estafa no seu dia a dia e tomar as providências necessárias , no sentido de manter a sua saúde mental sempre bem cuidada. 

Sem mais delongas, vamos em frente!

O que é estafa?

Também conhecida como fadiga, a estafa — física ou mental — pode ser definida como a falta de energia e motivação para fazer até mesmo as atividades mais simples do dia a dia, como trabalhar, estudar, limpar a casa ou cozinhar. 

Pessoas que passam por esta situação frequentemente relatam um cansaço extremo, que vem acompanhado de uma forte frustração e falta de capacidade para realizar as coisas,  mesmo aquelas que antes lhes davam prazer. 

Trata-se de um problema que atinge pessoas de todas as idades, classes sociais, gênero, enfim, que não escolhe vítimas, já que todos nós vivemos numa rotina atribulada, cheia de compromissos e demandas. 

A estafa mental

Dentro deste contexto, a estafa mental se caracteriza por uma alteração no sistema nervoso central que se desencadeia devido às inúmeras pressões do dia a dia, gerando um desequilíbrio no organismo, e consequentemente, um desgaste metabólico e mental bastante intenso.

Os sintomas que podem indicar a estafa mental 

Mas como diagnosticar a estafa mental? 

Infelizmente, não existem exames médicos capazes de apontar um exame positivo de estafa mental. Contudo, alguns sintomas são bastante característicos desta doença que, se não tratada, pode levar a consequências mais graves como diferentes tipos de depressão.

  1. Esgotamento mental e físico

Em virtude do excesso de tarefas, responsabilidades e expectativas a serem atendidas, o indivíduo, conforme o tempo passa e o ritmo atribulado se mantêm, pode acabar sentindo um dos primeiros sintomas da estafa mental que é, logicamente, o esgotamento mental e físico. 

  1. Alterações do sono

Frente às diversas preocupações que a pessoa carrega em sua bagagem, ela pode acabar desenvolvendo alterações no sono como a insônia, por exemplo, ou num caso contrário, a hipersonia — ou seja,  uma sonolência excessiva.

  1. Memória comprometida 

Junto ao esgotamento mental, as falhas constantes na memória também podem ser observadas. Coisas que antes eram simples de serem lembradas ou aprendidas, viram um verdadeiro martírio para a pessoa. 

  1. Agressividade

O indivíduo à beira de uma estafa mental geralmente carrega uma sobrecarga tão grande, que não consegue mais lidar com a quantidade de responsabilidades que assume, bem como a pressão que vem com elas. O resultado disso pode ser um comportamento mais agressivo, que passa a ser uma forma da pessoa descarregar aquilo que a atormenta. 

  1. Queda da produtividade

Logicamente, o trabalho de uma pessoa com estafa mental é bastante afetado. Isso porque o cansaço faz com que ela perca o foco com muita facilidade e acabe produzindo cada vez menos e tendo que se esforçar cada vez mais.

  1. Impaciência 

O que antes dava prazer, gradualmente vai fazendo com que o indivíduo fique impaciente, tanto com as pessoas, quanto com as suas atividades de rotina. Por isso, pessoas com estafa mental tentam sempre finalizar as coisas com o máximo de rapidez, com o intuito de se livrar delas o quanto antes. 

  1. Baixa imunidade 

Lentamente, conforme a doença evolui, a imunidade da pessoa passa a ser comprometida. Este sintoma é bastante preocupante, pois uma imunidade baixa abre portas para sérias doenças.

Dicas para combater o esgotamento e cansaço da mente 

Para combater a estafa mental não existe segredo: a melhor coisa a se fazer é dar uma pausa da rotina atribulada e respeitar os limites tanto do corpo quanto da mente. 

Alterações na rotina também são importantes para quem quer evitar o esgotamento. Algumas dicas simples podem ajudar:

  • Tenha e aproveite os momentos de lazer. Encontre uma atividade relaxante e prazerosa, pois isso o ajudará a se distrair e evitar pensamentos sobre problemas diários;

  • Cultive o bom humor e comece o dia com um sorriso no rosto, pois isso induz a produção de endorfina no organismo (um neurotransmissor que ajuda a liberar tensões e relaxar);

  • Não faça várias tarefas em simultâneo. Defina prioridades;

  • Separe a casa do trabalho. Mesmo que você trabalhe em home-office isso é possível. Durante suas horas de expediente evite fazer coisas pessoais, e nos momentos de descanso busque se desligar do seu lado profissional.

Dica bônus: trabalhe a fadiga mental com auxílio da PNL!

A PNL, através da programação automática da mente, ensina e permite ao indivíduo controlar seu índice de estresse mental facilitando a resolução dos problemas diários, para que deste modo a pessoa consiga aprender a lidar e solucionar aquilo que lhe incomoda de forma mais tranquila e eficiente. 

Quer aprender mais sobre a Programação Neurolinguística? Conheça o curso de PNL do IBND!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK