Entenda o comportamento de uma pessoa reativa

11/11/2021 às 20:47 Hipnose

Entenda o comportamento de uma pessoa reativa

Você já parou para refletir situações da sua vida nas quais você teve uma postura reativa? Aliás, você sabe o que é uma pessoa reativa? A palavra reação diz respeito ao ato ou efeito de reagir, desta forma é todo comportamento manifestado a partir de um estímulo. 

Logicamente, todo ser humano carrega consiga a tendência de projetar em outras pessoas ou em situações, as suas dores e dificuldades. Contudo, ao adotarmos posturas impulsivas podemos fazer mal a nós mesmos e as pessoas com as quais convivemos, seja no âmbito familiar, entre os amigos ou mesmo no ambiente de trabalho. 

E quando não prestamos atenção a este tipo de postura, ele tende a se transformar num hábito. E este padrão de comportamento é extremamente tóxico. Mas, afinal de contas: 

Será que você é uma pessoa reativa? 

Pessoas reativas costumam depende dos outros, uma vez que agem de acordo com a forma que é tratada. Desta forma, suas atitudes caracterizam-se pela reação (e não por ações), e o individuo fica sempre à mercê do outro. 

Uma pessoa reativa se deixa influenciar com facilidade e costuma agir de maneira impulsiva e extrema. Suas reações emocionais descompensadas são hábitos justificados por fatores externos, e nunca inerentes ao próprio individuo. 

Este perfil de pessoa tende a se sentir sempre injustiçada, adquirindo o péssimo hábito da vitimização. E como sabemos, este tipo de comportamento pode causar diversos prejuízos para a vida pessoal e profissional, uma vez que gera sentimento de ansiedade, culpa e ressentimento. 

As principais características do perfil reativo

Dentro do ambiente de trabalho, principalmente, a pessoa reativa pode apresentar uma série de características em seu dia a dia que impedem o seu crescimento profissional. Vejamos as características mais evidentes do profissional reativo:

  • o profissional reativo é pouco proativo e não se antecipa no sentido de solucionar problemas;

  • espera que lhe mandem para fazer algo;

  • evita sair da zona de conforto;

  • toma atitudes somente após o problema já estar estabelecido;

  • dificilmente contribui com soluções inovadoras e criativas;

  • não pensa nos colegas de trabalho, apenas em si mesmo;

  • opta sempre pelo caminho mais fácil, mesmo que esta não seja a melhor opção. 

Sem sombra de dúvidas, as características passadas acima não são nada positivas. E se, como profissional e pessoa, você deseja crescer, é importante aprender a trabalhar contra este perfil reativo. 

Mas, afinal, como deixar de ser uma pessoa reativa?

Conseguiu identificar algumas característica de uma pessoa reativa em si mesmo? Este é o primeiro passo para mudar este cenário no qual você se encontra atualmente. E como fazer isso? Aqui vão algumas dicas extraordinárias:

Autoconhecimento

O autoconhecimento é essencial para barrar reações exageradas. Isso porque ao conhecer a si mesmo e ter consciência de como você reage diante de diferentes situações é fundamental para evitar a impulsividade, pois permite que reflitamos melhor sobre as situações e encontremos alternativas para agir de maneira mais sensata. 

Aprenda a controlar a sua ansiedade

Em uma pessoa reativa a ansiedade tende a atingir seu ápice em situações de confronto ou quando percebe que algo está fugindo do seu controle. Por isso, é importante a controlar a ansiedade e evitar levar tudo para o lado pessoal. Muitas vezes, as atitudes de outras pessoas não tem necessariamente a intenção de prejudicá-lo ou atingi-lo. 

Desenvolva uma comunicação não-violenta

Uma comunicação mais saudável é embasada por emparia e uma escuta atenta. Para isso, é fundamental sair do piloto automático e barrar a tendência da impulsividade. Busque entender o que está por trás das críticas recebidas ou qualquer postura que te traga o impulso de reagir. Aprenda a criar espaços com a intenção de resolver questões e não apenas de sair “vitorioso” em um determinado embate. 

Faça coaching!

No IBND acreditamos verdadeiramente que uma formação em coaching irá ajudá-lo a desenvolver estas e muitas outras melhorias em sua personalidade para que você deixe, definitivamente, de ser uma pessoa reativa e passe a ser uma pessoa mais proativa e controlada, não só no ambiente profissional, mas também no pessoal. 

Através do curso em coach você terá acesso a técnicas e ferramentas capazes de ajudá-lo em todo este processo de mudança de comportamentos e atitudes.

Permita-se conhecer este universo de possibilidades e transforme a sua atuação e profissional através do IBND. 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK