Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Como lidar com perdas dolorosas com a PNL

07/08/2020 às 16:21 PNL

Como lidar com perdas dolorosas com a PNL

A qualquer momento da vida podemos ter alguma perda importante. Seja uma pessoa querida que falece, algum amigo (a) ou namorado (a) que viaja para longe ou um projeto que amamos muito que se encerra.

Muitas pessoas não lidam bem com estas perdas e acabam entrando em depressão e se prendendo a sentimentos passados.

Por isso, fizemos este texto para lhe ajudar a lidar da maneira correta com perdas dolorosas para que você consiga superá-las e possa aprender a conviver sem algo ou alguém. Confira as nossas dicas abaixo:

Tenha seu tempo de luto pela perda

Perdas são dolorosas e é fundamental que tenhamos nosso tempo de luto. Precisamos chorar, desabafas, colocar para fora toda a dor que sentimos. Isso é fundamental para seguir em frente. Não há como seguir as dicas seguintes do texto, sem respeitar o seu tempo de luto.

Chore pela perda de um ente querido, fique um pouco sozinho, desabafe com um amigo ou familiar. Isso é importante para iniciar o processo de superação da perda. Não se isole, esteja perto de pessoas que lhe queiram bem e respeite o seu tempo de luto, principalmente nos primeiros após a perda.

Depois, aos poucos, você deve começar a lidar com a perda, buscar aceitá-la, focar nas coisas boas que viveu com a pessoa para que você possa seguir em frente. Não desabafar, tentar superar a perda no primeiro momento não é a melhor forma de lidar com uma perda dolorosa.

Não se culpe pela perda!

A depressão é uma espécie de culpa pela perda. Em nossa vida temos a cultura de “viver para sempre”, cultuamos a necessidade de “estarmos felizes a todo tempo” e isso é algo irreal.

Muitas pessoas acham que nunca deveriam perder alguém ou que perderam por que “não são bons o bastante”.  Isso nunca é verdade.

As perdas são parte da vida, assim como situações adversas como as frustrações e os sentimentos negativos como a tristeza. Em algum momento de nossas vidas, iremos experimentar momentos difíceis, o que muda é a forma como lidamos com eles.

O primeiro passo para lidar com uma perda dolorosa é não se atribuir a culpa. Só assim, você poderá ter os elementos necessários para conviver com a perda.

Aceite a perda!

Outro passo fundamental é aceitar a perda. Quando um parente morre ou você passa por um término doloroso e sem volta, temos de aceitar que acabou. Muitas pessoas erram porque buscam se manter apegadas a situações passadas.

A vida é feita de fases e é preciso entender que ciclos começam e terminam durante toda a vida.

Entenda o seu momento de perda e aceite esta perda. Lembre dos bons momentos que você passou com a pessoa. Se a sua perda foi material ou profissional, da mesma forma lembre dos bons momentos do trabalho, etc.

Isso será fundamental para aceitar a sua perda. Entenda que as perdas nem sempre estão sob nosso controle, às vezes elas só acontecem e não podemos evitar. Então, se conscientize que o que você viveu foi, mas passou. Agora é hora de viver novas experiências em sua vida.

Se despeça do que perdeu!

Se despedir de quem você perdeu ou do que você perdeu é fundamental para seguir em frente. Assim, você pode ressignificar suas crenças sobre uma pessoa, sobre os momentos que você viveu, etc. Busque sempre lembrar com alegria e de forma positiva de quem você perdeu. Isso ajuda a confortar o coração e alimenta a nossa alma para superar a perda.

Se você cometeu erros com a pessoa que se foi, vale a pena também pedir perdão. Se desculpar é uma maneira de diminuir e lidar com a culpa que sentimos pelo que fazemos aos outros. Essa é uma ação importante para que possamos seguir em frente.

Entenda as perdas como uma oportunidade de evolução!

Sei que é difícil e que perdas são dolorosas, mas é importante tentar sempre ver os momentos da vida pelo lado positivo. O que você viveu são lembranças e servem de aprendizado e recordação, você precisa focar no presente, traçar o seu futuro sem contar com as pessoas ou coisas que se foram. Seguir em frente é sua obrigação!

Então, depois de aceitar a perda, sempre tente ver as perdas como uma forma de evoluir. Tudo na vida é aprendizado e precisamos encarar isso de forma positiva. Lembre dos bons momentos com uma pessoa que se foi e identifique o que você aprendeu com ela. Use isso em sua vida e sempre lembre da pessoa de forma positiva.

Faça a nossa Formação Practitioner em PNL!

Aprenda mais sobre PNL na teoria e na prática com o IBND. Nossa formação Practitioner em PNL é completa, você sai daqui sabendo aplicar todos os recursos da PNL com excelência. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®