Coaching para negócios

02/06/2021 às 19:29 Coaching

Coaching para negócios

A sociedade tem passado por inúmeros transformações com a globalização econômica, política e tecnológica que afeta diretamente as estratégias organizacionais e as decisões empresariais de hoje. Mas seria o coaching uma ferramenta atual dentro desse cenário?

Transformação do mercado

Estudos indicam que as organizações estão passando por importantes processos de transformações, nem sempre advindas da sua própria estrutura, mas forçadas pela necessidade de competir e sobreviver nesse mercado atual dinâmico, globalizado e exigente.

Essas transformações organizacionais trazem à tona a necessidade de atualizar os processos de mudança individual, em nível comportamental, dadas as contingências do mercado. A flexibilidade para se adaptar às exigências do mercado exige estruturas mais leves e investimentos na qualificação dos trabalhadores, entre diversas outras mudanças.

As regras que antes norteavam as decisões empresariais no passado não são mais as mesmas, a comunicação e a computação estão quase que instantâneas, reduzindo o tempo e concentrando-se na velocidade. Hoje em dia, tudo está online para encurtar as distâncias, e os gestores precisam ter em mente esse mundo complexo para acelerar as transformações necessárias.

Ferramenta de trabalho

A nova ferramenta de trabalho atual é o aprendizado constante, nao sendo mais uma atividade considerada separada do trabalho ou delegada apenas à escola ou universidade. A nova realidade organizacional é um contínuo de transformação e inovação, que ressalta a importância da cultura de aprendizagem dentro das empresas. São disciplinas fundamentais para atuar no mercado atual: domínio pessoal, modelos mentais, visão compartilhada, aprendizagem em grupo e pensamento sistêmico, sendo necessários um aprendizado tanto conceitual quanto operacional em diversos níveis organizacionais. O aprendizado precisa ter início no indivíduo, seguido pela aprendizagem grupal e por fim a organizacional.

Dessa forma, o indivíduo que busca uma posição no mercado de trabalho atual precisa ser um aprendiz constante e compartilhar esse aprendizado em articulação com o grupo com que trabalha.

Por outro lado, os gestores precisam ter essa visão macro e facilitar o aprendizado de suas equipes, se deseja inovar e se destacar no mercado de trabalho. Veja só os níveis do processo de aprendizagem:

  1. Individual: ideias inovadoras, insights e contribuições para o grupo de trabalho;
  2. Grupal: é um processo social e coletivo, observando como o grupo aprende e combinam seus conhecimentos e crenças individuais, para integrá-las em esquemas coletivos, partilhados para se constituírem em ações;
  3. Organizacional: os processos de compreensão e interpretação individual compartilhados torna-se algo institucionalizado, na estrutura das regras, procedimentos e elementos simbólicos.

As mudanças organizacionais atuais são implementadas a partir de procedimentos que permitam que pessoas aprendam primeiramente de forma individual, para depois aplicar e ampliar seus conhecimentos aos níveis grupais e organizacionais.

Coaching

A palavra coach vem do inglês, e significa treinador. É uma palavra que esteve ao longo da história associada ao esporte, no qual um especialista treina e desenvolve um atleta ou uma equipe de atletas para atingir suas metas, ou alguém que guie os passos de uma pessoa até o sucesso sustentado por seus valores e princípios.

O objetivo do coaching é ajudar o indivíduo a resolver seus problemas e transformar o que aprendeu em resultados positivos para si e para a equipe que lidera. Dessa forma, o aprendizado do líder é ampliado ao seu grupo de trabalho e, a partir daí, para a coletividade organizacional.

Ser um coach significa ajudar uma pessoa a expandir suas competências, levando-o de um posicionamento a outro, bem como ajudar a sustentar suas metas por seus princípios e valores. A utilização do coaching como forma de desenvolvimento profissional e executivo é uma evolução do conceito que tem sido aplicado há anos.

Coaching para executivos

O coaching para executivos é um processo de aprendizado individual, de desenvolvimento da liderança, visando otimizar a capacidade de um líder para alcançar metas organizacionais em curto, médio e longo prazos. É um processo de interação dirigido por feedbacks de múltiplas fontes e baseado na confiança e no respeito mútuos. A organização, o executivo e o coach trabalham em parceria para alcançar tanto aprendizagem quanto impacto máximos. O processo pode contar com chefes executivos, profissionais de recursos humanos e consultores externos olhando para dentro da organização.

O coach profissional é contratado geralmente por um executivo e sua organização para trabalhar em parceria colaborativa na organização e alcançar resultados de negócios e objetivos de aprendizado previamente selecionados. O contrato formal de trabalho precisa incorporar as regras que são acordadas, o período de tempo da intervenção, as metas e as medidas específicas de sucesso. O coaching de executivos se orienta pelos objetivos, necessidades e preferências do executivo e da organização e podem deflagar a necessidade de mudanças como: atitudes e hábitos, habilidades em desenvolvimento, preparar-se e desenvolver-se para tarefas futuras, definir e implementar liderança, metas de negócios e estratégias.

Benefícios do coaching para negócios

O processo de coaching dentro da organização pode impactar positivamente os níveis de produtividade individual, principalmente em executivos, aumentando potencialmente a produtividade da organização inteira, pois resulta de aumento no conhecimento, na autoconsciência e no desenvolvimento, indo na direção de lideranças mais efetivas.

Essa relação de ajuda entre funcionários e consultores que usam grande variedade de técnicas e métodos comportamentais para ajudar o cliente a atingir o conjunto mutuamente identificado de metas para melhorar seu desempenho profissional e satisfação pessoal, além de melhorar a efetividade da organização bem definida.

É uma intervenção focada na melhoria do desempenho em busca do desenvolvimento de novas competências, levando a maior satisfação profissional e pessoal.

Empresas que levam em consideração os feedbacks de seus funcionários, buscam trabalhar colaborativamente para a resolução de problemas e para maior inteligência emocional, e investem na capacitação de seus funcionários tende a ter melhores resultados, pois também trabalha o lado humano das interações de trabalho. É a partir da colheita do potencial máximo de seus funcionários que a organização pode crescer e atingir novos horizontes dentro desse mercado globalizado.

E você, tem curiosidade para verificar os resultados do coaching em seus negócios? Venha para o IBND!

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

Referências:

MILARÉ, S.A. & YOSHIDA, E.M.P. Coaching para executivos: adaptação e estágio de mudanças. Psicol. teor. prat. 2007;9(1).

OLIVEIRA-SILVA, L.C. et al. Desvendando o coaching: uma revisão sob a ótica da Psicologia. Psicologia: Ciência e Profissão. 2018;38(2).

 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK