Afinal, o que é ser obstinado?

21/03/2022 às 11:44 Dicas

Afinal, o que é ser obstinado?

Afinal, o que é ser obstinado?

Segundo o dicionário, a obstinação é a característica de quem persiste, insiste, não desiste.

Com esta definição em mente, gostaríamos de iniciar este conteúdo do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento), lhe fazendo uma pergunta: você se considera uma pessoa obstinada e tem um forte apego às suas ideias e empreendimentos?

Ser obstinado é, sem dúvidas, uma característica bastante positiva. Mas até que ponto? Em que momento a obstinação torne-se teimosia e se caracteriza como uma postura típica de pessoas inflexíveis?

Continue lendo este conteúdo para entender mais sobre o tema, e conferir dicas para usar a obstinação a seu favor.

Vamos em frente neste processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento!

As vantagens de ser uma pessoa obstinada

Não é novidade para ninguém que o adjetivo obstinado é visto muito pelo viés positivo do que negativo. Não a toa, muitas empresas tem dentre os pré–requisitos no momento de contratar um funcionário, a obstinação como chave de aprovação. 

Abaixo apresentaremos algumas das principais vantagens de ser um indivíduo obstinado.

Persistência 

Uma pessoa obstinada não desiste com facilidade dos seus sonhos e essa é uma característica fundamental para crescer profissionalmente e ser um individuo realizado. Afinal de contas, boa parte das grandes conquistas não vem da primeira tentativa, mas sim de inúmeras experiências de falhas que levam ao aprendizado. 

Autoconfiança

Acreditar em si mesmo e no seu potencial é fundamental para se tornar aquilo que deseja, e a autoconfiança é uma característica que os obstinados tem de sobra. Além disso, a obstinação contribui para a formação de uma crença sólida de sua capacidade de realizar mais e cada vez melhor.

Pouco influenciável 

Ser uma pessoa influenciável pode ser negativo para o desenvolvimento de nossa vida pessoal e, sobretudo, profissional. A obstinação contribui para criar uma espécie de barreira de proteção contra influências externas, para que a pessoa possa se manter focada no que verdadeiramente acredita.

Existem desvantagens da obstinação? 

Mas nem só de qualidades vive a pessoa que é obstinada. Existem algumas grandes desvantagens que podem advir de uma obstinação excessiva, mas que, entretanto, podem ser evitadas mantendo o foco no equilíbrio.

Inflexibilidade

Por nutrir fortes crenças e opiniões, o indivíduo obstinado pode apresentar uma postura bastante inflexível. 

Mesmo que tenhamos convicções em nossas crenças, saber ouvir as pessoas que estão a nossa volta e identificar momentos em que podemos desviar de nossos projetos inicias, é importante.

Excesso de teimosia

Lado a lado com a inflexibilidade está sua grande melhor amiga: a teimosia!]

Recusar-se a ouvir diferentes pontos de vista pode fazer com que uma pessoa obstinada perca grandes chances de realizar seus sonhos e crescer como profissional.

Para uma pessoa teimosa, deixar suas convicções de lado para tentar ter outra visão de uma situação pode ser difícil. 

Persistência cega e desmedida 

“Diante de um obstáculo que é impossível de superar, obstinação é estupidez” 

Simone de Beauvoir

Ser persistente é bom? De fato! Mas é importante compreender quando não cabem mais tentativas para concretizar um objetivo. 

Saber quando desistir de um projeto que não tem futuro para seguir por outros novos caminhos é essencial para ser bem-sucedido. 

Dicas para desenvolver esta características da melhor forma possível:

Agora que já entendemos o significado de ser obstinado, as vantagens e desvantagens desta característica, vamos “arregaçar as mangas” e buscar extrair o melhor deste comportamento.

  1. Entenda o que você realmente deseja 

Olhe para dentro de si e busque entender o que você realmente deseja. Este primeiro passo é fundamental para que você siga seus verdadeiros ideais e evite se deixar influenciar pelas pressões externas. 

Afinal, apenas quando o desejo vem de dentro é que temos força para seguir em frente com obstinação!

  1. Mantenha os pés no chão

Ao pensar nos seus objetivos, permita-se ousar, porém, mantenha os pés fincados no chão e dose sua ousadia com uma pitada generosa de realidade.

Através dessa combinação de equilíbrio é possível definir metas que exigirão esforços, mas que poderão ser alcançadas. Almejar coisas muito distantes pode lhe gerar um grande bagagem de decepção e desmotivação. 

  1. Entenda que você não pode controlar tudo 

Ser obstinado é saber o que você quer, e o seu foco deve estar nisso. Se apegar às coisas que fogem do seu controle pode causar frustração, simplesmente porque é humanamente impossível termos controle sobre tudo.

Por isso, prefira focar no que está ao seu alcance, o que envolve a sua dedicação e as suas metas. Desapegue de todo o resto e deixe que as coisas sigam o rumo que devem tomar. 

  1. Periodicamente, repense seus objetivos 

A ideia de não desistir nunca é perigosa se considerarmos que as pessoas mudam com o passar do tempo. Se você não mudar e continuar desejando as mesmas coisas, perfeito!

Contudo, é importante se questionar regularmente e repensar seus planos. Somente assim você saberá quando é hora de mudar algo ou se certificar de que quer mesmo seguir com o plano. 

  1. Reconheça seu potencial 

Por fim, é importante que você reconheça a sua força e o seu potencial, pois é somente acreditando em si mesmo que você terá motivação para seguir adiante, sem deixar que a insegurança coloque obstáculos no seu caminho. 

Está pronto para se tornar uma pessoa obstinada, que sabe o que quer e segue firme em sua jornada? 

Esperamos que este conteúdo tenha agregado de forma bastante positiva à sua vida. Não deixe também de conhecer o curso de coach oferecido pelos profissionais competentes do IBND!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK