A interpretação dos sonhos

16/08/2021 às 00:00 Hipnose

A interpretação dos sonhos

De tempos em tempos os sonhos aparecem, mas nem sempre sabemos o que querem dizer ou por que acontecem. O que será que significam nossos sonhos? Dá uma olhada!

O que são sonhos?

Os sonhos são uma sucessão de imagens, ideias, emoções e sensações que geralmente ocorrem involuntariamente na mente durante certos estágios do sono. O conteúdo e a função dos sonhos ainda estão sendo estudados, embora esse seja um assunto estudado pelos cientistas, filósofos e religiosos, um interesse registrado ao longo da história.

Os sonhos ocorrem majoritariamente durante o sono com movimento de olhos rápidos (REM), mas alguns estudos afirmam que podemos sonhar em outros estágios do sono. No entanto, são os sonhos durante o sono REM que possuem as imagens mais vívidas e memoráveis.

A duração de um sonho pode variar de poucos segundos até aproximadamente 20-30 minutos. As pessoas têm mais tendência a lembrar dos sonhos quando acordam durante a fase REM do sono. A média por pessoa vai de três a cinco sonhos por noite, e algumas podem sonhar até sete vezes à noite.

Os eventos de um sonho geralmente estão fora do controle do sonhador, com a exceção dos sonhos lúcidos onde o sonhador está autoconsciente durante o sonho. Os sonhos podem ser fonte de pensamentos criativos e inspirações para novas ideias, e já foram fontes de criações de diversos inventores e cientistas ao longo da história.

Por que sonhamos?

Ainda não se tem claro o porquê sonhamos, mas esse é um tópico de grande importância científica, que vem tentando ser desvendado ao longo da história. Muitas foram as culturas que tentaram entender os sonhos e, mais recentemente, o interesse pelo significado dos sonhos virou tópico de discussão científica ao ser introduzido por Freud como ferramenta de intervenção na psicanálise.

Sonhos e Sigmund Freud

Sigmund Freud foi um médico psiquiatra que criou um método de intervenção chamado psicanálise, e escreveu extensivamente teorias sobre o sono e suas interpretações já no início dos anos 1990. Para Freud, os sonhos são manifestações dos desejos e ansiedades mais inconscientes do sujeito, geralmente se relacionando com memórias reprimidas da infância e obsessões. Em outras fases, Freud considerou os sonhos, independente de seus contextos, seriam representações da liberação da tensão sexual.

Freud criou uma metodologia psicológica para interpretar os sonhos e desenvolveu uma série de passos para entender os símbolos e as motivações que aparecem nos sonhos. Atualmente, os sonhos são vistos como uma conexão entre a mente consciente e inconsciente. Eles vão desde sonhos normais até sonhos surreais e bizarros, podem variar em sua natureza, sendo assustadores, excitantes, mágicos, melancólicos, aventurosos ou sexuais.

A interpretação dos sonhos

Interpretar sonhos é uma tentativa de colher significados dos sonhos e procurar uma mensagem intrínseca. Na psicanálise, para que a interpretação dos sonhos ocorra é preciso a colaboração do paciente através da associação livre de ideias acerca do sonho. É o paciente que apresenta os personagens e cenários e suas relações com eles. A interpretação dos sonhos só é possível quando o paciente baixa as suas defesas para continuar investigando.

A interpretação dos sonhos não é algo que “cai no colo” mas, sim, é preciso que a pessoa se interesse pelos sonho, procure escutar esse sonho a partir de outros sentidos, já que o conteúdo dos sonhos é aparentemente incompreensível, apenas porque consiste em uma versão distorcida do conteúdo que está latente.

Hipnose e sonhos

Podemos usar algumas abordagens diferentes para tentar entender o sonho para conseguir interpretá-lo. Na Programação NeuroLinguística (PNL), os sonhos são metáforas que a mente cria, que podem estar contando uma história por trás das imagens metafóricas.

Já a hipnose vê os sonhos como mensagens do inconsciente que podem estar acessíveis agora para o indivíduo através do sonho, o qual pode ter uma conexão com algum fato ou fenômeno vivenciado. Dessa forma, a hipnoterapia leva o indivíduo ao estado de transe para adentrar na mesma situação ocorrida na sonho, e agora, com a consciência ampliada, a pessoa pode conseguir mudar sua posição perceptiva no que diz respeito aos sonhos, principalmente quando forem pesadelos ou sonhos desgastantes. A partir de uma nova posição perceptiva podem decorrer uma série de transformações que podem efetivamente promover um entendimento acerca dos acontecimentos vivenciados no sonho, os quais podem estar conectados a evidências de que a pessoa não está conseguindo entender aquela mensagem e, ao visualizar de forma diferente, pode compreendê-la.

Na hipnose, não se trata de esquecer o sonho ou a situação, mas conseguir dissociar aquilo que está ruim, que faz mal, para, assim, passar a ter sonhos mais positivos para o ser humano.

A hipnose também traz a contribuição de que alguns fenômenos fisiológicos como não conseguir respirar podem se manifestar nos sonhos como afogamentos, por exemplo, delineando assim a necessidade de procurar ajuda complementar para um tratamento multidisciplinar, visando aumentar a qualidade de vida do indivíduo e seus sonhos.

Por isso, não perca tempo: se estiver tendo sonhos perturbadores ou sonhos que não consegue entender e prejudicam o seu dia a dia, procure um profissional da saúde e um hipnólogo para ajudá-lo e adquirir mais resiliência nesse processo. Priorize a sua saúde mental!

E você, está interessado em ser um profissional atualizado em saúde? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

CHENIAUX, E. Os sonhos: integrando as visões psicanalítica e neurocientífica. Rev. psiquiatr. 2006;28(2).

FOSTER, M. Interpretação de sonhos e contemporaneidade: uma regra ainda fundamental. J. psicanal. 2017;50(93).

HUBACK, R. Sonhos e pesadelos desgastantes: significado dos sonhos. IBND. 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=aTeZUeAUxXY

LEITE, T.M. A perspectiva de tempo no sonho. Cienc. Cult. 2002;54(2).

SUSEMIHL, E.V.K.P. Interpretação dos sonhos, sem fim. J. psicanal. 2017;50(93).


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK