Você é gentil consigo mesmo?

20/01/2022 às 11:54 PNL

Você é gentil consigo mesmo?

Gentileza é um ato que todo mundo tenta ao máximo, ou ao menos deveria tentar, com o próximo, não é mesmo? Contudo, também devemos nos lembrar de ser gentil com nós mesmos. 

Muitas vezes somos o nosso maior crítico e, mesmo que inconscientemente, nos colocamos para baixo em pequenos atos que fazem com que deixemos o amor próprio de lado. 

Tão importante quanto gostar, cuidar e ser gentil com os outros, é praticar o mesmo com você. Afinal de contas, somos nós mesmos nosso maior amigo e também o nosso pior inimigo. 

Quantas vezes você já não se condenou por seus erros e defeitos? Esse hábito, além de extremamente destrutivo, limita nossa capacidade de reagir diante de obstáculos, nos mantendo reféns em nossas prisões internas. E você deve, de uma vez por todas, aprender a se libertar. 

Quando nos permitimos a oportunidade de compreender nossas fraquezas e aceitar nossos defeitos, nos abrimos para o acolhimento e gentileza conosco.

Seja sincero: numa escala de 0 a 10, o quanto você é gentil consigo mesmo? 

Se você se deu uma nota baixa, não se preocupe, é totalmente possível mudar esse cenário. E é sobre isso que queremos falar com você neste artigo do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento). 

Continue sua leitura e aprenda a praticar a auto gentileza!

Dicas de como ser gentil consigo mesmo

Pare se comparar tanto com os outros!

Não é nada gentil se menosprezar por causa dos outros. A beleza, competências e talentos dos outros não anula as suas próprias qualidades. Ao nos compararmos muitas vezes deixamos de prestar atenção na pessoa incrível que somos. 

Mas, a partir do momento em que você começa a reconhecer as próprias qualidades e aprende a não diminuí-las por causa do que vê e admira em outras pessoas, o caminho para ser gentil consigo mesmo fica bem mais fácil!

Celebre suas pequenas vitórias!

Tudo bem ansiar e lutar por algo grandioso, mas já parou para pensar quantas pequenas batalhas você já venceu? Se você aguçar o seu olhar, tenho certeza de que todo dia terá algo de que se orgulhar. 

Se, por exemplo, você acordou desanimado e sem ânimo para trabalhar e mesmo assim se levantou da cama e cumpriu com suas obrigações, este já é um ótimo motivo para comemorar!

Pare de se cobrar o tempo todo!

Sim, na era em que vivemos as cobranças existem por todos os lados — e não estamos falando apenas dos boletos do começo do mês. São cobranças que você faz consigo mesmo para, por exemplo, ser sempre o melhor, o mais bem-sucedido, o mais feliz, etc. 

E sabe ao que toda essa cobrança leva? A frustração! Ninguém consegue ser “o mais” em tudo e a todo o momento. Tente levar a sua vida com um pouco mais de leveza!

Cuide da sua saúde mental e física!

Na correria do dia a dia nem sempre é fácil comer de forma saudável, fazer exercícios físicos e parar para respirar. Mas tente, porque isso reflete em praticamente tudo da sua vida: relações sociais e profissionais, relacionamento amorosos e por aí vai. 

Ao cuidar da sua saúde mental e física você verá que isso melhorará sua disposição. a sua produtividade e, sim, te deixará muito mais feliz. 

Aceite quem você é!

Você pode até não gostar de alguns aspectos da sua personalidade, mas são eles que contribuem na construção de quem você é!

Isso não significa que você deve se conformar com o que incomoda, mas é preciso aceitar-se antes de tentar mudar, caso contrário, você provavelmente passará a vida lutando contra si mesmo. 

Desenvolva a sua autocompaixão!

Pessoas com autocompaixão aceitam que erra faz parte da condição humana e seguem em frente, superando momentos de fracasso com inteligência emocional.

Para desenvolver esta habilidade, evite diálogo negativos e destrutivos, e adote diálogos positivos e focados na solução. 

Ser gentil consigo mesmo tem o poder de transformar a sua vida. Não subestime o poder deste simples ato de amor próprio!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK