Quem foi Marie Curie?

04/11/2021 às 20:52 Hipnose

Quem foi Marie Curie?

Uma das cientistas mais importantes da história, Marie Curie é responsável por inventos que hoje são corriqueiros, mas nem sempre é reconhecida por isso. Você conhece Marie Curie? Então dá só uma olhada!

Quem foi Marie Curie?

Maria Sklodowska nasceu no dia 7 de novembro de 1867 em Varsóvia, Polônia, sendo a mais nova de cinco irmãos. Filha de professores pobres, quando estes não puderam mais sustentá-la, Maria tornou-se governanta, lendo e estudando em seu próprio tempo para aprender cada vez mais, o que nunca deixou de fazer até o final de sua vida. Em 1891 recebeu um convite de sua irmã para hospedá-la em Paris com o objetivo de incentivá-la a ingressar na universidade, o que fez. Maria entrou imediatamente na Universidade de Sorbonne, onde estudou física e matemática, descobrindo uma espécie de amor por tais disciplinas.

Maria conheceu Pierre Curie em Paris no ano de 1894, que era um cientista trabalhando na cidade e com quem casou um ano depois. Também foi durante este tempo que mudou seu nome para uma conotação mais francesa, tornando-se assim Marie. A cientista permaneceu com sua resiliência para continuar os trabalhos mesmo quando seu marido sofreu um acidente e não pode dar continuidade ao trabalho que estavam realizando.

Trabalho com radioatividade e descobertas

Ambos Marie e Pierre se tornaram trabalhadores da Escola de Química e Física de Paris, onde começaram seus primeiros trabalhos em raios invisíveis emitidos por urânio, um fenômeno recentemente descoberto pelo Professor Henri Becquerel, ue havia demonstrado que os raios eram capazes de atravessar a matéria sólida, névoa e filme fotográfico, fazendo com que o ar conduza eletricidade.

Após uma série de experimentos, os Curie chegaram à conclusão de que a extração de outros componentes de urânio eram radioativos e publicaram fortes evidência da existência de um novo elemento, ao qual chamaram de rádio, posteriormente sendo utilizado para produzir as imagens de raio-X que tanto utilizamos hoje em dia e que promovem tratamentos e qualidade de vida.

Descoberta do rádio e do polônio

Enquanto os Curie estudavam a radioatividade, descobriram que havia dois elementos químicos com radioatividade maior que o urânio. Assim, em 1898 Marie anunciou à Academia Francesa de Ciências a descoberta do rádio e do polônio (batizado em homenagem à Polônia). Apesar de serem os responsáveis pela descoberta dos elementos rádio e polônio, Marie e Pierre não quiseram patentear o feito, para que outros cientistas pudessem seguir as pesquisas sobre a radioatividade.

Prêmio Nobel

Marie e Pierre receberam o Prêmio Nobel de Física junto com Henri Becquerel, por seu trabalho conjunto sobre radioatividade. No mesmo ano, Marie foi aprovada em sua tese de doutorado em Física. Determinada, Marie recebeu um segundo Prêmio Novel em 1911 por suas realizações notáveis em química, criando um meio de medir a radioatividade.

Marie foi a primeira mulher a ser laureada com o Prêmio Nobel e a única a ganhar o prêmio duas vezes em áreas distintas, além de ter sido a primeira professora mulher na Universidade de Sorbonne na França.

Posicionamento político

Marie Curie posicionou-se a favor da independência da Polônia que estava dominada pela Rússia czarista, período durante o qual fundou uma escola para manter o sustento de sua família, após a demissão de seu pai.

Uma mulher na ciência

A ciência então era uma área majoritariamente masculina, sendo um ambiente hostil e desafiador para Marie, mesmo com o reconhecimento de sua trajetória científica. Curie perdeu por um voto a eleição para a Academia Francesa de Ciências, resultado de uma campanha machista da época. Esta Academia só passou a aceitar mulheres em 1979, o que mostra que Curie foi pioneira ao entrar para a pesquisa científica no fim do século 19.

O legado de Marie Curie

A descoberta do raio-x foi fundamental para o tratamento de soldados feridos na Primeira Guerra Mundial. A cientista percebeu que os raios-x seriam importantes para tratar ferimento de balas e fraturas, por isso, colocou em prática um serviço de radiografia móvel. Buscou ajuda de pessoas ricas e laboratórios para auxílio financeiro e equipamentos, e também treinou técnicos para utilizar o aparelho. Curie instalou cerca de 200 estações de tratamento radiológico nas zonas de combate da França e da Bélgica, atendendo mais de 1 milhão de soldados.

Visita ao Brasil

Marie Curie visitou o Brasil em agosto de 1926 para uma convenção em Belo Horizonte onde conheceu o Instituto Radium de Belo Horizonte e doou duas agulhas de rádio voltadas para o tratamento do câncer. O hospital se tornou especializado em radioterapia e passou a receber pessoas de todo o Brasil.

O Brasil foi um dos países que tiveram a oportunidade de receber as descobertas de Curie. Em 1926, Marie e sua filha Irène Joliot-Curie fizeram conferências e experimentos na então Escola Politécnica do Rio de Janeiro. A cientista ministrou um curso sobre o elemento rádio na instituição. Referências para as mulheres do mundo todo, mãe e filha foram recepcionadas e guiadas pelas integrantes da Federação Brasileira para o Progresso Feminino.

Morte de Curie

Marie Curie sofreu muita exposição à radiação e morreu no dia 4 de julho de 1934 em decorrência disso, além de haverem polêmicas por trás da causa específica da morte. Outras cogitações são a leucemia e a anemia aplástica, ambas condições que podem ser desenvolvidas pela exposição prolongada às substâncias químicas e elementos radioativos.

Importância das contribuições de Curie

Assim, Curie foi uma das grandes contribuidoras para os tratamentos de radioterapia e exames de imagem atualmente, dos quais dependem o diagnóstico e tratamento de uma série de doenças.

E você, gostaria de se atualizar para atuar em saúde? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

Maria Curie Institute. Marie Curie the scientist. sem data. Disponível em: https://www.mariecurie.org.uk/who/our-history/marie-curie-the-scientist


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK