Qual é o poder do hábito em nossas vidas?

25/12/2020 às 15:34 Coaching

Qual é o poder do hábito em nossas vidas?

Você toma escolha todo o dia, tem uma rotina de atividades definidas, sempre que vai fazer alguma coisa, tem um método para que ela seja feita, mesmo que você não perceba. Isso é o poder do hábito em sua vida!

Os hábitos possuem o poder de comandar o nosso dia a dia, todas as nossas ações passam pelos hábitos que construímos ao longo da vida. Baseados nos ensinamentos do best-seller O Poder do Hábito, do repórter americano Charles Duhigg, separamos alguns fatores cruciais que demonstram o poder do hábito em nossas vidas.

O que mostraremos abaixo, aborda como os hábitos estão em nosso inconsciente e como eles fazem a diferença para o bem e para o mal. Assim é possível entender por que às vezes mudar de hábito pode trazer melhores resultados.

Confira os principais ensinamentos que podemos ter sobre os hábitos abaixo:

Hábitos são fundamentais na tomada de decisão

Sabe aquela expressão, “estamos vivendo no piloto automático”, então ela tem muito a ver com os hábitos e é mais comum para nós do que imaginamos. Nos estudos de Duhigg, ele identifica que cerca de 40% das nossas decisões diárias, não são decisões e sim resultado dos hábitos que acumulamos no decorrer da vida.

Em resumo, praticamente metade do nosso dia estamos vivendo no piloto automático, sem nem que nem percebamos. O problema é que dependendo dos hábitos, eles podem gerar resultados positivos ou negativos no nosso dia a dia.

Quando os hábitos são negativos, esses 40% das decisões tomadas no automático podem ser cruciais para a destruição da nossa vida pessoal e profissional.

O cérebro transforma sua rotina em hábito

Com o objetivo de poupar energia, o nosso cérebro sempre irá tentar transformar atos da nossa rotina em hábitos comuns da nossa vida. E isso é perceptível no dia a dia. Quando você limpa a casa, você sempre começando de dentro para fora, nunca ao contrário, por exemplo. Ou então, quando você tem de ir ao trabalho e sempre faz o mesmo trajeto.

Cientistas afirmam que o cérebro sempre busca formas de poupar energia, logo se não tentarmos mudar isto, ele tentará tornar qualquer ação da nossa rotina em hábito. Isso porque se há um hábito, ele não precisa tomar certas decisões.

E isso pode ser positivo até certo ponto. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg já admitiu ter camisas iguais em seu guarda-roupa, isso porque ele não se preocupa com a vestimenta, isso se tornou um hábito. Toda manhã ele pega uma camisa igual a do dia anterior, segundo ele, isso se naturalizou porque assim ele tem tempo para focar em decisões mais importantes do seu dia.

Conheça a nossa Formação em Coaching.

Hábitos não somem!

Sempre que criamos um hábito, seja ele bom ou ruim, temos de entender uma coisa: ele nunca some. Os hábitos ficam gravados em nosso cérebro. Segundo especialistas, até mesmo pessoas que perderam a memória, conseguem replicar antigos hábitos de sua rotina.

E isso pode ser bom ou ruim para nós. Lembra daquela frase “isso é como andar de bicicleta, uma vez que se aprende não se esquece”, então é exatamente assim. Se você aprendeu a andar de bicicleta quando criança, você nunca esquecerá por mais que passe anos sem praticar.

Isso é muito bom, não é? Afinal, já pensou se depois de passar um ano sem fazer uma coisa, tivéssemos que reaprendê-la? Seria bastante complicado! O problema aqui está nos hábitos ligados a vícios como beber demais, fumar, ter insônia e outros. Estes hábitos ruins também ficam gravados em nosso cérebro.

Por isso é importantíssimo estar sempre atento aos hábitos, porque hábitos prejudiciais aos nossos relacionamentos, a nossa saúde e a nossa vida financeira podem voltar a qualquer momento, eles estão gravados no nosso cérebro.

O cérebro não distingue a natureza dos hábitos

Temos uma rotina parcialmente automática, isso é fato! Logo é preciso entender que devemos alimentar esse cotidiano com bons hábitos. E isso deve partir de nós mesmos, do nosso controle porque o cérebro não consegue distinguir a natureza dos nossos hábitos.

Não há distinção entre hábitos bons ou ruins, para o cérebro hábitos são hábitos. Dessa forma, trabalhar para evitar e mudar hábitos ruins é importante para a nossa vida.

Não podemos apagar um hábito, mas podemos mudá-lo

Nossa última constatação sobre a importância dos hábitos é que o que podemos entender é que um hábito não pode ser apagado do nosso cérebro, mas temos o poder de mudá-los. E é aí que o coaching e a PNL, eles podem nos ajudar a entender como mudar hábitos, transformando hábitos ruins em hábitos bons.

Tentar eliminar hábitos não dará resultado, você pode até ter sucesso por algum tempo, mas sem perceber os antigos padrões de vida voltam. Procure pelo auxílio de um coach para ser ajudado a trazer um novo padrão de hábitos em sua vida, passando a praticar hábitos bons em vez de hábitos ruins.

Faça a nossa Formação em Coach!

No IBND, possuímos um curso de coach com certificação internacional. Aprenda todos os recursos dessa metodologia transformadora e conquiste os seus sonhos. Conheça a nossa Formação em Coaching.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK