O que é puberdade?

14/08/2021 às 22:25 Hipnose

O que é puberdade?

Passamos por diversas fases de vida, mas nem sempre nos damos conta ou sabemos os desafios que enfrentamos em cada etapa. Você sabe o que é a puberdade? Então dá uma olhada!

O que é puberdade?

A puberdade é a terceira fase de crescimento corporal acelerado, depois da fase intra-uterina e de um pequeno crescimento acelerado na infância, também chamado de crescimento intermediário. Durante a puberdade, o crescimento em estatura chega a 12 e 14 cm por ano em meninas e meninos, respectivamente, sendo que as primeiras amadurecem em torno de dois anos mais cedo. A sequência das mudanças maturacionais durante a puberdade é predizível e progressiva, estando o seu início relacionado a fatores genéticos e ambientais, afetando o humor e a qualidade de vida de adolescentes.

A puberdade deve ser entendida em seu contexto complexo, envolvendo as transformações biopsicossociais que decorrem dela. Dentre as modificações pubertárias, são observados os seguintes componentes:

  • estirão de crescimento pondo-estatural;
  • modificação da composição corporal, resultante do desenvolvimento
  • esquelético e muscular e das modificações na quantidade e distribuição de gordura;
  • desenvolvimento do sistema cardiorrespiratório, predominantemente da
  • força e da resistência;
  • desenvolvimento do aparelho reprodutor.

Características da puberdade

Durante a puberdade, em ambos os sexos mas de forma mais acentuada em meninos, a pele se torna mais oleosa, aumenta a produção de suor e pode surgir a acne, além de ocorrer a mudança de voz e o crescimento dos pêlos axilares. Uma das características importantes desse processo é a magnitude e a rapidez das transformações que a caracterizam. Durante um período de 3 a 5 anos surgem e desenvolvem-se os caracteres sexuais secundários, culminando com a aquisição da capacidade reprodutora, quando ocorre intenso estirão do crescimento, durante o qual são ganhos cerca de 50% do peso e 20% da estatura definitiva. São muitas as diferenças na composição corporal entre ambos os sexos. O ganho de peso dos meninos é consequência do grande crescimento da sua massa muscular, enquanto nas meninas o maior responsável é o ganho do tecido adiposo.

Também podem ser citadas alterações no humor, na motivação e na saúde mental do jovem nesta fase.

Maturação sexual

As características sexuais primárias da puberdade são aquelas relacionadas diretamente com a reprodução. Nas meninas desenvolvem-se os ovários, o útero e a vagina, nos meninos, há o desenvolvimento dos testículos, próstata e produção de esperma. As características sexuais secundárias são as ligadas ao dimorfismo sexual externo, isto é, o desenvolvimento dos seios, pênis, pêlos faciais, pêlos pubianos e modificação da voz.

Em geral, nos meninos, o primeiro indício de puberdade é o aumento do volume testicular, e segue as seguintes etapas:

  • desenvolvimento dos genitais;
  • surgimento dos pêlos pubianos;
  • pico de velocidade de estatura;
  • aparecimento dos pêlos axilares;
  • surgimento dos pêlos faciais.

Puberdade e hormônios

Os meninos já produzem esperma (espermarca) entre os 13 a 14 anos. Nas meninas, a puberdade se dá início através do desenvolvimento mamário, seguido pelos pêlos pubianos, o pico de velocidade em estatura e menarca. Nas meninas, o estrogênio e a progesterona são os responsáveis pelo surgimento das características sexuais secundárias, estando relacionados à vida sexual e reprodutiva. Nos meninos, a testosterona é o hormônio responsável pelo surgimento das características sexuais secundárias, pela produção de espermatozoides e pelo aumento do impulso sexual, da agressividade, do crescimento em altura e da força física, entre outros.

O intervalo de tempo entre o início da puberdade e o estágio adulto é bastante variável em ambos os sexos. Nos meninos, o desenvolvimento dos testículos inicia-se aos 11 anos, logo seguido pelo início do desenvolvimento dos genitais. Estima-se em três anos o período médio de desenvolvimento desde o estágio 2 ao 5 de genitais e pêlos pubianos

Estirão puberal

O rápido crescimento em estatura característico da adolescência é chamado de estirão puberal. A magnitude com que os jovens crescem precisam ser documentadas, tendo em vista que seu acompanhamento é um sensível detector de possíveis agravos que podem retardar o desenvolvimento físico.

Com o início do estirão puberal, entretanto, a velocidade de ganho de gordura diminui. Essa diminuição na deposição do tecido adiposo ocorre juntamente ao incremento do crescimento ósseo e muscular. Como músculo e osso pesam mais que gordura, a densidade corpórea (peso/altura) aumenta na adolescência, e é maior no sexo masculino, devido à sua maior massa muscular. A diferença importante entre os sexos consiste no fato de que as meninas têm taxa de deposição de gordura sempre maior que os meninos e, mesmo diminuindo o ritmo de acréscimo, continuam sempre ganhando gordura, embora mais lentamente, enquanto os meninos chegam realmente a perder tecido adiposo. Isso explica por que os meninos se tornam aparentemente mais magros nessa fase e as meninas, mais gordinhas.

Puberdade precoce

A puberdade precoce é definida como o desenvolvimento das características sexuais secundárias antes dos oito anos de idade nas meninas, o que é estimado em cerca de 0,2% dos casos.

O desenvolvimento sexual precoce resulta de uma exposição prematura dos tecidos aos esteróides sexuais. Em pelo menos 50% dos casos as manifestações de precocidade sexual regridem ou deixam de progredir, não sendo necessária qualquer intervenção terapêutica. A probabilidade de desenvolver uma patologia aumenta se houver o desenvolvimento sexual em crianças muito novas ou se houver um movimento contra-sexual, ou seja, virilização.

Final da puberdade

A puberdade termina e com ela o crescimento físico e o amadurecimento gonadal, em torno dos 18 anos, coincidindo com a soldadura das cartilagens de conjugação da epífise dos ossos longos, o que determina o fim do crescimento esquelético.

O crescimento é, portanto, um processo caracterizado pelo aumento físico do corpo e pelo aumento do tamanho e do número de células de todos os órgãos e sistemas, que se inicia na concepção e continua por toda a vida. Já o desenvolvimento pubertário é o aumento da capacidade do indivíduo de realizar funções orgânicas cada vez mais complexas.

E você, ficou interessado em novas abordagens em saúde? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

DUARTE, M.F.S. Maturação física: uma revisão da literatura, com especial atenção à criança brasileira. Saúde Pública. sem data.

FERRIANI, M. G. C. & SANTOS, G. V. B. Adolescência: Puberdade e Nutrição. Revista Adolescer. 2011.

MONTE, O. et al. Puberdade precoce: dilemas no diagnóstico e tratamento. Arq. Bras. Endocrinol. Metab. 2001. 45(4).


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK