O que é plano de sucessão?

27/01/2022 às 10:27 Coaching

O que é plano de sucessão?

No mundo corporativo, nenhum profissional, por mais competente e engajado que seja, não vai ficar exercendo um cargo de confiança pelo resto da sua vida. Dependendo da estrutura hierárquica da uma empresa, é preciso traçar um plano de sucessão. Esse post vai te mostrar o que é isso, os passos para montar um e dar dicas sobre como colocá-lo em prática dentro de uma organização. Bora lá aprender um pouco mais? 

O que é um plano de sucessão?

Trata-se de um processo que visa fazer a definição de sucessores (substitutos) que irão ocupar futuramente cargos de confiança dentro de uma empresa. O principal objetivo do plano de sucessão é identificar colaboradores que estejam aptos para exercer os cargos-chave e bem alinhados com os valores da organização. 

Dessa forma, a gestão das empresas que adotam um bom plano de sucessão pode continuar bem mais eficiente. Vale destacar que o principal motivo de se trabalhar em cima dessa estratégia é a antecipação de possíveis cenários dentro da empresa, como uma saída repentina de um ou outro executivo ou até mesmo a aposentadoria do CEO, por exemplo. Saiba o que é amadurecimento.

Como montar um bom plano de sucessão?

Na verdade, não existe uma regra definida sobre como fazer isso. Mas vamos te dar algumas dicas bacanas sobre como montar um plano de sucessão eficiente: 

  • Faça uma avaliação de todo o contexto empresarial, bem como as estratégias atualmente usadas e  até a perspectiva em relação ao futuro. Isso ajuda a identificar a necessidade de criar cargos-chave; 

  • É preciso definir todos os pré-requisitos que precisam ser atendidos para que um ou mais cargos de confiança sejam ocupados; 

  • Faça  um minucioso mapeamento de todos os cargos atuais, utilizando os pré-requisitos que foram definidos na etapa anterior. Nenhum detalhe pode passar despercebido. 

  • Estruture toda a hierarquia organizacional destacando as posições-chave (que deverão ser criadas no plano de sucessão ou que já existem); 

  • Avalie todas as habilidades técnicas e comportamentais dos futuros cargos que farão parte do plano de sucessão, com o objetivo de identificar os colaboradores em potencial; 

  • Faça uma lista com os nomes dos prováveis sucessores para cada cargo criado no plano de sucessão; 

  • Elabore um bom plano de ação que vai servir de alicerce para todo o processo de transição dos novos cargos sugeridos pelo plano de sucessão; 

  • Assegure-se de que a transição dos funcionários escolhidos para os novos cargos-chave esteja com a devida transparência para o restante da empresa. Todos devem estar cientes de como foi o desenrolar desse processo e nada deve ficar subentendido; 

  • É conveniente fazer uma gestão de todo o plano de sucessão, como forma de garantir que as ações que foram previstas terão a devida continuidade. 

Vale destacar que todo esse complexo processo envolve reuniões dos líderes, CEO, gestores e diretores da organização. Afinal, é preciso criar um cronograma e oferecer treinamentos para os contemplados com a nova missão.  Todas as etapas precisam ser organizadas de forma sensata e inteligente. 

Como posso colocar um plano de sucessão em prática?

Conheça valiosas dicas sobre com isso pode ser feito com mais assertividade e menos chances de erros: 

Antecipe-se sempre

Diversas empresas esperam que o funcionário que ocupa um cargo de confiança se desligue do negócio para somente depois pensar em um substituto à altura. Isso é um erro crasso!  Um plano de sucessão deve ser elaborado preventivamente, ou seja, em caso de eventualidades com os atuais detentores dos cargos-chave, é possível ter em mente um possível substituto bem capacitado e treinado para assumir o desafio. Conheça  os segredos de uma mente milionária.

Nunca se atenha a um única opção

Na hora de colocar um plano de sucessão em prática, certifique-se de que você tenha mais opções para ocupar um mesmo cargo. Afinal de contas, imprevistos podem acontecer, como desistências de última hora ou qualquer outro motivo de cunho pessoal. Dessa forma, jamais se atenha a uma única opção, ou seja, tenha outras alternativas além daquela que você já tem. Prevenção nunca é demais! 

Crie estratégias de contratação

Depois da devida identificação dos funcionários que têm as habilidades necessárias e exigidas para ocuparem cargos de confiança dentro da organização, recomendamos identificar todas as possíveis falhas do seu negócio no que tange ao capital humano. Faça uma relação de todos os perfis profissionais que são necessários ao desenvolvimento da empresa. O plano de sucessão poderá ser útil em uma seleção externa. 

Fique de olho no quadro de funcionários atual

Você precisa ficar de olho no desempenho e no comportamento das equipes que fazem parte da empresa. Cada vez que um determinado funcionário se destacar, seja atingindo as metas do mês consecutivamente ou exercendo atitudes de liderança com os demais, não deixe de registrar isso. Pode até não parecer, mas as realizações benéficas e positivas de cada colaborador podem ser bastante relevantes para se levar em conta no próximo plano de sucessão. 

Agora que você sabe o que é plano de sucessão e conhece as nossas dicas sobre esse assunto, que tal colocá-las em prática quando for substituir algum colaborador-chave por outro dentro da sua empresa? As chances de erro são mínimas. 

Venha para o IBND

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!

 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK