O que é gestalt-terapia?

05/07/2021 às 20:53 Hipnose

O que é gestalt-terapia?

Você já ouviu falar sobre uma abordagem da psicoterapia chamada Gestalt-terapia? Conheça um pouco mais sobre mais essa opção terapêutica!

O que é gestalt-terapia?

A Gestalt é uma palavra alemã que não possui tradução exata para o português ou outras línguas, e significa aproximadamente o todo, a estrutura, a forma, a organização.

A gestalt-terapia surgiu no início da década de 50, a partir das reflexões de Friederich Perls um psicanalista nascido em Berlim em 1893, que viveu na década de 40 na África do Sul e posteriormente para os Estados Unidos da América, onde desenvolveu essa abordagem em conjunto com um grupo de intelectuais.

Gestalt significa uma integração de partes em oposição à soma das mesmas num todo. Sob o enfoque terapêutico, a gestalt-terapia tem o objetivo de entrar em contato com os fenômenos, com as pessoas, de forma ativa e dinâmica, mostrando-se eficaz no processo de ressignificação da vida. É uma busca pela integração de todos esses pedaços e partes rejeitadas e alienadas do Self, como a personalidade, e fazer da pessoa um todo novamente.

Essa abordagem trouxe para a psicoterapia uma visão holística sobre o homem e a sociedade, constituindo-se em uma teoria acerca de suas relações.

A principal ferramenta da gestalt-terapia é o diálogo, considerado um evento da relação em que o sujeito se manifesta, sendo uma interação específica entre pessoas, onde existe um desejo genuíno de encontrar o outro, desejo este expresso não apenas no nível verbal, mas principalmente na abertura e intenção de um encontro genuíno e mútuo.

A gestalt-terapia é eficaz no tratamento da depressão e no tratamento da ansiedade, além de outros.

O gestalt-terapeuta

Na gestalt-terapia, o terapeuta atua como uma tela de projeção, na qual a pessoa vê seu próprio potencial ausente. Uma tarefa da terapia é a recuperação do potencial desta pessoa, sendo o terapeuta um habilidoso frustrador. Embora dê satisfação ao paciente oferecendo-lhe aceitação e atenção, o terapeuta o frustra, recusando-se a dar o apoio de que carece, para catalisar o processo de passar pelos pontos de fuga e impasse. Trata-se de ajudar a pessoa a perceber como ela constantemente se interrompe, evita a conscientização, desempenha papéis e assim por diante. A presença do terapeuta permite que o cliente se sinta acolhido, tornando a experiência confortável, empática e tirando o peso do cliente em carregar todas as suas questões sozinho, o que torna a experiência compartilhada e menos desesperadora para o cliente.

O terapeuta age de forma humana, sensível aos acontecimentos e seu encontro com o paciente envolve o encontro de dois indivíduos, com espontaneidade, um contato que se consolida na relação entre cliente e terapeuta. Nesse sentido, o terapeuta busca promover um experimento que aumente a consciência do cliente, indo desde espelhar um gesto até realizar uma dinâmica.

Características da gestalt-terapia

Dentre as características da gestalt-terapia, podemos ressaltar algumas, tais como:

Campo

O campo é onde tudo começa nessa abordagem psicoterapêutica. Para o sujeito, o campo seria o espaço onde ele transita, o lugar em que ele estrutura seu ego e seu mundo subjetivo. Nesse espaço, inúmeras possibilidades podem acontecer, e o terapeuta se permite vivenciar e demonstrar suas emoções de forma autêntica. Já para o cliente, esse campo é construído como fruto da empatia e favorece o relacionamento terapêutico.

O campo é também a totalidade de fatos coexistentes em dado momento e concebido em termos de mútua interdependência. O comportamento acaba direcionado e determinado por forças subjacentes no campo.

Insight

Na gestalt-terapia, o insight é uma resposta repentina para um determinado problema. Seria como se uma luz acendesse na cabeça e assim, seria possível ter uma saída para solucionar a questão específica. Dessa forma, o insight se dá como o aparecimento de uma solução completa em relação à estrutura do campo.

Figura/Fundo

A figura seria o objeto observado para o qual temos uma tendência em organizar a percepção, enquanto o fundo seria o segundo plano, sobre o qual a figura se destaca. Segundo Perls, o processo de formação de figura/fundo é dinâmico, no qual as urgência e recursos do campo progressivamente emprestam suas forças ao interesse, brilho e potência dominante.

Fronteira de contato

A fronteira de contato é a margem flutuante onde o ego e o outro se encontram e algo acontece. É nesse local de encontros entre o Self e o outro que se pode explicar melhor a responsabilidade que as pessoas têm de moldar sua própria experiência. Além disso, é na fronteira de contato que ocorre o crescimento, pois é onde a necessidade emergente de uma pessoa e o que está disponível no ambiente para satisfazê-la se juntam ou se digladiam, dependendo se o encontro for ou não amigável.

Ciclo do contato

O contato é o encontro pleno, de mudança, de vida. Ele pode ser direcionado para dentro ou para fora. É, portanto, a matéria prima da relação psicoterapêutica e define a qualidade do processo.

Tudo no universo é contato, e sem contato tudo perde o sentido. Dessa forma, totalidade, consciência e contato formam o tripé da mudança. É uma forma mobilizadora, fruto da relação de diferença eu-mundo e eu-no-mundo.

O contato pleno acontece quando as funções sensitivas, motoras e cognitivas se unem, num movimento de dentro para fora e para dentro, para proporcionar ao sujeito um bem estar, uma opção real para si mesmo.

Assim, a gestalt-terapia busca desfazer os bloqueios de contato, chegando aos fatores de cura, os quais estão atrelados à fluidez, o processo através do qual o sujeito se movimento, localiza-se no tempo e espaço e deixa posições antigas, renovando-se, tornando-se mais solto e espontâneo, com vontade de criar e recriar a própria vida. Quando o indivíduo se dá conta de si mesmo de maneira mais clara e reflexiva, está mais atento ao que ocorre à sua volta e percebe-se relacionando com mais reciprocidade com as pessoas e coisas, essa mobilização obteve sua finalidade.

E você, gostou de conhecer mais essa abordagem terapêutica? Quer conhecer mais sobre outras intervenções de saúde mental? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

BARRETO, C.E.S. Um estudo sobre gestalt-terapia na contemporaneidade. Psicologia Pt. 2017.

JUNIOR, F.A.B.M. Da teoria à terapia: o jeito de ser da gestalt. NOVAFAPI. 2009;3(1).

 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK