Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

O que é feminismo?

15/04/2021 às 14:02 Coaching

O que é feminismo?

O feminismo é um dos temas mais abordados na internet. Mas você sabe o que significa esse movimento?

O feminismo é a denominação de uma série de movimentos sociais, políticos e ideológicos que tem por objetivo definir e estabelecer a igualdade política, econômica, pessoal e social entre os sexos, dado que a sociedade prioriza o ponto de vista masculino (patriarcal) e que as mulheres vêm sendo tratadas de forma “inferior”. Segundo alguns historiadores, o feminismo surgiu após a Revolução Francesa e se fortaleceu na Inglaterra no século 19 e segue até hoje em todo o mundo discutindo questões que afetam as mulheres de forma geral. A valorização da mão de obra feminina em comparação com a dos homens é uma das maiores reivindicações pela igualdade social na atualidade. Por outro lado, os índices de violência contra a mulher só tem aumentado, o que faz do feminismo um movimento de luta pela vida das mulheres.

Diferenças

Prova disso é o chamado gap salarial, a diferença de remuneração, onde as mulheres são mais mal pagas do que os homens apenas por serem mulheres. Muitas vezes, ambos têm as mesmas qualificações e até mesmo mais experiência por parte da mulher, e ainda sim esta é menos remunerada. A partir disso, as mulheres têm juntado esforços para mudar os estereótipos de gênero e estabelecer oportunidades educacionais, profissionais e interpessoais de forma igual àqueles privilegiados aos homens.

 

Conquistas

É devido ao feminismo que as mulheres hoje podem votar, assumir um cargo público, trabalhar, receber salários iguais, ter propriedades, receber educação, entrar em contratos, ter direitos iguais dentro do casamento, controlar a natalidade e ter licença maternidade, por exemplo, ou seja ter uma qualidade de vida melhor. Em alguns países, as mulheres conquistaram o direito ao aborto legal, para reduzir as taxas de mortalidade de mulheres que realizavam abortos caseiros, e movimentos para proteção de meninas e mulheres do estupro, do abuso sexual e da violência doméstica têm sido mobilizados. Para se ter uma ideia das conquistas feministas, no Brasil, as mulheres só ganharam o direito ao voto em 1932.

 

Mudanças

As mulheres mudaram a concepção de como uma mulher deveria se vestir e se portar em sociedade, antes ditada sempre à margem de um homem, o qual detinha o poder e a propriedade sobre ela. Conquistaram os esportes e praticamente todas as atividades antes designadas aos homens e estão cada vez mais conquistando seu espaço em sociedade.

 

Tipos de feminismo

Existem diversos tipos de feminismo, visto que grupos distintos de mulheres reunidas em todo o mundo têm lutado para reivindicar direitos diversos, como o direito ao voto e ao trabalho igualitário.

O feminismo liberal surgiu no século 19 e buscava direitos de voto e perante a lei iguais entre homens e mulheres.

Já o feminismo radical surgiu como uma reivindicação para reorganização radical da sociedade de forma a eliminar a supremacia masculina. Este tipo de feminismo considera a hierarquia capitalista controlada por homens como a principal fonte da opressão às mulheres, demonstrando a necessidade de reconstrução da sociedade como um todo.

Algumas linhas do pensamento feminista argumentam que os papeis de gênero são socialmente construídos e que é impossível generalizar as experiências das mulheres nas diversas culturas e histórias. Desse modo, essas configurações de gênero podem ser modificadas e mesmo adequadas à realidade já existente na vida das mulheres.

 

Machismo

O feminismo não é o oposto do machismo, pois este é uma construção social que promove e justifica atos de agressão e opressão contra as mulheres. O feminismo luta exatamente contra as manifestações de machismo na sociedade, visando construir uma sociedade que ofereça igualdade de condições entre os dois ou mais gêneros.

 

 

Objetivos

Para sintetizar, o feminismo tem como objetivos comuns:

  • Direitos equânimes (iguais);
  • Empoderamento feminino;
  • Libertação dos padrões patriarcais;
  • Libertação das normas de gênero;
  • Segurança e direito à dignidade das mulheres.

 

Nomenclaturas

Por vezes, o conteúdo apresentado sobre o feminismo é difícil de compreender e, por haver diversos tipos de feminismo com diferentes mulheres à sua frente, existem algumas nomenclaturas desenvolvidas pelo feminismo para explicar fenômenos que podem ser novas para a maioria das pessoas, já que em sua maioria vêm da influência de palavras do idioma inglês. Vejamos algumas abaixo:

Bropriating: quando um homem se apropria de uma ideia levantada por uma mulher;

Empoderamento: tomada de poder do indivíduo através do resgate de sua dignidade e do reconhecimento de sua importância;

Feminicídio: crime de ódio contra mulheres e meninas em função do desprezo à condição feminina;

Gaslighting: prática em que o homem convence uma mulher de que ela não está com o domínio da razão (o famoso “está louca”);

Mansplaining: quando homens se dedicam a explicar algo a mulheres de forma condescendente e sem serem solicitados;

Manspreading: é o hábito de um homem ocupar um espaço desproporcionalmente maior (exemplo, sentar de pernas abertas em locais públicos como meios de transporte);

Manterrupting: quando homens interrompem mulheres, por exemplo, durante uma reunião, de modo que a mulher não consiga concluir o seu raciocínio;

Patriarcado: modelo político e social em que o gênero masculino e a orientação heterossexual exercem supremacia e poder sobre os demais, por serem maioria;

Objetificação: reduzir uma pessoa à condição de uma coisa;

Sororidade: ato de união entre as mulheres, prevalecendo a ideia de respeitar, ouvir e dar voz a todas, mesmo quando não há concordância.

Entre várias outras.

 

Evolução

O mundo mudou e com ele também mudou a visão que temos da mulher. O feminismo é uma tentativa de dar novo significado ao papel da mulher na sociedade, para uma maior emancipação e autonomia destas. O feminismo não é ser contra os homens mas, sim, a favor das mulheres, e não apenas mulheres podem ser consideradas feministas.

Homens que apoiam as causas feministas e procuram se conscientizar e conscientizar outros homens acerca do machismo também podem fazer parte dessa jornada de evolução e revolução social!

Você se considera uma pessoa feminista? Acha importante a valorização da mulher na sociedade? Se você for testemunha de um abuso ou violência contra mulher, denuncie.

Gostou deste artigo? Conheça nosso curso de coach e ressignifique a sua vida.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®