O que é e como funciona o processo de Constelação Familiar?

06/05/2020 às 23:15 Constelacao

O que é e como funciona o processo de Constelação Familiar?

A nossa família é o núcleo de convivência mais presente durante toda a nossa vida. E o convívio com familiares desde criança até a fase adulta resulta em muito aprendizado, é fundamental para a formação de caráter e influencia fortemente em nossos comportamentos e atitudes. A Constelação Sistêmica nos ajuda a entender a nossa relação com a nossa família.

Você já parou e refletiu: como meus familiares me influenciaram ao longo dos anos? Será que as influências foram mais positivas ou negativas? Temos  relacionamentos saudáveis com nossos familiares? Com certeza, você já se fez estas perguntas. Sempre que passamos por um momento difícil, nos voltamos a perguntas que refletem sobre a nossa família.

Afinal, o convívio familiar é um dos pontos mais importantes da nossa história de vida e entende-lo profundamente é essencial para entender quem nós somos. Ás vezes, você se pegando pensando: porque me comporto dessa maneira diante de uma situação X?Por que tenho crenças limitantes? Essas perguntas podem ser esclarecidas durante o processo de Constelação Familiar.

O que é Constelação Familiar?

Somos influenciados pelos nossos familiares desde o berço. A forma como nossos pais, irmãos, tios, entre outros, cuidam de nós e nos ensinam a fazer as coisas pode ditar o rumo dos nossos comportamentos, autoconfiança e atitudes futuras. O problema é que nem todas as influências são positivas.

As influências negativas podem ser a origem de traumas, medos e comportamentos que prejudicam o nosso crescimento. A Constelação Familiar é uma forma de compreender profundamente a relação com os nossos familiares e encontrar respostas para algumas dúvidas.

A Constelação Familiar é um método psicoterapêutico, criado pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger nos anos 1970. Esse método busca estudar os padrões de comportamento de grupos familiares de geração em geração.

Bert começou a pesquisa sobre as relações familiares ao observar os estudos da psicoterapeuta americana, Virginia Satir, que analisava as conjunturas familiares. Para Satir, sempre que um desconhecido representa uma família ou pessoa do grupo familiar, por mais que não o tenho conhecido, ele acaba tendo comportamentos similares às pessoas de um grupo familiar.

Sabendo disso, Bert formulou a Constelação Familiar. Esse método ajuda a revelar os problemas, comportamentos, sentimentos e dúvidas que podem estar ligados ao nossos familiares, por mais que não os tenhamos conhecidos, ou seja, sejam de gerações anteriores a nossa.

A Constelação Familiar busca nos mostrar como, inconscientemente, somos levados a repetir comportamentos e ações comuns de nossos grupos familiares. Para Hellinger, isso faz parte do convívio, mas também da necessidade de pertencer ao grupo e pelo amor aos nossos familiares.

Como funciona a Constelação Familiar?

Para exemplificar o método, Bert Hellinger explica que essa repetição de comportamentos em grupos de familiares por gerações se deve a alguns fatores, são eles:

A necessidade de pertencer ao grupo familiar, então por mais que não queira, você acaba tendo certos comportamentos porque precisa se assemelhar aos seus familiares, tomar atitudes diferentes lhe trariam um afastamento dos demais e a sensação de que você não pertence ao grupo.

A necessidade de prover equilíbrio nos relacionamentos, os comportamentos também são repetidos para que as relações familiares se mantenham em equilíbrio.

A hierarquia familiar, que seria a obrigação que sentimos de respeitar os nossos pais, os nossos irmãos mais velhos, os nossos tios, os nossos avós e por aí vai.

O método é aplicado por um Constelador Familiar. Quando um cliente busca ajuda nesse método, ele apresenta um tema para ser trabalhado nas sessões.

Com isso, o constelador irá solicitar informações sobre os membros da família , e pedir para que a pessoa conte fatos importantes do seu grupo familiar ao longo das gerações, como por exemplo, possíveis casos de assassinatos, roubos, mortes precoces, problemas de relacionamentos, graves doenças, entre outros.

Com estas informações, o constelador familiar pede para que a pessoa escolha um ou alguns membros da família que representem o grupo familiar e com isso o profissional pode começar a relacionar a vivência dos membros da família com o cliente.

E assim dentro das necessidades que temos perante o nosso grupo familiar e das “ordens do amor” definidas por Hellinger, o constelador busca descobrir junto com o cliente, quais foram os efeitos negativos que ele adquiriu por influência de sua família.

A partir dessa descoberta, são traçadas soluções para que o cliente e os membros de sua família possam conviver melhor, tendo um relacionamento mais saudável, duradouro e como mais poder de resiliência.

Seja um constelador familiar! Faça um curso de Constelação Familiar  e aprenda a aplicar o método com base nas técnicas ensinadas por Bert Hellinger.

Nossas formações tem como foco passar a teoria e a prática para nossos alunos, maximizando o aprendizado. Conheça o IBND.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®