Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

O que é autogestão e como aplicar este conceito?

25/04/2020 às 14:13 Coaching Dicas

O que é autogestão e como aplicar este conceito?

As empresas estão mudando seus modelos de negócios para se adaptar a uma era digital que dá autonomia para os seus colaboradores. A implementação da autogestão é cada vez mais comum no mercado corporativo. Assim, todos os funcionários podem participar da realização de tarefas da empresa como um todo.

Ao contrário do que pode parecer, esse conceito não busca acabar com a hierarquia e nem extinguir setores. A autogestão consiste em aproveitar da melhor maneira possível todas as ferramentas e otimizar processos, e por isso, prevê a participação ativa de todos os profissionais da empresa.

Dessa forma, as decisões não são mais centralizadas nos gestores, a autonomia traz a todos os colaboradores a possibilidade de tomarem decisões assertivas. Com isso, ganha-se tempo e se distribui motivação entre os funcionários.

O coaching é a maneira mais rápida de aprimorar o seu desenvolvimento pessoal e profissional, por isso pensar em capacitar seus funcionários com um Curso de Coach ou um Treinamento Corporativo é uma excelente idéia.

O que é a autogestão?

A autogestão é uma cultura empresarial. O seu principal objetivo é dar autoridade e autonomia para todos os membros de uma empresa. O intuito é que estas pessoas tenham total noção da sua capacidade e das suas responsabilidades, e assim possam ter autonomia para decidir como realizar suas tarefas, otimizando processos e aumentando a produtividade.

Como já dissemos acima, apesar da promoção de autonomia, a autogestão não visa destruir os setores e a hierarquia. Pelo contrário, a principal característica dessa cultura é promover a participação de todos os envolvidos.

Os colaboradores não precisam reportar suas decisões ao seu superior, mas isso não quer dizer que eles fazem o que querem na empresa. Ao implementar a autogestão, a sua empresa passa por reuniões frequentes com todos os colaboradores, onde ficam definidas regras e acordos para a realização de processos.

Dessa forma, as responsabilidades e o nível de autonomia de cada um ficam definidos. Assim, se forma uma nova estrutura organizacional da empresa, e consiste em trazer autonomia e evitar conflitos entre colaboradores e gestores.

Ainda em alguns casos, há uma extinção da hierarquia da empresa, mas isto é raro. Nestas situações, todos os membros decidem em igualdade, as decisões a serem tomadas. Aqui, não existem cargos de gerência ou direção, por exemplo.

Como implantar a cultura de autogestão na minha empresa?

Antes de tudo, é preciso frisar que não existe como implantar a autogestão rapidamente em uma empresa. Esse é um processo que leva tempo e acontece gradualmente. O processo de implantação da autogestão não consiste somente em dar autonomia para os colaboradores, ele é bem mais profundo.

Essas mudanças estruturais no seu negócio precisam passar por diversas reuniões, os colaboradores devem receber treinamentos de capacitação e a cultura precisa ser testada pouco a pouco.

O processo de transição para uma cultura de autogestão se inicia através de treinamentos e testes. Todos os colaboradores devem ser treinados para obter uma maior capacitação sobre suas funções e estimulados a tomarem suas próprias decisões.

O ideal é que a empresa contrate uma consultoria especializada para acompanhar e dar as diretrizes dessa mudança. Com o tempo, autogestão deve se tornar efetiva e realmente virar a cultura organizacional do negócio. Esse método consiste em reconstruir diariamente os processos da empresa, o que não é nada fácil.

A mudança para a autogestão deve criar times autônomos, com poucos colaboradores que possuam uma divisão de responsabilidades e atuem nos mesmos projetos. Também deve gerar muitos acordos de trabalho, que definem prazos e processos para trazer mais agilidade e produtividade para a empresa.

O Coaching é uma metodologia de desenvolvimento humano ágil e eficiente, que pode lhe ajudar a alcançar qualquer objetivo, por isso é importante você pensar em fazer um Curso de Coach.

Quais são as vantagens de implantar a autogestão na minha empresa?

A autogestão ajuda a descentralizar o poder e traz mais motivação para os funcionários. As empresas do século XXI não podem apenas ficar presas a hierarquia, onde o superior manda e o subalterno obedece, essa lógica é antiga é bem ultrapassada.

Promover a autonomia é uma maneira de mostrar a todos os profissionais que você se importa com eles. Para implantar esta cultura, não é preciso acabar com a hierarquia e os setores da empresa, basta que você estimule a realização de tarefas com autoridade, afinal a maioria dos afazeres não depende de uma autorização, ordem ou aprovação de um superior.

Essa mudança faz com que todos os colaboradores se sintam parte da empresa e isso é importante em diversos aspectos. Primeiro, eles se sentem mais motivados, tem uma rotina de trabalho mais agradável e produtiva e se sentem mais importantes dentro da empresa.

Segundo, os colaboradores mais motivados e adaptados a uma empresa, dificilmente buscam mudar para outra empresa. Geralmente, estes profissionais visam crescer dentro do próprio negócio, vislumbrando a oportunidade de desenvolverem seus projetos com autonomia, tendo a confiança de seus superiores.

Isso ajuda a diminuir os custos de produção e manutenção do seu negócio. E a retenção de talentos com o estímulo da autonomia aos colaboradores, também deve diminuir os custos com contratação e demissão em sua empresa. Assim, seu negócio tende a ter melhores resultados e um percentual de lucro maior, com uma empresa mais autônoma e enxuta.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça a nossa Formação em Coach.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®