Mesmerismo: conheça a ciência do magnetismo animal usada na Hipnose.

24/04/2022 às 17:56 Hipnose

Mesmerismo: conheça a ciência do magnetismo animal usada na Hipnose.

Você já pensou como seria incrível poder tratar os clientes que chegam ao seu consultório usando apenas o toque? E se esse simples contato conseguisse equilibrar as energias da pessoa, além de trazer alívio imediato às suas dores? Consegue imaginar? Isso é possível através do mesmerismo. 

Técnica pouco conhecida, mas que é utilizada desde 1766 passando por constantes aperfeiçoamentos, o mesmerismo merece destaque especial em nosso blog visto que está profundamente ligado à história da Hipnose.

Continue lendo esse artigo do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento) e conheça essa técnica fantástica.

O que é mesmerismo?

Também conhecido pelo nome de magnetismo animal, o mesmerismo recebe este nome para homenagear seu criador, o médico Franz Anton Mesmer que pregava que era possível curar pessoas por meio do toque.

Segundo a técnica, o contato é capaz de equilibrar a energia e até mesmo levar o indivíduo ao transe.

Desta forma, através do toque seria possível transferir energia e auxiliar o outro, além de encontrar a cura para vários problemas. Mesmer acreditava que várias das doenças apresentadas por seus pacientes eram resultantes de uma força interna em desalinhamento. 

Com esse desajuste de energia, o paciente acaba apresentando e desenvolvendo sintomas físicos e mentais. Baseando-se nisso,  ele começou a tratar seus clientes com problemas psicológicos, se utilizando de uma grande quantidade de ferro, como medicamento, e ímãs, em suas terapias.

Com o tempo, o médico descobriu que esses materiais não eram necessários. O resultado esperado estava mais perto do que ele imaginava: na energia transmitida pelas mãos. 

As principais diferenças entre o mesmerismo e a hipnose tradicional:

Para que você consiga compreender a diferença entre o mesmerismo e a hipnose clássica, separamos algumas distinções claras entre os dois métodos; confira!

  • Enquanto o mesmerismo não usa ou utiliza muito poucas palavras para promover o transe, na hipnose as palavras são bastante utilizadas;

  • Na hipnose, o toque é raramente utilizado e somente com a permissão do cliente. Já no mesmerismo ele é a base do tratamento;

  • Por fim, a técnica de Mesmer baseia-se na transmissão de energia, de uma pessoa para outra, para promover a cura, enquanto na hipnose o profissional ajuda seu cliente a encontrar a cura dentro de si.

Relação do mesmerismo com a hipnose não verbal

Agora que você já compreendeu o que é o mesmerismo, fica mais fácil entender como as técnicas usadas por Mesmer e seus discípulos se aproximam do que é chamado de hipnose não verbal.

Semelhantes ao que acontece na terapia mesmerista, a hipnose não verbal utiliza os toques e gestos para atingir o emocional da pessoa, independente de sua idade ou condição física e mental.

Através desta hipnose, é plenamente possível levar a pessoa ao transe. Por isso, podemos afirmar que muitas das técnicas criadas por Mesmer são hoje utilizadas em sessões de hipnose. 

Assim, essa técnica acaba por ser mais uma “carta na manga” para hipnoterapeutas, uma vez que ajuda os indivíduos a se livrarem de traumas, medos e crenças limitantes que o impedem de ser feliz e progredir em sua vida pessoal ou até mesmo profissional. 

Quer conferir mais sobre a hipnose e suas aplicações vastas no mercado? Conheça o curso de hipnose do IBND e não deixe de navegar por nosso blog, nele você encontrará centenas de conteúdos interessantíssimos sobre o tema. 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK