Inspire-se com a história da Lego

10/02/2021 às 11:17 Coaching

Inspire-se com a história da Lego

O desenvolvimento da criatividade, da imaginação, da coordenação motora e do raciocínio lógico das crianças é realmente fantástico. E algumas marcas, como a Lego, serão sempre lembradas quando se tratar disso, por ser referência no assunto. Esse império é a prova de que uma boa ideia aliada a uma visão de um mercado altamente explorável, pode ser a receita de muita prosperidade.

Por isso, esse post vai te contar a história de uma das empresas mais conhecidas do planeta, justamente pelo seu extenso portfólio dedicado à diversão e ao aprendizado infantil. Saiba como e porque a Lego se tornou referência em seu segmento ao longo dos anos. Chegou aquele momento especial do seu dia, que é curtir mais uma história aqui em nosso blog.

Lego: ideia europeia que conquistou o mundo

A história da gigante Lego começa bem “pequena”. Em 1932, na Dinamarca, o carpinteiro Ole Kirk Christiansen e seu filho Godtfred Kirk, que tinha apenas 12 anos de idade, tiveram uma brilhante ideia que se tornaria um sucesso no futuro. Dessa forma, começaram a produzir brinquedos de madeira como carrinhos, caminhões, cofres e réplicas de alguns animais. Nascia a Lego.

O objetivo era vender as peças para ajudar no sustento da família, o que acabou dando muito certo. Em 1934, a Lego já contava com seis colaboradores. Os brinquedos fabricados tinham tanta qualidade e precisão, que eles acabaram se destacando no mercado, conquistando clientes fiéis. As vendas foram aumentando ainda mais, cada ano que passava. 

No início da década de 1940, a Lego começou a produzir brinquedos que vinham com peças desmontáveis. Mas foi em 1942, que a marca definitivamente deu um passo histórico rumo ao sucesso: a criação de peças encaixáveis de plástico que tinha formato de blocos e que formavam diversas figuras, seja de animais ou outros objetos. Ter uma boa mentalidade financeira é fundamental.

Investimento, criatividade e inovação

Como o sucesso do lançamento foi gigantesco, em 1947, a Lego começou a produção de brinquedos de plástico através de uma moderna máquina modeladora, que facilitava todo o trabalho. Já em 1949, a marca já fabricava mais de 200 tipos de brinquedos de madeira e plástico, inclusive os famosos blocos de montar, para a alegria dos pequenos da época.

Nos anos 1950, a Lego se consolidava ainda mais na mente das famílias que tinham filhos pequenos. Seus brinquedos se tornavam a primeira opção de presente em datas como aniversário, natal e dia das crianças. O restante dessa década foi marcado por mais inovação e lançamento de coleções Lego cada vez mais cobiçadas pelas crianças.

A partir de 1960, a marca resolveu focar somente na produção de brinquedos de plástico, o que foi uma sábia decisão. Em 1961, a extensa linha de brinquedos da Lego era formada de 50 conjuntos, 15 tipos de veículos e várias peças avulsas, que aprimoravam ainda mais o desenvolvimento intelectual dos pequenos. Como era de se esperar, as vendas, bem como o crescimento da marca, aumentaram muito.

Anos 70 e 80: expansão dos negócios ainda mais

Em 1973, a Lego começa a vender seus brinquedos no promissor mercado norte americano, que a recebeu de braços abertos, fazendo as vendas praticamente triplicarem em pouco tempo. Com o passar dos anos, mais coleções de brinquedos da Lego eram criadas, aumentando o seu já extenso portfólio. Saber fazer um bom gerenciamento de crises é importante. 

Em meados de 1976, a Lego já disponibilizava 218 kits para montar, de variadas cores e cada vez mais criativos. As vendas chegavam a incríveis 19 milhões de unidades por ano e tinham previsão de crescer ainda mais nos próximos anos, por causa da tamanha aceitação dos brinquedos em todo o mundo. Mais uma vez, a inovação tem uma grande parcela de responsabilidade no mundo dos negócios.

O início dos anos 80 foi marcado por mais lançamentos de coleções de brinquedos exclusivos para crianças de todas as idades, que aprendiam brincando. Em 1986, a Lego chega ao Brasil, depois de uma rápida expansão internacional. Diversos brinquedos tiveram novas versões lançadas, por causa do grande sucesso. A extensa linha de produtos educacionais também era o ponto forte da Lego.

Anos 90 e 2000: mais inovação e alto faturamento da Lego

No início dos anos 1990, a Lego resolveu inovar um pouco mais e lançou uma criativa e enorme linha de brinquedos que também fizeram um grande sucesso em todo o mundo, mesmo com a acirrada concorrência dos famigerados videogames. Em 1993, a Lego lança a sua primeira linha exclusiva de roupas infanto-juvenil, em parceria com uma empresa de confecções. No restante dessa década, novas coleções de brinquedos foram lançadas.

O início dos anos 2000 também foi marcado por novos lançamentos de brinquedos Lego cada vez mais tecnológicos e criativos, que eram fundamentais para o desenvolvimento da coordenação motora, aprendizado e raciocínio das crianças. Em 2007, a marca dinamarquesa fez uma inovação histórica: o lançamento de um Kit com 5195 peças e que pesava seis quilos.

A constante inovação e criatividade da Lego que, mesmo diante da concorrência de outras marcas, sempre se manteve intacta. A década de 2010, diversos outros kits de brinquedos, cada vez mais modernos e divertidos, também foram lançados no mercado. Em 2016, outra inovação merece destaque entre tantas: a criação de um bonequinho de cadeira de rodas, fazendo alusão a crianças com deficiência física.

Os principais números dos brinquedos da Lego

- Os blocos da Lego têm 2.400 formatos diferentes;

- A marca já produziu cerca de 600 bilhões de blocos, desde a sua fundação;

- Atualmente, sete caixas dos brinquedos Lego são vendidos por segundo em todo o planeta;

- Presença em 140 países;

- 18.500 colaboradores;

- Faturamento de 5,2 bilhões de dólares anual (2015);

Com uma bela história de inovação como essa, inspiração não vai mais faltar, certo?

Venha para o IBND

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!

 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK