Cultura do imediatismo: saiba mais a respeito

10/10/2021 às 23:57 PNL

Cultura do imediatismo: saiba mais a respeito

Você certamente conhece uma ou mais pessoas que querem tudo para ontem e não tem a mínima paciência para esperar as coisas fluírem no devido tempo. Isso é mais comum em nossa sociedade do que podemos imaginar. Essa cultura do imediatismo acabou se consolidando em todo o mundo, especialmente entre as pessoas mais jovens. Esse post vai esmiuçar um pouco mais esse assunto, te mostrar as consequências da cultura do imediatismo, bem como as principais características dos imediatistas. Senta aí que lá vem mais uma cativante leitura! 

O que é a cultura do imediatismo? 

Podemos definir a cultura do imediatismo como uma tendência comportamental que está cada vez mais disseminada no planeta. Ela se faz presente em todo lugar e se manifesta da mesma maneira nos 6 continentes. Trata-se de um comportamento altamente nocivo e progressivamente ansioso, além de não ter a mínima conexão por parte das pessoas. É preciso ter o amadurecimento necessário para evitar ser acometido por ele. 

Na cultura do imediatismo, as lições que aprendemos com os erros do passado simplesmente não existem. Além disso, existe um certo descaso em relação ao futuro, o que também não deve acontecer, por mais que ele seja incerto para todos. Os responsáveis por criar essa postura extremamente inquietante de milhares de pessoas, são os meios eletrônicos de comunicação e a massificação da internet. A regra da cultura do imediatismo é: “tudo é para agora”. 

Consequências da cultura do imediatismo 

Muita gente acredita que a cultura do imediatismo só afeta os nossos comportamentos e que não existe nenhum tipo de problema nisso, já que um pouco de adrenalina nunca fez mal para ninguém. A grande questão é que existem alguns efeitos colaterais de cunho psicológico que podem trazer danos mais sérios e a longo prazo. Conheça os principais: 

Ansiedade

Não é novidade para ninguém que o imediatismo pode trazer de brinde a ansiedade para a vida de qualquer pessoa. Afinal, quando se quer tudo para já e sem a devida compreensão de que as coisas têm o seu tempo para acontecer, a tendência é que se desenvolva ansiedade em um grau elevado, na maioria das vezes. Se você acha que está se tornado um imediatista, é melhor tomar cuidado para não deixar a ansiedade dar as caras em sua vida. 

Depressão

Considerado o mal do século, a depressão também é outra séria consequência da cultura do imediatismo, tão presente em nossa sociedade. Por se sentirem frustradas por não conseguirem atender aos padrões ditados pelo consumismo desenfreado, muitas vezes impostos pelas redes sociais, milhares de pessoas começam a ficar deprimidas, já que acreditam que nada em suas vidas faz mais sentido. Elas acabam acreditando que não são boas o suficiente e que a vida dos outros sempre é melhor do que a delas.

Dificuldade extrema em lidar com frustrações

A cultura do imediatismo também deixa todos os seus adeptos com muito mais dificuldades em lidar com as frustrações do dia a dia. Aceitar com menos resistência os desafios da vida pode ser um fardo extremamente pesado para os imediatistas. A resiliência passa bem longe do cotidiano dessas pessoas, por isso, elas sofrem muito mais, até com as pequenas frustrações. Muitos problemas não conseguem ser resolvidos de imediato, o que aumenta a sensação de frustração em pessoas imediatistas. 

Principais características das pessoas imediatistas

A cultura do imediatismo parece mesmo moldar todos os seus súditos, que acabam desenvolvendo características semelhantes. Conheça as principais e veja se você tem algumas delas:

Apego excessivo às redes sociais

Como dissemos anteriormente, um dos principais responsáveis pela criação da cultura do imediatismo, são os meios eletrônicos de comunicação e o advento da internet, que traz de brinde as redes sociais. Milhares de pessoas simplesmente não conseguem, nem que seja por um curto período de tempo, ficar sem conexão com o mundo virtual e com as redes sociais. E essa obsessão pode ser perigosa. 

Complexo de inferioridade

Pelo fato de não terem maturidade suficiente para entender que as redes sociais não fazem menção à realidade nua e crua das pessoas, que postam o que acham conveniente, as pessoas imediatistas também podem ser acometidas pelo complexo de inferioridade. Por acharem que a sua vida é pior do que as dos seus amigos virtuais, os imediatistas acabam se sentindo inferiores, o que é algo totalmente sem sentido. 

Maior reclusão

Você já reparou que as redes sociais, ao invés de estreitar as relações pessoais, acabam afastando as pessoas? Como a internet consome boa parte do tempo dos imediatistas, a maioria deles acredita que suas vidas se resumem apenas em ter amizades no Facebook, Twitter e no Instagram. O contato pessoal é cada vez menor entre as pessoas imediatistas, que acabam ficando mais reclusas, já que apenas o mundo virtual é suficiente para elas. 

Acham que a sua vida deve ser igual a dos outros

A cultura do imediatismo também faz com que as pessoas que querem tudo para ontem, achem que a sua vida deve ser igual a dos outros, principalmente no que diz respeito às postagens nas redes sociais. Dessa forma, elas começam a pautar todos os seus comportamentos e atitudes tomando como base o que os outros fazem e postam nas redes sociais. Os imediatistas querem mostrar que também são tão felizes quanto todos os seus amigos virtuais. 

Viu como a cultura do imediatismo faz parte da nossa vida? Por isso, tome muito cuidado para que você não se torne a próxima vítima dela. 

Venha para o IBND

O curso de PNL do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK