Conheça a história de João José Azevedo, fundador da ArtCoco

31/10/2020 às 17:26 Coaching

Conheça a história de João José Azevedo, fundador da ArtCoco

Se você anda meio sem inspiração para empreender e só consegue enxergar dificuldades no dia a dia na gestão da sua empresa, vamos te mostrar que com persistência, foco, resiliência e trabalho duro, é possível se dar bem no mundo dos negócios e alcançar seus sonhos.

Esse post narra a trajetória de João José Azevedo, um dos empresários do ramo de joias e semi joias que começou praticamente do zero e hoje se tornou um milionário. Ficou curioso (a) para saber como isso aconteceu? Então senta aí que lá vem história.

O início foi bastante complicado

João José Azevedo, mais conhecido pelo carinhoso apelido de Coco, nasceu em 1962 na Bahia em uma família de origem humilde. Seu pai era agricultor e sua mãe costureira, o que obrigou Coco a trabalhar desde cedo em uma plantação de arroz para ajudar no sustento da casa.

Quando entrou na adolescência, Coco descobriu que a sua verdadeira paixão era produzir bijuterias artesanais. Como morava em uma área rural, começou a confeccionar as primeiras peças feitas a base de bambu. Colares, brincos e anéis eram o seu forte, já que as bijuterias faziam um grande sucesso no final dos anos 1970. Graças à sua atenção plena para as necessidades do público, as coisas deram certo para Coco. 

Primeiros passos rumo ao sucesso

Com apenas 16 anos, o futuro empresário decidiu que queria empreender. Dessa forma, Coco fazia suas próprias bijuterias a noite e as vendia no dia seguinte para os turistas na praia de Ilhéus, localizada no litoral baiano.  Foi um período relativamente difícil para um adolescente sem experiência de vida e, principalmente, de mercado. Mas quando se tem autodisciplina, a situação acaba se tornando favorável. 

Depois de muito trabalho e de perceber que suas mercadorias despertavam o interesse das pessoas, Coco decidiu investir pesado na produção dos seus produtos e acabou se mudando definitivamente para Ilhéus, que até hoje atrai turistas de todas as partes do Brasil.

Empolgado com o sucesso das suas bijuterias, Coco abriu uma barraca de joias na rua, em 1978. Com muita persistência e foco no trabalho, o ponto de venda de Coco funcionou ininterruptamente por 14 anos, até 1992. Depois, o jovem abriu um quiosque em um mercado local.

ArtCoco: aproveitando as oportunidades de crescer

Através de um programa social da prefeitura da cidade que favorecia os pequenos comerciantes locais, o negócio de Coco foi ganhando cada vez mais espaço no mercado e, por consequência, as vendas só aumentavam. Um empreendedor sempre deve saber “enxergar” as oportunidades que podem fazer o seu negócio crescer.

Tudo isso deu ainda mais gás para Coco aprimorar seus produtos que, cada vez mais, caíam no gosto dos turistas e até dos moradores da cidade. Dessa forma, a ArtCoco foi crescendo e se estabeleceu definitivamente em Ilhéus, por causa da sua imensa popularização.

O tempo passou e a empresa de Coco continuou fazendo um grande sucesso. Depois de 10 anos, o empreendedor achou que era hora de expandir seus negócios, pois o mercado de joias e semi joias era promissor. Sendo assim, a segunda loja da ArtCoco foi inaugurada na cidade de Vitória da Conquista (BA).

Parceria com o filho e crescimento da ArtCoco

Como Coco não dispunha de capital suficiente para manter duas lojas ao mesmo tempo, o empresário firmou uma parceria com seu filho João Leno. E isso foi fundamental para o bom andamento dos negócios. Como sempre teve uma excelente reputação na cidade, Coco acabou fazendo a segunda loja da sua empresa se tornar um sucesso.

E por causa da expansão dos negócios, Coco precisou encarar um grande desafio para continuar crescendo no mercado: começar a produção das suas próprias peças artesanais. Depois de conseguir alguns franqueados, Coco terceirizou a fabricação e decidiu trabalhar com semi joias. Saber fazer uma autogestão também é fundamental no dia a dia do empreendedor.  

A ArtCoco Joias e Semi Joias está de vento em polpa e, somente em 2017, a empresa faturou cerca de 10 milhões de reais. O faturamento anual de cada franquia ArtCoco foi de R$ 80 mil. Além disso, a ArtCoco também marca presença no e-commerce, onde suas peças fazem sucesso entre os consumidores.

Metas para o futuro

Mesmo com o futuro promissor da ArtCoco, seu proprietário mantém os pés no chão e quer agir com cautela para não correr o risco de colocar todo o negócio por água abaixo. Ele pretende expandir a marca ArtCoco para os outros estados do Nordeste, apesar de já contar com lojas físicas em 7 cidades baianas.

A principal meta para Coco é ter 20 lojas próprias, sem contar as franquias. A ArtCoco é responsável por metade de toda a produção das cerca de 3 mil peças comercializadas. A empresa realiza o banho de ouro e ródio nas peças. E pensar que tudo começou com uma simples barraca de rua! É um crescimento espantoso, sem dúvidas.

Esperamos que esse exemplo de perseverança, visão de mercado, resiliência e foco no trabalho, sirva de inspiração para todos que desejam entrar no mundo dos negócios. Pode até não ser fácil, mas como o próprio Coco diz: “É gratificante”.

Venha para o IBND

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK