Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Conheça a cativante história da Shell

16/01/2021 às 17:14 Coaching

Conheça a cativante história da Shell

Nas avenidas das grandes cidades, você pode ver um dos logotipos mais icônicos do mundo, principalmente na hora de abastecer o seu carro. Famosa por causa da sua conhecida gasolina V-Power, a Shell, que é representada pelo símbolo de uma concha nas cores amarela e vermelha, se tornou referência em combustíveis de qualidade e tem milhares de clientes fiéis nos cinco continentes.

Elaboramos esse artigo que vai contar a história de sucesso da Shell. Saiba porque seus combustíveis são considerados uns dos melhores do mercado e descubra como essa marca se tornou uma das preferidas na hora de encher o tanque do carro.

Fique conosco até o final dessa jornada pelo complexo mundo dos negócios e boa leitura!

Shell: uma inovadora ideia que prosperou

A bela história da Shell teve origem na Inglaterra, em 1897. O visionário e resiliente empreendedor Marcus Samuel, teve a brilhante ideia de investir na perfuração de poços de petróleo, o que acabou dando certo. Depois de muito trabalho, Samuel construiu uma refinaria. Nascia aí uma das marcas mais famosas do mundo: a Shell.

Em 1901, Samuel ficou sabendo que parte do solo do estado americano do Texas era rico em petróleo (matéria-prima da gasolina, querosene e óleo diesel).

Sendo assim, ele fez um alto investimento, venceu a concorrência e começou a transportá-lo para distribuir o produto em toda a Europa. A Shell foi a primeira empresa a ter fontes próprias de produção de petróleo, o que garantiria um abastecimento praticamente ininterrupto dos seus combustíveis.

Por volta de 1907, a Shell une forças em uma sólida fusão com a Royal Dutch. A primeira era detentora de poços de petróleo e a segunda tinha gasolina de sobra para comercializar.

Dessa forma, a Shell ficaria ainda mais fortalecida, fazendo seus produtos chegarem aos cinco continentes. Em breve, essa empresa se tornaria a segunda maior petrolífera do mundo.

Expansão dos negócios para a Shell e altíssimo faturamento

Os negócios não poderiam estar melhores para a Shell. Em 1909, começou a fabricação de automóveis em larga escala por todo o mundo. E isso representou um mar de possibilidades de excelentes negócios para a Shell. As vendas de combustíveis nos anos 1910 aumentaram bastante para essa renomada e confiável marca inglesa.  Em 1913, a Shell chega ao Brasil. Manter o pensamento positivo também ajuda muito o empreendedor. 

Para se consolidar ainda mais nesse promissor mercado, em 1929, a Shell começa a atuar no setor químico. Nessa época, a marca já produzia 11% de todo o petróleo consumido no planeta.

Já em 1938, a produção total da Shell dessa importante matéria-prima saltou para 580 mil barris por dia. Na segunda metade dos anos 1940, a fabricação de carros e embarcações motorizadas se intensificou ainda mais, o que fez a Shell expandir os negócios para a África e América do Sul.

Em 1955, a Shell já contava com cerca de 300 poços de petróleo e lançou a gasolina Premium no mercado. Os anos 1960 foram marcados por uma expansão ainda maior da Shell, que começou a fabricar combustíveis em diversos outros países do mundo. E essa estratégia a fez crescer em um ritmo alucinante, lançando diversas novidades no mercado, nos anos seguintes. A trava eletrônica nas bombas de combustíveis foi uma das principais inovações.

Combustíveis cada vez mais eficientes e de altíssima confiabilidade

Nos anos 70 e 80, a Shell já estava bastante consolidada em todo o mundo e tinha um faturamento de dar inveja a muitos empresários famosos. O objetivo da época foi a inovação ainda maior em todos os combustíveis oferecidos ao público.

Para a marca, todos os seus produtos tinham que ter o DNA Shell e trazerem o máximo de benefícios para os clientes. Afinal, a concorrência ficava cada vez maior. As famosas lojas de conveniência Shell foram criadas nessa época.

A década de 1990 também foi marcada por constantes inovações por parte da Shell: a famosa gasolina Shell V-Power (lançada em 1997) e o moderno site de negócios Shell eServe, que dava muito mais praticidade aos clientes que quisessem comprar combustíveis ou óleos lubrificantes, são bons exemplos. Com o mercado de aviação só crescendo, a Shell também passou a fornecer combustíveis para diversas companhias aéreas.

No início dos anos 2000, a Shell expandiu seus negócios para a China e Rússia. Devido algumas mudanças em sua administração, em 2005, a Shell passou a se chamar Royal Dutch Shell PLC.

Mas isso não iria apagar todo o brilho de mais de um século de existência. Os negócios para a Shell continuavam a todo vapor, principalmente em relação ao universo automotivo.

Mais inovações em seus combustíveis

A marca Shell sempre foi conhecida por seus combustíveis de altíssima qualidade, pureza e octanagem, o que proporciona um excelente desempenho para veículos automotores. Pelo fato de sempre empregar tecnologia de ponta na fabricação dos seus combustíveis, desde 2012, a Shell marca presença constante na Stock Car com sua famosa equipe, a Shell Racing.

Em 2015, chega ao mercado a inovadora gasolina Shell V-Power Nitro+, produzida com o objetivo de promover a limpeza e proteger partes vitais dos motores dos carros. Esse produto acabou se tornando a principal escolha dos proprietários de automóveis na hora de abastecer, pois as vantagens eram indiscutíveis, além do bom custo-benefício e do aumento do desempenho do carro.

A presença em 140 países, 92 mil colaboradores, 44 mil postos de combustíveis e um lucro de 12,97 bilhões de dólares (2017), demonstram que a Shell, com suas certeiras inovações, ainda tem mais alguns séculos de vida e bons negócios pela frente, certo? Quem viver, verá!

Venha para o IBND

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®