Como criar gatilhos para deixar de procrastinar?

27/07/2020 às 12:41 PNL

Como criar gatilhos para deixar de procrastinar?

A procrastinação é o temor de muitos profissionais, esse hábito acaba destruindo a produtividade no trabalho e pode causa até mesmo prejuízos à saúde de uma pessoa. Para lhe ajudar a deixar de procrastinar, trouxemos uma lista de gatilhos neste texto que podem lhe fazer começar a superar a vontade diária de procrastinar.

Basicamente, a procrastinação é o ato de deixar as coisas para depois. Num exemplo simples, digamos que você precisa limpar a sua casa, pois já está muito suja, mas sempre chega cansado do trabalho e quando está de folga só quer descansar, você está procrastinando.

O ato de procrastinar pode ter diversos motivos, ele pode ser oriundo da preguiça de fazer uma ação, de gatilhos negativos como hábitos ruins que tiram o seu foco, do medo de realizar uma tarefa muito complexa, entre outros fatores.

A melhor maneira de deixar de procrastinar é criar gatilhos que podem ativar a sua mente para realizar as ações necessárias no seu dia-a-dia.

Bom, depois de entender um pouco melhor sobre procrastinação, acredito que você esteja ansioso para saber como deixar de procrastinar, então se liga nas dicas abaixo:

Identifique seus hábitos negativos

Cada ação que fazemos no dia a dia é determinante para a nossa produtividade. E elas podem ser positivas ou negativas. O primeiro passo para deixar de procrastinar é encontrar os gatilhos negativos, aqueles hábitos que você possui, mas não percebe, e que acabam lhe levando a procrastinar.

Você pode, por exemplo, ter o hábito de olhar as notificações do seu smartphone sempre que acorda. E isso pode fazer com que você atrase o seu dia, já que geralmente desperta a vontade de ficar mais um pouco deitado. Esse hábito ruim pode fazer com que você inicie o seu dia com preguiça e possa rejeitar qualquer tarefa um pouco trabalhosa.

Parece bobo, mas identificar estes gatilhos negativos é essencial para que você consiga parar de procrastinar. Somente assim, você conseguirá encontrar gatilhos positivos, hábitos que lhe aumentem a produtividade no dia a dia.

Conheça a nossa Formação de Coach.  

Implemente alguns gatilhos bons no seu dia a dia

Depois de encontrar os gatilhos negativos que o ajudam a procrastinar é hora de definir novos gatilhos que podem lhe ajudar a superar esse problema. E como fazer isso? Bom, isso é muito pessoal, afinal cada um é responsável pela própria rotina. Para lhe ajudar a entender melhor o que queremos dizer com “gatilhos bons”, vamos dar alguns exemplos a seguir.

Pegando o exemplo que demos acima, em vez de olhar as notificações do seu smartphone ao acordar, coloque o despertador e crie um gatilho de sair da cama assim que acordar. Deixe o celular de lado e levante da cama. Você poderá ficar meio sonolento nos primeiros dias, mas com o passar do tempo se acostumará a levantar de imediato.

Seguindo o exemplo, você pode otimizar o seu dia começando com um banho gelado para acordar, seguido de um café quentinho logo após. Assim, você se sentirá mais disposto. E aqui, depois de ter tomado o seu café, aí sim você olha as notificações do seu celular e planeja o seu dia. Isso fará toda a diferença!

Comece o dia pelas tarefas importantes

Essa é uma excelente dica para se estimular e deixar a procrastinação de lado. Faça uma lista com as principais ações do dia, defina as prioridades de acordo com os seus resultados potenciais. E faça estas tarefas primeiras antes das demais, assim você realiza ações de impacto no começo do dia, quando está mais descansando e pode ter resultados melhores.

Geralmente, as tarefas realmente importantes do dia são a minoria das tarefas diárias e podem trazer mais resultados em curto, médio e longo prazo. Essa é uma forma de garantir o seu sucesso e de trazer mais motivação para o trabalho, já que com o tempo, você começará a sentir os resultados.

Procure fazer uma parte de suas tarefas até conseguir fazê-la por completo

Muitas pessoas acabam colocando metas inalcançáveis de início e por isso preferem procrastinar do que começara criar um hábito. A dica aqui é que você faça, pelo menos, uma parte da tarefa, assim você pode ir criando o hábito e com o tempo conseguir alcançar o seu objetivo maior.

Para exemplificar, digamos que você tenha a meta de ler 100 páginas de um livro por dia. Porém, você tem pouco tempo e fica muito cansado e desiste de ler sempre que pode.

Você pode reduzir essa meta, fazendo uma parte apenas da tarefa. Ler 10 páginas por dia é muito mais fácil no início. Com o tempo, você pode ir aumentando a meta diária até chegar as 100 páginas.

Faça a nossa Formação de Coach!

Aqui no IBND, temos uma formação de coaching completa e com certificação internacional. Nosso método de ensino é diferenciado e foca em maximizar o aprendizado do aluno na teoria e na prática. Não perca mais tempo e conheça a nossa Formação de Coach.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®