Benefícios psicológicos de viajar

18/07/2021 às 18:56 Hipnose

Benefícios psicológicos de viajar

Muitas pessoas sentem a necessidade de viajar constantemente, mas não sabem porquê. Com a pandemia do novo coronavírus, essa vontade despertou em boa parte da população, mas quais serão os benefícios de viajar?

Rotina

É comum ver que a maioria das pessoas tem uma rotina cansativa, levantam cedo, tomam café da manhã, pegam transporte até o trabalho com trânsito muitas vezes, e voltam para a casa para as tarefas familiares para, no dia seguinte, começar tudo novamente.

A maioria escolhe essa rotina visando estabilidade econômica, o que nem sempre conseguem, mesmo com muito trabalho.

No que consiste viajar?

As férias são a forma mais comum de viagem, que serve para desconectar um pouco dos problemas cotidianos e desafios diários.

Sendo um dos principais meios de entrar em contato com novas culturas, conhecer novas pessoas, tradições, gastronomia e outros que nos são a princípio desconhecidos. Viajar nos torna pessoas mais tolerantes e educadas, mesmo após voltarmos para casa. Além disso, após uma viagem e de conhecer pessoas novas e hábitos curiosos, o indivíduo tem uma visão mais completa do mundo, abrindo sua mente para novos horizontes.

Se a rotina está muito pesada, não há mal algum tirar um tempo para descansar e viajar para algum lugar, muitas vezes o mais longe possível, para nos desconectar um pouco de tudo que nos rodeia.

Choque cultural

O choque cultural é uma experiência na qual uma pessoa pode ter uma sensação de estranhamento para com um ambiente cultural, hábito ou elemento diferente do seu. É uma desorientação pessoal que uma pessoa pode sentir ao experimentar um modo de vida desconhecido do seu, devido à migração, imigração ou uma visita a um novo país, uma mudança entre ambientes sociais ou simplesmente na transição para um outro estilo de vida. As formas mais comuns de choque cultural ocorrem em ambientes estrangeiros.

O ajuste cultural pode perpassar pelo menos quatro fases distintas, incluindo lua de mel, negociação, ajuste e adaptação.

Problemas comuns envolvem: sobrecarga de informações, barreira de idioma, lacuna de gerações, lacuna de tecnologia, interdependência de habilidades, dependência de formulação, saudade de casa (cultural), tédio (dependência de trabalho), capacidade de resposta (conjunto de habilidades culturais).

Benefícios da viagem

Diversos benefícios podem ser observados a partir do ato de viajar, mesmo em idades avançadas. Em um estudo com idosos em viagem a lazer, foram observadas as seguintes categorias de benefícios de viajar. Veja só:

  • Socialização e integração: a viagem entre pares e grupos, além da troca de afetos com pessoas novas promove integração social a partir do reconhecimento de si como sujeito.
  • Adquirir conhecimento: ir a um lugar onde nunca se foi estimula os sentidos de diversas formas. Experimentar novas formas de se relacionar com a cultura e os hábitos locais, aprender novas perspectivas de vida e estilos de viver impactam o indivíduo de forma positiva. Viajar promove ampliação da percepção sobre si mesmo, suas potencialidades e limites, o que continua reverberando mesmo após a viagem, trazendo um efeito terapêutico para a autoestima e a saúde psíquica do indivíduo.
  • Fuga da rotina: ao viajar, o indivíduo pode se distanciar e refletir a respeito dos elementos aprisionadores do dia a dia, as obrigações laborativas e sociais, os compromissos familiares e demais obrigações geram estresse acumulado ao longo do tempo. As viagens podem trazer uma sensação de prazer ao se desvincular das obrigações e de liberdade existencial.
  • Aproveitar o tempo livre: muitas pessoas ficam presas em rotinas incessantes e nunca param para passar um tempo consigo próprias. O lazer desvinculado de obrigações, o contato com o tempo livre aumenta a criatividade do indivíduo e possui impacto biopsicossocial em sua vida.
  • Contato com a natureza e com outras culturas: as atividades turísticas convocam o indivíduo ao deslocamento, traz à tona aspectos voltados à curiosidade e ao inusitado, gerando estímulos e motivações coletivas e particulares.
  • Saúde e bem estar: viajar impacta diretamente na qualidade de vida do sujeito, com muitos relatos de sensação de bem estar durante e após uma viagem. Viajar traz mais autoconfiança ao indivíduo.
  • Imagem pessoal e autoestima: as viagens deixam repercussões subjetivas responsáveis por uma reação em cadeia, direcionando o indivíduo a aumentar sua autonomia, liberdade e convívio social, o que influencia seus relacionamentos interpessoais.
  • Liberação das obrigações familiares: pessoas sobrecarregadas com a rotina doméstica, principalmente em tempos de pandemia e trabalho na modalidade home office, que tende a sobrecarregar o indivíduo com tarefas acumuladas, sentem uma sensação de prazer ao serem liberadas destas atividades. O indivíduo passa a delegar tarefas não essenciais e passa a ver os membros de sua família como autônomos.
  • Diminuição da solidão: com o isolamento social, muitas pessoas têm sentido solidão, principalmente após a diminuição das atividades conjuntas. Viajar pode trazer a sensação de pertencimento ao mundo, o indivíduo acaba fazendo amizades de todo o mundo e passa a ter uma visão mais ampla da vida.

Efeito das férias na saúde

Estudos verificaram que viajar traz benefícios a curto e longo prazo. Diminuição dos níveis de tensão e maior capacidade de recuperação são fatores importantes observados em indivíduos que viajam, mesmo a curto prazo, obtendo efeitos benéficos como bem estar, e diminuição do estresse. A maioria dos indivíduos relataram benefícios com relação ao estresse, para o qual muitas pessoas não têm recursos de enfrentamento enquanto vivencia a tensão diária. Uma única viagem de apenas 4 dias já traz benefícios positivos para o bem estar e a recuperação dos níveis de estresse.

E você, ficou curioso para saber mais sobre elementos que impactam sua vida biopsicossocial? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas, e promover mais saúde? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

AW, B. et al. Travel Medicine. Canadian Family Physician. 2014;60.

BLANK, C. et al. Short vacation improves stress-level and well-being in German-speaking middle-managers: a randomized controlled trial. Int. J. Environ. Red. Public Health. 2018;15(130).

SAUNDERS, L.E. et al. What are the health benefits of active travel? A systematic review of trials and cohort studies. PLOS ONE. 2013;8(8).

SOUSA, C.C.B. et al. A viagem a lazer como experiência (trans)formadora para idosos. Rev. Subj. 2019;19(2).

STRAUSS-BLASCHE, G. et al. Effect of vacation on health: moderating factors of vacation outcome. Journal of Travel Medicine. 2006;12(2).


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK