Autodidatismo: você é uma pessoa autodidata? Como desenvolver essa habilidade?

21/09/2021 às 22:07 Hipnose

Autodidatismo: você é uma pessoa autodidata? Como desenvolver essa habilidade?

Você sabe o que é autodidatismo e o que é uma pessoa autodidata? Embora muitos acreditem que esta seja uma habilidade para os grandes gênios, aprender algo sem o auxílio de um instrutor é uma capacidade que todos nós podemos desenvolver com esforço e dedicação. 

Você deseja aprender como ser uma pessoa autodidata e aprimorar seus conhecimentos em mais assuntos de forma independente? Então você, invariavelmente, precisa fortalecer alguns hábitos e inserir uma nova forma de aprendizagem no seu dia a dia. 

E como você irá fazer isso? Neste conteúdo do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento) vamos ajudá-lo a compreender o que é o autodidatismo e como aperfeiçoar essa habilidade de aprender sozinho. Confira!

O que é autodidatismo?

A palavra autodidata é originária do termo grego autodidaktikos -  junção de auto ( “a si mesmo” ) e didaktos ( “ensino”) - que é um adjetivo utilizado para especificar quem se instrui por esforço próprio, gerenciando seus processos de aprendizagem. 

Sabe aquele conhecido que aprendeu a tocar um instrumento ou assimilou um novo idioma sem nunca ter frequentado um curso? Esta é, com certeza, uma pessoa que aprendeu a desenvolver a habilidade do autodidatismo. 

Existe uma fórmula mágica para ser autodidata?

Infelizmente não. Qualquer pessoa pode se tornar autodidata se assim desejar e, logicamente, se estiver disposto a isso - afinal, a motivação e disposição são uma das principais características do autodidatismo.Afinal de contas, desde pequenos somos habituados a associar o aprendizado a um espaço físico como uma escola, por exemplo. 

Logo, para desenvolver o autodidatismo é preciso sair da zona de conforto começando com pequenas atitudes e, posteriormente, passando para hábitos mais complexos.

Através das pequenas mudanças que você irá descobrir quais técnicas e tipos de aprendizagem funcionam melhor para você assimilar o que lê e qual o ritmo de estudo que mais se adequa a sua rotina. A partir daí, você conseguirá montar um cronograma personalizado para você.

Quais as características de uma pessoa autodidata?

Agora que já entendemos o que é autodidatismo e que não existe uma fórmula mágica para desenvolver esta habilidade uma vez que cada um de nós é único e consegue aprender melhor de diferentes formas, você pode estar se perguntando quais as características de quem se define autodidata. Entre elas, podemos citar:

  • a capacidade de se adaptar a diferentes formas de estudar e ter contato com o conhecimento desejado sem precisar de auxílio;

  • proatividade para planejar a rotina de estudar e realizar a pesquisa de materiais didáticos;

  • autonomia na tomada de decisão para decidir quando, como e onde quer estudar, de qual forma quer absorver o conteúdo e quando é preciso avançar ou retroceder no aprendizado.

Dicas para desenvolver um perfil de autodidatismo 

  1. Identifique assuntos que você gosta

Dedicar tempo para aprendermos sobre algo que gostamos, certamente, é muito mais interessante e prazeroso. Por isso, uma das primeiras atitudes para se tornar uma pessoa autodidata é encontrar aquilo que te fascina. 

Sendo assim, descubra os temas que mais chamam a sua atenção e dedique-se a eles. Mas cuidado para não cair na zona de conforto e, quando se deparar com algum assunto que não te agrade, simplesmente passar batido por ele. Afinal, conhecimento nunca é demais!

  1. Responsabilize-se pela sua aprendizagem 

A pessoa autodidata não se limita ao conteúdo oferecido em sala de aula, por exemplo, mas desenvolve uma atitude proativa, buscando sempre novos materiais e metodologias.Neste sentido, é importante que você busque descobrir de que forma você aprende melhor. 

  1. Estabeleça metas de estudo

Estabeleça metas e objetivos claros e realistas e estude de forma responsável para que você consiga alcançá-los. Uma boa maneira de não deixar suas metas de lado é escrevê-las em vários lugares.

Ser realista é essencial. Afinal, caso você determine metas irreais, o não cumprimento delas pode gerar frustração e, consequentemente, te desmotivar. 

  1. Administre seu tempo de forma inteligente 

Desenvolva um cronograma de estudos e tenha compromisso ao segui-lo. Você pode começar estabelecendo uma meta de estudos de 30 minutos diário, se este for o tempo que você tiver disponível. 

A quantidade de horas por dia que você irá reservar não significa, necessariamente, que você não irá conseguir atingir seus objetivos. O importante é planejar e executar um cronograma de estudos com o qual você irá conseguir cumprir! 

Exemplos de personalidades conhecidas que são autodidatas

Agora que já entendemos alguns hábitos que devem ser postos em prática para se tornar uma pessoa autodidata, é hora de conhecer algumas personalidades famosas que, graças a essa habilidade, tornaram-se grandes nomes da história:

  • Santos Dumont: Considerado o maior inventor brasileiro, Alberto Santos Dumont, interessou-se pela mecânica ainda na infância e, desde então, começou a desenvolver estudos na área da construção de equipamentos para voo. Seu sonho era desenvolver um aparelho que permitisse ao homem voar e guiar seu próprio curso, coisa que fez em 1906 quando realizou seu voo pioneiro, tornando-se um dos pais da aviação.

  • Albert Einstein: Einstein chegou a ser visto como um aluno que não iria longe, sendo inclusive reprovado em sua primeira tentativa de entrar na faculdade. Porém, em 1900 conseguiu sua aprovação e em 1905 desenvolveu a famosa teoria da relatividade, que revolucionou a física. 

  • Abraham Lincoln: o décimo sexto presidente dos EUA nasceu em uma familia pobre e estudou por apenas 18 meses. Mas apesar de não ter dado continuidade em sua formação, Lincoln conseguiu se tornar advogado aos 25 anos, e em 1860 venceu a eleição para presidência. 

Gostou deste conteúdo sobre didatismo? Você quer se tornar uma pessoa autodidata? Então conheça o curso de pnl que irá lhe oferecer todas as ferramentas para você alcançar sua máxima performance.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK