Anamnese no coaching: qual a importância de conhecer bem o Coachee?

04/06/2021 às 16:30 Coaching

Anamnese no coaching: qual a importância de conhecer bem o Coachee?

Você sabe a diferença entre uma entrevista comum e uma anamnese feita por um Coach? Sabia que ela é uma parte fundamental do processo de Coaching? Pra você que quer entender um pouco mais sobre esse assunto, dá só uma olhada aqui!

De acordo com o dicionário, uma entrevista é um colóquio entre duas ou mais pessoas em local combinado, para obter esclarecimentos, fazer avaliações e manifestar opiniões. A entrevista tem um objetivo específico e as perguntas são definidas de acordo com esse foco. O entrevistador tem o papel de questionar para descobrir, enquanto o entrevistado apresenta seu ponto de vista dos fatos.

Entrevistar alguém pode ser o primeiro passo para conhecer mais sobre a pessoa, o que faz e do que gosta, seus pontos de vista a respeito da vida e suas ambições pessoais.

São amplamente utilizadas para a ocupação de vagas de emprego e estudo, onde são utilizadas para verificar se a pessoa está apta à função. No entanto, as entrevistas não tem por objetivo fazer transformações na vida de uma pessoa.

Durante o processo terapêutico ou dentro do Coaching, a entrevista passa a ter outros objetivos e assume uma outra forma de ser. Vejamos abaixo:

O que é anamnese?

A anamnese é uma palavra que deriva do grego ana, trazer de novo, e mensis, memória. Primeiramente tida como uma entrevista realizada por um profissional de saúde ao paciente, ela teria a intenção de ser o ponto de partida para o diagnóstico de uma doença, buscando encontrar por quais meios a doença está afetando o processo vital do paciente. Nessa entrevista, o profissional da saúde ajuda o paciente a relembrar todos os fatos que podem ter relação com a doença, bem como à pessoa doente (por exemplo, relatada por um membro da família). Existem técnicas específicas para aplicar a anamnese e cada área da saúde possui seus próprios objetivos e, portanto, sua própria anamnese. Se bem conduzida, pode levar ao aproveitamento máximo do tempo disponível para produzir um diagnóstico seguro e o tratamento correto a ser aplicado.

Anamnese no Coaching

Diferente da entrevista comum e da anamnese clínica, no processo de Coaching a anamnese não tem por objetivo localizar doenças. Para saber mais o que é Coach veja o link. Seu diagnóstico visa entender quem é a pessoa que procura o processo de Coaching e porquê.

Quando a pessoa chega ao processo de Coaching, geralmente percebeu que algumas mudanças precisam ser feitas em sua vida, pois não está satisfeita com a vida que vêm vivendo. Ao passo que a pessoa relata sua história de vida e seus incômodos (que escondem suas metas), o Coach vai colhendo informações acerca dos sonhos, dos desejos, das vontades e das necessidades do Coachee, buscando se aproximar dele, ver de seu ponto de vista a partir de um exercício empático.

O autoconhecimento como parte da jornada

Relatar a própria história é um primeiro passo para ouvir a si próprio e se descobrir. O autoconhecimento é a chave para visualizar a própria vida e descobrir o que pode estar segurando você da vida que quer viver.

Uma forma de promover autoconhecimento que o Coach pode usar é a Roda da Vida, um instrumento de avaliação pessoal criado em 1960 por Paul John Meyer. A Roda da Vida tem por objetivo ajudar o Coachee a visualizar de forma organizada, as áreas da vida que precisam de mais atenção, a partir das quais pode-se definir prioridades e traçar planos de ação que possam contribuir para atingir equilíbrio e uma vida em harmonia.

É preciso levar em consideração que temos realizações pessoais e profissionais, já que ocupamos diversos papeis na sociedade. Pensamos em nos realizar como pessoa, como pai, mãe, filho, profissional e em diversos outros âmbitos. Mas, na correria do dia a dia, nem sempre nos damos tempo suficiente para perceber o que precisa de mais atenção e o quão negativamente alguns padrões de comportamento podem estar afetando nosso crescimento.

A roda da vida é uma forma de colocar as emoções, sentimentos e perspectivas em uma forma visual que possa avaliar de forma mais clara.

Ela convida a refletir sobre, pelo menos, 12 áreas da vida:

1. Desenvolvimento intelectual: avalia como está a carreira, a abertura para novos aprendizados, experiências e conhecimentos;

2. Saúde e disposição: avalia como está a saúde, a prática de exercícios físicos, alimentação ou atividade que permita a conexão consigo mesmo;

3. Equilíbrio emocional: avalia como o Coachee liga com os acontecimentos cotidianos, como está sua flexibilidade e adaptabilidade a novas circunstâncias;

4. Recursos financeiros: analisa o nível de satisfação com a vida financeira atual;

5. Contribuição social: avalia o que o Coachee entrega para a sociedade, sua gratidão demonstrada;

6. Realização e propósito: avalia o quanto o Coachee se sente realizado em seu próprio trabalho e o quanto este está relacionado com seu propósito de vida;

7. Criatividade, hobbies e diversão: avalia a qualidade de vida do Coachee, como ele aproveitar seu tempo para fazer o que gosta, praticar atividades novas e relaxar;

8. Plenitude e felicidade: avalia o quanto o Coachee se sente completo e feliz com a própria vida;

9. Espiritualidade: traz reflexões sobre as crenças, religiosas ou não, e como elas podem estar impulsionando ou paralisando o Coachee;

10. Vida social: avalia a rede de amigos, a sensação de pertencimento do Coachee e o tempo que dedica a essa rede;

11. Relacionamento amoroso: avalia o nível de realização e de satisfação do Coachee em relação a seu relacionamento amoroso, o nível de confiança, autoconhecimento e comunicação em ambos os envolvidos;

12. Família: avalia a base do Coachee, suas características, valores e crenças formadas no meio familiar.

Depois de avaliar todas as áreas da vida, é preciso fazer um diagnóstico do que o Coachee gostaria de mudar em sua vida e, a partir de uma boa anamnese, é possível traçar um plano de ação para atingir satisfação a partir de pequenas, médias e grandes metas. Sem conhecer o Coachee, é impossível perceber quais recursos o Coachee tem para enfrentar suas dificuldades e atingir a satisfação de vida.

E você, gostaria de saber mais sobre as ferramentas do Coaching?

Venha conhecer nosso curso de coaching. Aqui no IBND o curso de Coaching é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Nosso compromisso é a sua realização como ser humano!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK