A hipnose pode ser uma ferramenta eficiente no tratamento da esquizofrenia?

14/10/2021 às 22:17 Hipnose

A hipnose pode ser uma ferramenta eficiente no tratamento da esquizofrenia?

A hipnose pode ser uma ferramenta eficiente no tratamento da esquizofrenia?

Conjunto de transtornos graves e que podem incapacitar o indivíduo, a esquizofrenia é caracterizada por alterações no comportamento, pensamento e emoções, e acomete cerca de 23 milhões de pessoas no mundo e, no Brasil, cerca de 2 milhões de brasileiros. Frente a esta apresentação inicial, fica a questão: será que a hipnose para esquizofrenia pode ser eficiente?

Antes de respondermos a pergunta que mais nos interessa neste artigo em questão do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento), é preciso que você aprenda mais sobre este distúrbio psiquiátrico que se manifesta entre o final da adolescência e início da vida adulta em homens e mulheres.

Vamos ampliar os conhecimentos sobre a esquizofrenia e entender como a hipnose pode ajudar a melhorar a qualidade de vida da pessoa que convive com o transtorno? Boa leitura!

Os sintomas da esquizofrenia 

Os sintomas de esquizofrenia irão variar de acordo com o tipo do distúrbio e de pessoa para pessoa, não havendo, portanto, nenhum sintoma específico para diagnosticar o transtorno. Todavia, dentre os principais sintomas podemos citar:

  • Delírios, que podem surgir quando a pessoa acredita em algo que não é real, como estar sendo vigiada, traída ou que tem super-poderes, por exemplo;

  • Alucinações, que são percepções vívidas de coisas que não existem;

  • Pensamento desorganizado, onde a pessoa fala coisas desconexas e sem sentido;

  • Alterações do comportamento, podendo haver surtos psicóticos, agressividade, agitação e risco de suicidio;

  • Sintomas como perda da vontade e iniciativa, falta de expressão emocional, isolamento social e falta de cuidado;

  • Falta de atenção e concentração;

  • Alterações na memória e dificuldade no aprendizado.

A esquizofrenia tanto pode surgir de forma súbita ou gradual, num intervalo que pode durar de meses a anos. Por isso, é importante que familiares e pessoas próximas fiquem atentas aos sintomas.

Como a esquizofrenia pode ser desencadeada?

 Não existe uma causa única e específica para o desencadeamento do transtorno esquizofrênico, no entanto, sabe-se que fatores genéticos e ambientais podem levar ao desenvolvimento dos sintomas apresentados acima. 

Desta forma, uma pessoa com um familiar diagnosticado com esquizofrenia têm um risco 10 vezes maior de também desenvolver a doença. 

Ademais, alguns outros fatores que podem estar envolvidos no desenvolvimento da doença são:

  • Idade avançada dos país;

  • Episódios de convulsão na infância;

  • Pancadas fortes na cabeça;

  • infecções durante a gravidez;

  • Uso de substâncias, como a Cannabis.

Além disso, alguns estudiosos defendem a teoria das alterações no funcionamento de neurotransmissores, como a dopamina e a serotonina, para explicar a causa do desenvolvimento do transtorno. 

Como a hipnose ajuda pessoas diagnosticadas com esquizofrenia?

Um indivíduo esquizofrênico tem sua psique dividida em diferentes “Eus” que alteram a percepção da realidade. E o trabalho do terapeuta é, logicamente, ampliar o estado de integridade psíquica. 

Neste sentido, para trabalhar de forma segura, a Hipnose favorece que o cliente se sinta mais confortável para acessar sua mente inconsciente, de modo a conseguir dialogar com os diferentes “Eus” internos que emergem no processo de desenvolvimento da esquizofrenia.

Este diálogo busca gerar uma interação entre as diferentes partes, permitindo a construção de uma compreensão e, consequentemente, intervenção. 

É um trabalho que, apesar de lento, é bastante seguro ao cliente, pois favorece o diálogo produtivo e saudável entre mente inconsciente e consciente através do estado de transe. 

Cabe alertar, entretanto, que somente a Hipnose não é capaz de ajudar o sujeito esquizofrênico. Afinal de contas, a hipnose é somente uma ferramenta terapêutica que ajuda a potencializar os resultados de sessões psiquiátricas e, portanto, não substitui de forma alguma os tratamentos medicamentosos, por exemplo.

Profissional, agora você pode aprender a trabalhar com a hipnose!

 Profissional da saúde, você sente que precisa ampliar seus conhecimentos sobre a mente humana para atender ainda melhor aos seus clientes e, com isso, potencializar os resultados? 

Através da formação em hipnose do IBND isso será possível. Centenas de psicólogos, psiquiatras, terapeutas, fisioterapeutas, pedagogos e demais profissionais, já estão aderindo a hipnose no atendimento aos seus clientes e aproveitando todos os benefícios que esta ferramenta poderosa tem a oferecer.

Formação guiada pelo trainer, especialista em hipnose clínica e pedagogo com mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano, Rodrigo Huback, a formação em hipnose é para você que busca:

  • Trabalhar com ferramentas para melhorar seus resultados como profissional;

  • Gerar mais satisfação e fidelização dos seus clientes;

  • Utilizar ferramentas para ressignificar fobias, traumas, vícios, etc.;

  • Empoderar-se como profissional para atender melhor e ajudar mais pessoas;

  •  Utilizar recursos da mente humana à seu favor;

  • Impactar e transformar positivamente a vida das pessoas. 

Faça como centenas de profissionais e busque o seu melhor como profissional!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK