A dieta da mente

17/08/2021 às 20:56 Hipnose

A dieta da mente

As mais variadas dietas são propostas diariamente, muitas com finalidade estética, e acabam confundindo pessoas que buscam uma alimentação saudável. Você conhece a dieta da mente? Então dá uma olhada!

O autor

Autor do livro “A dieta da mente: a surpreendente verdade sobre o glúten e os carboidratos - os assassinos silenciosos do seu cérebro”, David Perlmutter é um neurologista e nutricionista americano

O que é a dieta da mente?

A dieta da mente é um método proposto por Perlmutter que propõe o retorno à dieta do período Paleolítico, com um cardápio composto por 75% de gorduras, 20% de proteínas e 5% de carboidratos. Segundo o autor, doenças como a depressão, o Alzheimer e a enxaqueca são resultados do potencial inflamatório de bebidas e alimentos com glúten e carboidratos. Assim, os carboidratos (que se transformam em açúcares no nosso organismo) estão altamente ligados ao surgimento de distúrbios cognitivos.

A dieta da mente é voltada para nutrir o cérebro e evitar declínios cognitivos ou mal funcionamento das células neuronais. Segundo o autor do livro, nosso cérebro pesa 1,5kg, tem 150 mil km de vasos sanguíneos, é o órgão mais pesado do corpo, representando 1/40 do peso total, consome 22% do gasto de energia corporal em repouso e é constituído por 70% de gordura. Para se nutrir, o cérebro utiliza a glicose, vinda dos açúcares e carboidratos, e os corpos cetônicos, representados pelas gorduras benéficas.

Como funciona a dieta da mente?

Além da pouca ingestão de carboidratos e proteínas, a dieta ainda propõe jejuns com duração de 24 a 72 horas e o consumo de suplementos como cúrcuma, ácido alfa-lipóico, DHA, resveratrol, vitamina D, probióticos e óleo de coco de modo a auxiliar a melhoria das funções cerebrais.

Hábitos de sono regulares, alimentação em horários padronizados e jantar três horas antes de deitar, além de tomar cuidado com comidas difíceis de serem ingeridas, também são recomendados, pois fazer um pequeno lanche antes de dormir pode levar à hipoglicemia e causar insônia e problemas no sono. Dessa forma, é uma dieta que busca o equilíbrio no organismo para promover mais saúde e qualidade de vida.

Cardápio da dieta da mente

Dentre as opções de cardápio para a dieta, o autor propõe alguns tipos de refeições de acordo com o momento do dia. Veja:

Café da manhã: queijo, omelete com óleo de coco, tomate, pimenta, abacate, mix de nozes sem sal, coco ralado, frutas vermelhas e leite integral.

Almoço ou jantar: frango, peixe ou carnes, de preferência carnes gordas como a costela bovina, somada à legumes como cebolas, cenouras, aipo, alho, farinha de amêndoas, pimenta, azeite de oliva, molho de tomate, vinho tinto, tomilho, cogumelos, limão e salsinha.

O autor também sugere a ingestão de legumes da estação que integrem o grupo de vegetais consumidos livremente. A preferência é que sejam produtos orgânicos e integrais, eliminando todo e qualquer tipo de alimento processado.

Itens como grãos sem glúten, feijão, lentilhas, ervilhas, cenoura, frutas vermelhas leite de vaca, nata, queijo cottage, iogurte e kefir, chocolate com 70% de teor de cacau e vinho tinto devem ser ingeridos com moderação.

Sensibilidade ao glúten

O glúten é uma das substâncias que mais têm prejudicado a saúde de alguns indivíduos sensíveis a ele, e representa a maior e mais subestimada ameaça à saúde humana. Dessa forma, o glúten e o consumo de grãos podem fazer a pessoa engordar e prejudicam diretamente o cérebro, pois seus malefícios podem atingir qualquer órgão do corpo, desde o intestino até o cérebro.

O glúten interfere na quebra e na absorção de nutrientes. Comidas mal digeridas deixam resíduos pastosos no intestino, que desperta o sistema imunológico, resultando em um revestimento do intestino delgado. As substâncias inflamatórias desencadeadas pela alergia e sensibilidade ao glúten atacam o cérebro e seus níveis elevados é que causam doenças neurológicas e, por fim, levam à uma baixa qualidade de vida aos indivíduos sensíveis. Alguns indivíduos podem ter sensibilidade ao glúten e problemas nas funções cerebrais sem nunca ter vivenciado qualquer tipo de problema gastrointestinal. Sua presença no cérebro desativa o sistema imunológico a ponto de não conseguir auxiliar nas defesas naturais do corpo.

Obesidade

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019 uma em cada quatro pessoas de 18 anos ou mais no Brasil estava obesa, o equivalente a 41 milhões de pessoas. O excesso de peso atingia 60,3% da população adulta, sendo que a sua maioria eram mulheres. Nos últimos anos, o consumo de alimentos ultraprocessados e carboidratos cresceu significativamente. Por serem longas cadeias de moléculas de açúcar, os carboidratos quando consumidos em excesso passam a acumular gordura corporal, o que pode estar por trás de uma série de doenças, tais como a diabetes e a obesidade. Os carboidratos que mais desencadeiam um pico de açúcar no sangue tendem a ser os que mais engordam. É importante ficar atento às fibras indigeríveis que acabam entregando a glicose lentamente no sangue. Fibras e o consumo de água podem diluir o efeito do açúcar no sangue.

Autocuidado

É importante que antes de iniciar a dieta, o indivíduo procure ajuda de um profissional médico e nutricionista para se certificar de que a dieta da mente é apropriada para o seu caso e garantir que não trará problemas à saúde, principalmente por se tratar de uma dieta restritiva que troca as fontes de energia, onde o organismo deixa de consumir glicose e passa a nutrir-se de gordura. Para seguir a dieta o indivíduo precisa trabalhar sua disciplina e resiliência. Somado à dieta, é preciso manter uma rotina de exercícios físicos constantes para controlar os processos inflamatórios do corpo. Por isso, sempre faça decisões de saúde em conjunto com seu médico e demais profissionais da saúde.

E você, ficou interessado em novas abordagens em saúde? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

PERLMUTTER, D. A dieta da mente: a surpreendente verdade sobre o glúten e os carboidratos - os assassinos silenciosos do seu cérebro. Editora Paralela. 1ª edição. 2014.


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK