Psicanálise e negacionismo

21/09/2021 às 16:24 Hipnose

Psicanálise e negacionismo

A psicanálise discute todos os temas que impactam a qualidade de vida e saúde biopsicossocial dos seres humanos. Quer saber o ponto de vista da psicanálise quanto ao negacionismo? Então vem dar uma olhada!

Anseio transcendental

O ser humano sempre teve um anseio de encontrar algo transcendental, além dele, para explicar os fenômenos da realidade, em especial, as interações entre o ser humano, seu ambiente e a distribuição dos recursos.

Assim, se formaram as religiões, ou seja, para tentar reivindicar um poder superior transcendental, de forma a embasar as decisões que os próprios homens vêm tomando ao longo do tempo. Mas a psicanálise aponta para um equívoco nesse pensamento: o de tirar de si a responsabilidade pelos próprios atos, o que tem sido ampliado para os movimentos políticos e atos contra a saúde que têm sido observados dentro do cenário atual.

Desenvolvimento do pensamento humano

Assim, desde o surgimento da ciência, o desenvolvimento do pensamento humano caminhou para entender que a Terra não era o centro do Universo, que a Terra é quem gira em torno do Sol e não o contrário, e muitas outras descobertas que nos permitiram chegar até aqui hoje. A ciência veio afirmar que não são os deuses ou um Deus superior que faz as decisões, mas, sim, nós, os próprios homens que organizam a vida em uma sociedade, com uma ética que permita a garantia dos direitos de todos.

Esse pensamento nos levou ao desenvolvimento das tecnologias de saúde, medicina, tecnologia e diversas outras áreas, e a psicanálise contribui dizendo que é a partir da análise pessoal e do fortalecimento pessoal e comunitário que podemos melhor lidar com a vida, aceitando o que é realidade e não negando os avanços que já fizemos ao longo dos séculos. No entanto, ainda existem aqueles movimentos que não aceitam a evolução da história e querem manter a tradição e a dominação de certas classes sobre outras, muitas vezes tidas como castas intocáveis, ou seja, uma representação na atualidade de um resquício pré-moderno, onde ainda não se entendia o direito de todos.

O que é negacionismo?

O negacionismo é o ato ou ação de negar-se a acreditar em uma informação estabelecida pela ciência e história, por exemplo. É praticado por um grupo de pessoas que optam voluntariamente por não acreditar em uma informação vista como consenso nos meios acadêmicos e científicos. Além disso, o negacionismo também propõe debates desnecessários sobre determinado assunto cujas comprovações já são demonstradas.

Geralmente se compõe de uma boa retórica por parte de seu emissor, uma boa capacidade argumentativa na tentativa de convencer e enganar outras pessoas, através da manipulação de informações, da descontextualização destas, supressão de outras e até mesmo falseamento claro de dados. Muitas informações são trazidas por falsos especialistas em determinados assuntos, com visões e informações que são totalmente divergentes do conhecimento estabelecido.

O crescimento do negacionismo

Inúmeras posições negacionistas têm ganhado espaço, em especial nas últimas décadas, sobretudo na internet, onde partem sempre de teorias conspiratórias, supostamente sabendo quais são as informações reais em determinado assunto. Tais teorias afirmam trazer a “verdade oculta” e alegam que tal verdade foi escondida por uma grande conspiração, com o objetivo de esconder tal realidade das pessoas.

Tipos de negacionismo

Dentre os tipos clássicos de negacionismos, temos pessoas que negligenciam episódios da história, tais como as teorias que defendem que o holocausto, um genocídio judeu ue matou milhares de pessoas, na realidade não aconteceu. Tal falácia pode ser rebatida com os fatos, as evidências, os documentos, edifícios, filmagens, depoimentos, todos comprovando a existência do evento histórico.

Além disso, há pessoas que acreditam que fumar não causa câncer, que declaram que a Terra não é redonda e afirmam que o aquecimento global é uma farsa, além de defenderem o uso contínuo de combustíveis fósseis, e das prolíferas campanhas anti-vacina que têm ganhado atenção ultimamente.

Profissionais da saúde, bem informados, recentemente realizaram um ato contra a vacinação obrigatória destes para atuar em um hospital. Portanto, mesmo com as informações e os fatos demonstrados, existem algumas pessoas que simplesmente escolhem não encarar a realidade, o que afeta significativamente a qualidade de vida das pessoas em geral.

Negacionismo e covid-19

Muitos são os relatos de pessoas que negavam a existência do covid-19 e acabavam pegando a doença ou até mesmo morrendo contra ela. No caso do negacionismo direcionado à pandemia do coronavírus, muitas pessoas argumentam teorias conspiratórias de que o vírus teria sido produzido de forma proposital, outros argumentam que alguns caixões funerários estavam sendo enterrados vazios ou que o número de casos divulgados pelas secretarias estaduais de saúde estava fraudado, que os hospitais estariam vazios e as entidades de saúde estariam fazendo laudos falsos sobre os óbitos por covid-19, tal é a gravidade da negação.

Percebe-se que o negacionismo tem foco em desqualificar e agredir os cientistas e o discurso científico, sem argumentar de fato sobre a dúvida gerada. Suas narrativas, segundo estudos, se encaixavam em valores compartilhados por determinados grupos, em sua maioria conversadores.

Encarar a realidade

Assim, a psicanálise vai dizer que o anseio pelo transcendental e por estar “do lado certo” ou ao lado da “verdade” única pode ter na realidade no fundo uma motivação, um desejo perverso de poder, de dominação do outro através do convencimento e da manipulação em benefício próprio. Para muitas pessoas ainda é difícil aceitar que não somos o centro do Universo e nem somos tão diferentes do que os demais animais com quem convivemos no planeta. Ao caminharmos para uma maturidade psíquica maior, será possível ver e lidar melhor com os problemas, principalmente aqueles causados pelo próprio humano, que permitiu viver com essa mentalidade alienada da realidade por muitos séculos.

E você, ficou interessado em se capacitar para promover saúde mental e equilíbrio frente à realidade? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!

Referências:

MOREL, A.P.M. Negacionismo da covid-19 e educação popular em saúde: para além da necropolítica. Trav. educ. saúde. 2021;19.

HOMEM, M. Menos Deus, mais psicanálise. Canal Inconsciente Coletivo. 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=mVTN4DYmUeA


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK