O que é a filosofia slow living?

17/11/2021 às 18:51 Hipnose

O que é a filosofia slow living?

A correria do dia a dia nem sempre nos permite aproveitar a vida. Você sabia que existe uma filosofia de vida com outros ritmos? Venha conhecer o slow living!

O que é a filosofia slow living?

O slow living é a tradução literal de viver lentamente. É tanto um estilo de vida quanto uma filosofia que influencia no comportamento de produção e consumo. Assim, as decisões de vida e de consumo são baseadas na premissa que enfatiza a qualidade sobre a quantidade, a autenticidade e responsabilidade ambientais e sociais.

É um estilo de vida baseado em valores simples e reais, inspirados numa velocidade menor, saindo do piloto automático e dos excessos que transformam as pessoas em consumidores compulsivos e com senso de comunidade. Dessa forma, o slow living é uma prática realizada em todo o mundo, porém recente, e já tem dado resultados nos âmbitos ambiental, social, econômico e culturalmente.

A vivência do ritmo acelerado

Muitas vezes nos vemos enrolados no redemoinho criado pela velocidade do mundo, que nos impulsiona a agir cada vez mais rápido, fazer cada vez mais e consumir cada vez mais. Nos sentimos cansados do ritmo frenético e nos perdemos nos momentos, não conseguimos observar as nuances, as sensações e os detalhes, que muitas vezes fariam diferença em nossa vivência. Conforme crescemos, aprendemos que a pressa é o “melhor desempenho” e que não cumprir horários não é aceitável.

Além disso, a palavra “lento” possui conotação negativa em nossa cultura, sendo equiparada a termos como “desocupado” ou “preguiçoso”, por isso, foi-se pensando em uma forma de quebrar essa associação, pois viver lentamente não significa viver mal, nem viver de maneira responsável, mas viver prestando atenção no presente, desfrutando de cada momento.

A história do slow living

O movimento slow living teve seu início na Europa na década de 1980, tendo especial ligação com a alimentação. Os primeiros passos foram dados pelo jornalista italiano Carlo Petrini, que junto com outras pessoas, protestaram contra a abertura de uma franquia do McDonald 's que seria aberta próxima a Piazza di Spagna, em Roma.

Esse protesto aconteceu para mostrar a oposição que esses italianos tinham contra a vinda de grandes empresas do setor de fast food em um país com tradições tão fortes na culinária internacional e tão valorizada pelo mundo, sendo até um atrativo turístico.

Os benefícios do slow living

O slow living tem sido associado a uma vida preenchida por significados, realizações e propósito, pois quando tiramos algum tempo para entrarmos em contato conosco e com nossas decisões, nos tornamos mais conscientes do que estamos fazendo com nossas vidas. Assim, o slow living traz equilíbrio, permite sentir na pele e na alma o bem estar, a serenidade, o bem viver, levando a uma significativa qualidade de vida, na qual o indivíduo se interconecta com o seu lugar no mundo de forma holística.

Características do slow living

Além de procurar uma vida sustentável, o slow living tem características como a cooperação, o respeito, a gratidão, a celebração e a resiliência. É um viver inspirado em reflexões que direcionam para outros caminhos e olhares, além da vida corrida. Dessa forma, o estilo de vida slow living resgata os valores e sabedorias que trazem de volta a motivação para compartilhar, para se conectar consigo mesmo e com os lugares e os seres vivos, em todas as suas formas.

O movimento lento engloba todos os aspectos da vida, desde alimentação, até sexo, educação, exercícios físicos, ócio, viagens, moda, consumo e, é claro, trabalho.

Áreas que o slow living abrange

Atualmente é possível encontrar outros movimentos pautados no conceito slow living, tais como:

  1. Slow Reading: que trabalha o prazer de fazer uma leitura com mais tranquilidade.
  2. Slow Medicine: que traz a importância de uma consulta sem pressa, com tempo para conversa e troca de informações para a construção do relacionamento médico/paciente.
  3. Slow Eating: que trabalha em conjunto com o Slow Food, focando mais em promover a saúde como um todo, trabalhando com algo mais personalizado e ensinando a comer com atenção e com mais tempo.
  4. Slow Travel: que estimula o turismo mais tranquilo, sem correria para conhecer todos os pontos turísticos no mesmo dia.
  5. Slow Parenting: para estimular o estilo de criação de filhos baseado na liberdade de aprender no seu próprio tempo, sem a pressão de colocar as crianças em diversos cursos e várias atividades cobrindo toda a agenda semanal.

Regras do slow living

O estilo de vida slow living é um incentivo para viver sem regras e tarefas a serem cumpridas, mas com foco voltado para uma busca pessoal por mais leveza, equilíbrio e consciência. O indivíduo passa a buscar, da sua forma, como vivenciar escolhas que beneficiem a si mesmo e ao seu redor.

Algumas indicações para o slow living são, por exemplo, levantar alguns minutos antes, tomar banho e café da manhã com calma, evitar chegar sem fôlego no trabalho ou lugar de estudo, caminhar prestando atenção no caminho, não ficar muitas horas distraído no celular, viver com menos, fugindo do consumismo e somente com o que for necessário.

Uma dica para fugir do consumismo é a regra dos 7 dias: quando pensar em comprar algo, espere 7 dias e considere novamente se é necessário. Caso a necessidade permaneça, compre. Este tempo será uma oportunidade de avaliar outras opções e comparar preços.

Como praticar o slow living?

Existem ainda outras indicações para quem quer experimentar o slow living. Veja abaixo algumas delas:

  • Aproveite o momento presente;
  • Esforce-se todos os dias para fazer algo bom para alguém;
  • Faça parte de um grupo ou comunidade, tal como voluntariado, esportes em equipe, viagens;
  • Escreva um diário de gratidão, escrevendo três aspectos positivos de seus dias. Podem ser ações, pensamentos, sentimentos ou acontecimentos;
  • Desconecte-se. Coloque o celular no silencioso, saia na rua sem ele e, se possível, desligue-o em alguns momentos.

Assim, não existe regra para vivenciar o slow living, apenas prestar mais atenção no momento presente e nas escolhas feitas. Priorize a sua vivência e cuide-se!

E você, gostaria de se capacitar para promover saúde mental? Aprenda Hipnose Clínica sem sair de casa!

Terapeuta e hipnólogo, você busca uma ferramenta para potencializar os resultados com seus pacientes e, assim, gerar mais satisfação? Deseja ressignificar fobias e traumas? Quer utilizar os recursos da mente a seu favor? Faça nosso curso de hipnose online!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK