Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Conheça a história do Google, o maior motor de buscas da internet

13/12/2020 às 21:11 PNL

Conheça a história do Google, o maior motor de buscas da internet

Alguns empreendedores são tão visionários que parecem que nasceram predestinados ao sucesso e ao enriquecimento. É claro que uma boa dose de persistência, visão de negócios e sorte, também fazem parte desse jogo em que há ganhadores e perdedores. Mas o que dizer sobre um projeto que foi criado sem muita ambição e acabar se tornando algo extremamente lucrativo?

Esse post vai falar exatamente sobre a história do Google, considerado o maior motor de buscas da internet. Descubra como a ideia de dois jovens deu tão certo que essa empresa se tornou uma das mais valiosas do planeta. Prepare aquela xícara de café bem quentinho e fique conosco até o final.

Google: uma ideia simples que se tornou genial

Tudo começa em meados de 1996 nos EUA, quando os jovens Larry Page e Sergey Brin, queriam mudar de vida e decidiram criar uma página de buscas de produtos ou serviços na internet. Por incrível que possa parecer, esse ainda é o principal propósito do Google, apesar da empresa oferecer milhares de serviços diferentes nos dias de hoje.

Aluno do curso de Ciências da Computação, Sergey Brin, com apenas 21 anos de idade, acabou conhecendo o seu futuro sócio, Larry Page. A “conexão intelectual” foi imediata, pois, logo de cara, os dois jovens descobriram uma paixão em comum: a programação. Mal sabiam eles que iriam criar o maior buscador da internet.

Pouco tempo depois, os futuros empresários de sucesso começaram a estudar durante várias horas por dia, diferentes linguagens de programação e propriedades matemáticas da internet. A intenção era criar uma espécie de buscador que pudesse ranquear os principais sites por ordem de relevância. Mais isso não foi nada fácil.

Depois de muito trabalho com diversas tentativas e falhas, o projeto inicial resultou em um tímido sistema de buscas, que se chamava BackRub.  Essa tecnologia jamais vista antes, já tinha a base do Google atual. O moderno sistema, para o final dos anos 1990, classificava sites por relevância, incluindo até o número de páginas naquele domínio.

Mudança de nome e sucesso à vista

Em 1998, depois de alguns ajustes e melhorias em todo o sistema de buscas criado, Page e Brin, resolveram trocar o nome da aplicação para GOOGLE. O sucesso agora era só questão de tempo, pois a internet se expandia por todo o planeta a um ritmo impressionante. O número de sites criados era cada vez maior, devido ao “boom” da tecnologia.

Para fundar a GOOGLE INC., os sócios visionários passaram a focar na evolução de toda a empresa. Sem muito dinheiro em caixa, Page e Brin recorreram a empréstimos com amigos mais próximos para legalizar a companhia. Com um aperto financeiro aqui e outro ali, tudo acabou dando certo.

No início das atividades do Google, Page e Brin alugaram a garagem da casa de uma amiga em comum. Em 1999, a empresa já contava com oito colaboradores e já tinha um pequeno escritório comercial. Seis meses depois e com o crescimento acelerado dos negócios, o Google já contava com 40 funcionários.

Mesmo com um bom crescimento do Google, os sócios decidiram vender a empresa, depois dela estar relativamente consolidada no mercado. Mas a proposta de 1 milhão de dólares feita ao famoso portal norte-americano Excite, não foi aceita. Azar para uns, sorte para outros.

Anos 2000: evolução e crescimento do GOOGLE

O início do novo século representou um marco na história e evolução do Google. Em maio de 2000, o buscador passou a contar com versões em aproximadamente 10 idiomas, além do inglês. O sucesso foi tão estrondoso que até o conhecido portal YAHOO começou a usar o serviço do Google.

A internet estava em seu ápice em todo o planeta e isso acabou servindo de trampolim para a fama desse moderno buscador. Nesse mesmo ano, o Google atingiu cerca de 1 bilhão de endereços separados por categorias. Novas versões da aplicação em japonês, coreano e chinês, também foram lançadas.

Em 2001, o Google resolveu inovar e começou a investir na oferta de serviços, além de ser um site somente de buscas. O Google Groups, que era um moderno canal de discussões online e que também oferecia outros serviços, foi criado. A inovação sempre se fazendo presente no mundo dos negócios.

Em 2003, acontece a última, mas promissora mudança na plataforma. O Google começa a operar a partir do Googleplex. Novas e avançadas ferramentas, que são usadas até hoje, foram criadas. A habilidade profissional desses empreendedores trazia o sucesso esperado, que estava se consolidando cada vez mais.

Mudanças e mais inovação   

Em meados de 2004, um funcionário do Google de origem turca, chamado de Orkut Buyukkokten, criou uma dinâmica rede social que permitia discussões através de fóruns e até compartilhar fotos e mensagens. O Orkut foi um marco mundial para a história da internet e da empresa.

O Google ainda inovou muito mais. Pouco tempo depois da novidade feita por mãos turcas, a plataforma investiu em um serviço de e-mail: o Gmail foi criado e oferecia a inédita capacidade de 1 GB para cada usuário. Depois disso, foram criados o Google Earth, Google Talk, Google Reader e Google Analytics, em meados de 2005.

Em 2006, o Google anuncia a compra do YouTube, que era um site em que se podia assistir vídeos e que tinha apenas um ano de fundação. O custo para o maior buscador da internet foi de 1,65 bilhões de dólares.

Mais tecnologias desenvolvidas e faturamento altíssimo

Atualmente, o Google é o grande responsável pelo desenvolvimento de outras tecnologias usadas por milhões de internautas e empresas. O sistema operacional Android, o conhecido navegador Chrome, o Google Drive, Waze, Google Maps e uma infinidade de aplicativos disponibilizados no Google Play, são ótimos exemplos.

No segundo trimestre de 2020, o faturamento do Google foi de 38,3 bilhões de dólares. A empresa ainda conta com 123 mil colaboradores e cerca de 80 mil funcionários terceirizados em todo o mundo. Essa é a prova de que uma boa ideia na hora certa pode ser a chave do sucesso.

Venha para o IBND

O curso de coach do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®