Assistir a muitas séries e filmes é sinal de que algo vai mal?

09/02/2022 às 20:31 Dicas

Assistir a muitas séries e filmes é sinal de que algo vai mal?

Você tem o hábito de assistir a muitos filmes e séries e frequentemente deixa de sair ou fazer suas atividades para passar o seu dia em frente a televisão? Esta prática conhecida como Binge Watching, apesar de comum, pode ser um sinal de que algo não vai bem com a sua saúde mental!

Uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade do Texas comprovou que fazer maratonas de séries é um forte indício de solidão. 

Os pesquisadores analisaram 316 jovens, entre 18 e 29 anos, e chegaram a conclusão de que assistir séries de uma só vez e filmes seguidos uns dos outros pode ser sinal de depressão.  

Logicamente, assistir a alguns episódios da sua série favorita após um longo dia de trabalho ou estudos não é um problema. Mas quando deixamos de trabalhar, estudar ou cuidar de casa, por exemplo, para pôr a série em dia isso pode ser indicio de um problema. 

Por isso, convidamos você a refletir através da resposta a algumas perguntas:

  • Quantas vezes por semana, em média, você gasta assistindo a séries e filmes?

  • Você deixa de sair aos finais de semana para maratonar suas séries? Com que frequência isso acontece?

  • Você já deixou de trabalhar, estudar ou fazer alguma tarefa importante para assistir televisão?  Com que frequência isso acontece?

  • Você já se sentiu culpado por ficar horas e horas consumindo conteúdos em plataformas de streaming como a Netflix, por exemplo?

Se as suas respostas a estar peguntas lhe causarem um certo incômodo é importante que você fique atento e comece a observar se o hábito de maratonar suas séries favoritas, um passe tempo a princípio saudável, está se tornando um vício com graves consequências para a sua vida. 

Binge Watching. O que é isso, afinal? 

Termo que se popularizou em 2013, Binge Watching compreende o conceito da imersão em um programa, ou seja, a pessoa assiste a vários episódios de uma série de TV seguidos. Muitas das vezes, a prática ultrapassa 10 horas ininterruptas de entretenimento .  

Na era dos streamings, é muito mais fácil acabar se tornando um viciado em assistir séries e filmes. Tal é a facilidade desta prática disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias do ano, graças a internet e a inovação dos serviços oferecidos pelas plataformas de entretenimento audiovisual, tal como a possibilidade de download de conteúdos offline.

“Então eu sou adepto do Binge Watching? Como eu vou saber?”

Se você é daqueles que passa algumas horas na frente da televisão assistindo suas séries de TV uma seguida da outra, é extremamente provável que você tenha os dois pés dentro desta categoria. 

Pare e pense sobre as respostas que você deu as perguntas no início deste conteúdo e seja sincero consigo mesmo: você é ou não um viciado em séries e filmes? O quanto este hábito tem atrapalhado a sua vida? 

Responder com sinceridade a estas questões é o primeiro passo para trilhar uma nova jornada. 

Sinais de depressão ou hábitos corriqueiros?

Não precisa muito esforço para encontrar na internet estudos e artigos que transformam este assunto em algo sensacionalista e tratam o hábito de assistir a séries em um sinônimo direto da depressão. Mas as coisas não caminham necessariamente por aí. 

Afinal, não é só porque uma pessoa gosta de ficar em casa, em uma sexta à noite, assistindo séries, que ela possui sinais de depressão. Muitas vezes, a sociedade atribui o comportamento caseiro a sinais de solidão, e a coisa não deve ser vista apenas sobre um prisma. 

Há pessoas que simplesmente não gostam de socializar em bares, festas e outros locais públicos. Ou, até gostam, mas não sente necessidade e vontade de saírem todos os finais de semana, ou todos os dias. E isto não é um indício de depressão. 

Porém, devemos ter consciência de que, como tudo na vida, devemos usufruir daquilo que gostamos prestando atenção para que aquilo não passe a nos fazer mal.

Em relação às séries de TV, há uma necessidade de atenção quando esta prática passa a interferir no comportamento do ser humano, projetando consequências físicas, como perda de sono e mudanças frequentes no humor. 

Assistir a séries em sequência também é uma forma que algumas pessoas encontram para fugir dos problemas, emergindo num mundo irreal, mesmo que por algumas horas.

Como você tem consumido a filmes e séries? É importante se fazer esta pergunta para evitar que este entretenimento se torne um problema maior em sua vida. E caso você se sinta triste e desanimado, busque ajude profissional ou amiga. Não é vergonha nenhuma reconhecer que você precisa de ajuda. 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK