Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Vai empreender na área alimentícia? Conheça a história da Budweiser

07/02/2021 às 13:58 Coaching

Vai empreender na área alimentícia? Conheça a história da Budweiser

Se você perguntar para um trabalhador americano sobre o que ele gosta de fazer depois de sair do trabalho em um dia quente de verão, provavelmente a resposta seria tomar uma cerveja Budweiser bem gelada acompanhada de um saboroso petisco frito. Essa prestigiada marca norte americana, representada pelo logotipo vermelho em forma de gravata, é uma das mais respeitadas de todo o mundo.

Por isso, elaboramos esse artigo que vai contar a história da Budweiser. Saiba por que essa bebida faz tanto sucesso entre os apreciadores de cerveja e como a inovação foi a grande responsável pelas vendas cada vez maiores dessa marca secular. Pronto (a) para ler mais uma boa história do mundo do empreendedorismo? Então, vamos lá!

Budweiser: 145 anos de história

Tudo começa nos EUA, em 1876. Os empreendedores visionários Adolphus Busch e Carl Conrad resolveram criar uma cerveja que agradaria o paladar até dos mais exigentes consumidores. Nascia a Budweiser. Produzida com ingredientes altamente selecionados e de qualidade inquestionável, a cerveja Budweiser, pouco a pouco, começou a fazer sucesso na região onde era fabricada.

Em 1883, a cerveja começou a ser engarrafada e a produção aumentou bastante, por causa da demanda cada vez maior. A popularidade da Budweiser crescia assustadoramente em todo os EUA, com o passar dos anos. Mesmo em uma época com pouquíssima tecnologia, a marca investiu pesado em campanhas publicitárias, o que a destacou ainda mais no cenário nacional. A autoconfiança também pode ajudar bastante o empreendedor. 

E pelo visto, a estratégia acabou dando certo. Já em 1885, começaram as primeiras exportações da cerveja Budweiser para o velho continente (Europa). Em meados de 1901, a marca já produzia cerca de 1 milhão de barris por ano. Nos anos seguintes, a Budweiser acabou se consolidando ainda mais e se tornou a preferência de milhares de clientes em seu país de origem e até em outros lugares.

Inovação constante e vendas sempre em alta

Nos anos 1920, a Budweiser inovou e criou uma versão sem álcool, por causa da famosa Lei Seca Americana, que não permitia o comércio de cervejas que tivessem álcool em sua composição. Já na década de 30, foi a vez da cerveja Budweiser em lata chegar ao mercado, com uma grande aceitação. Nos anos seguintes, a Budweiser continuou firme e forte na produção em massa da sua autêntica cerveja, com a abertura de mais fábricas.

Com os negócios indo de vento em polpa, em 1957, a Budweiser acabou se tornando a cerveja número 1 do mercado norte americano. A bebida era apreciada por celebridades e políticos famosos, o que a deu ainda mais notoriedade para a Budweiser. Em 1966, a empresa já ostentava a marca de 10 milhões de barris consumidos por ano. Mas foi somente em 1981, que a Budweiser resolveu vender sua cerveja em larga escala para todo o mercado consumidor mundial.

Em 1985, a marca foi apresentada aos dinamarqueses. Já em 1987, foi a vez dos irlandeses conhecerem a Budweiser. Em meados de 1989, o mercado mexicano teve a honra de conhecer essa cerveja de sabor agradabilíssimo. Ainda nessa década de ouro, a Budweiser lançou mais 3 novas versões, que também agradaram bastante o público cada vez mais fiel. Manter o bom equilíbrio emocional em todos os momentos é crucial. 

A Budweiser conquista o mundo de vez

Os anos 1990 foram marcados por vendas cada vez maiores, tanto nos EUA quanto em outros países mundo afora. A consolidação da Budweiser era imensa e a marca já tinha conquistado milhares de apreciadores fiéis. Essa é a prova de que, muita inovação aliada a uma visão estratégica de negócios, além campanhas de marketing persuasivas, costumam trazer resultados satisfatórios.

Entre os anos de 2005 e 2010, a marca inovou e foi apresentada para mais países, que passaram a contar com mais uma opção de cerveja. Nesse período, foram lançadas mais 9 versões da cerveja Budweiser, com diferentes sabores e graduações alcoólicas, além de outras inovações como a famosa garrafa de alumínio, além da já conhecida long neck.  As vendas simplesmente triplicaram nessa época.

Em 2011, a Budweiser é apresentada ao mercado brasileiro e também agrada bastante os consumidores. Suas icônicas e criativas latas de alumínio também foi uma maneira de chamar a atenção das pessoas, o que acabou dando certo. Entre os anos de 2012 e 2013, a Budweiser lança mais 2 novas versões da sua cerveja. O sabor inconfundível dessa cerveja e a extrema qualidade acabaram conquistando um enorme público fiel até hoje.

A Budweiser e seus números

- Presença em 86 países;

- Mais de 25 fábricas pelo mundo;

- Faturamento estimado de 7 bilhões de dólares por ano;

- Valor de mercado de 14 bilhões de dólares (2015);

- Posição de número 31 no ranking das marcas mais valiosas do mundo.

O fato é que a Budweiser, com suas inovações, tanto na bebida quanto nas embalagens, seu sabor sempre agradável, marcante e a qualidade indiscutível de fabricação, a fizeram ser uma das preferidas de milhares de consumidores na hora que bate aquela vontade de saborear uma cerveja bem gelada.  Que tal se inspirar nessa bela história de inovação para prosperar no mercado?

Venha para o IBND

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!

 

 


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®